Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Franquia que cabe no bolso

14/09/2020 | Publieditorial

franquia que cabe no bolso

Franquias baratas existem muitas por aí, mas vale ressaltar que esse não deve ser o único critério de escolha de um candidato a franqueado.

Além de o investimento inicial caber no bolso do empreendedor, é preciso também levar outros critérios em consideração, como solidez marca, reconhecimento do mercado e suporte dado pelo franqueador à rede de franquias, para citar alguns pontos.

Além de tudo isso, ao decidir abrir uma franquia, o candidato a franqueado precisa ter em mente que, além do dinheiro investido inicialmente, será preciso ter recursos financeiros também para o capital de giro.

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Caso você ainda não esteja familiarizado com o tema, capital de giro é o dinheiro necessário para manter uma empresa funcionando, é o recurso financeiro que o empreendedor tem disponível para arcar com as contas do dia a dia da operação: salário dos funcionários, despesas como água, luz e internet, compra de matéria-prima, etc.

Fazer essa conta é fundamental para não passar aperto logo no começo do negócio.

A boa notícia é que, com a atual crise econômica, essa conta ficou mais fácil de fechar, porque algumas redes franqueadoras diminuíram o valor do investimento inicial, permitindo que mais pessoas abram suas próprias franquias.

É o caso do CNA, uma das maiores redes de ensino de idiomas do país.

Hoje, é possível abrir uma escola do CNA com investimento a partir de R$ 95 mil.

Este é o modelo Compacto, ideal para municípios com até 50 mil habitantes. Depois disso, o CNA ainda tem outros três modelos de negócios:

  • Pequeno, com investimento inicial entre R$ 150 mil e R$ 200 mil e ideal para cidades que tenham entre 50 mil e 150 mil habitantes
  • Médio, com investimento inicial entre R$ 200 mil e R$ 300 mil e ideal para municípios grandes e médios
  • Grande, com investimento inicial entre R$ 300 mil e R$ 500 mil e ideal para grandes municípios

Vale lembrar que, para abrir uma franquia do CNA não é preciso ter experiência prévia no setor de ensino de idiomas, porque o empreendedor conta com todo o know-how do franqueador, que está no mercado há mais de 40 anos.

Falar inglês também não é condição para ser franqueado da marca, o que o empreendedor vai precisar é ter vontade de administrar seu próprio negócio.

O ensino do idioma, por sua vez, ficará com a equipe pedagógica, que será contratada para isso.

Quer saber mais detalhes? Acesso o site do CNA e tire todas as suas dúvidas.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!


 

Viu o que deve ser avaliado para saber se a franquia que cabe no bolso? Separamos para você artigos que mostram o sucesso da rede de idiomas CNA, confira:

Por Publieditorial