Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Repasse de Franquias: a oportunidade que você procurava

31/07/2020

repasse de franquias

Você sabe o que é o repasse de franquias?

Basicamente, é quando há uma venda de franquia que já está em funcionamento.

Ou seja, quem investe neste tipo de franquia chega pronto para colocar a mão na massa e conquistar seus resultados, já que toda a estrutura da unidade está montada.

Se você está pensando em investir em um novo negócio, fique atento a essas oportunidades.

Primeiro porque investir em uma franquia é uma das formas mais seguras para empreender.

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostra que em 2019 o setor faturou R$ 186,755 bilhões.

Além disso, os franqueados contam com o apoio da franqueadora, que se preocupa em buscar inovações para manter o negócio sempre rentável e atual.

Mas a principal vantagem é não precisar começar um negócio do zero.

Pensar no logo, produtos, padrão visual e mais uma série de questões burocrática leva muito tempo.

Em uma franquia está tudo pronto! E quando se trata de um repasse de franquia, então, essa parte se torna ainda mais simples.

A primeira pergunta que muitos fazem é porque existem franquias de repasse.

“Antes de mais nada, precisamos acabar com o conceito que negócio é para a vida toda. Não é. Este tipo de pensamento é muito comum entre pessoas que nunca empreenderam”, destaca Renato Claro, da Kick Off Consultores.

O especialista explica que há diversos motivos para que um empreendedor vender a sua franquia.

“Quando a operação está no vermelho, muitas vezes a venda é a única alternativa para recuperar parte do investimento e preservar o patrimônio pessoal”, ressalta Renato.

Mas mesmo quando um negócio está com bons resultados o empreendedor pode decidir vendê-lo. Renato Claro aponta os seguintes motivos como os principais para que isso ocorra:

  • Mudança de cidade, estado ou país
  • A estratégia de começar um negócio do zero e vendê-lo no topo de sua performance para obter lucro
  • Aposentadoria
  • Cansaço daquela operação, ou seja, quando o empreender quer mudar o ramo em que atua
  • Separação de casal
  • Necessidade de caixa para investir em outra oportunidade

Nos últimos anos, a disponibilidade de franquias de repasse tem aumentado.

Há redes que só tem oportunidades em franquias que já estão em operação.

Sidnei Amendoeira Junior, diretor institucional da ABF, comenta que entre os motivos estão o cenário econômico, que gera dificuldades extras para os franqueados.

Além disso, há as oportunidades de expansão.

“Empresários mais capitalizados aproveitam os preços mais baixos para expandir sua atuação visando ganhos no futuro.

No franchising, inclusive, existem os multifranqueados, franqueados que administram mais uma unidade de uma mesma rede ou não, geralmente mais capitalizados que acabam adquirindo e investindo em outras unidades franqueadas”, ressalta.

Sidnei explica o repasse é algo saudável e há muitos casos de sucesso nesta área do franchising.

“Mesmo no caso de unidades que até iam bem em termos de faturamento, mas passam por dificuldades financeiras por conta de má gestão ou fluxo de caixa, neste momento, com um novo proprietário que traz os recursos necessários para colocar o negócio em linha novamente, podem sofrer grandes reviravoltas de sucesso”, diz o diretor.

 

Quais são os benefícios de investir em um repasse de franquia?

Já falamos algumas vantagens de investir em franquias de repasse, mas há muitas outras.

Uma delas é poder fazer uma análise com mais cautela sobre os números da franquia e, assim, obter o retorno sobre o investimento de forma mais rápida.

“O negócio já está pronto, operando e, principalmente, com faturando que pode e deve ser analisado antes da aquisição.

Isso tende, na maioria das vezes, diante do histórico do negócio, permitir uma análise mais certeira e até acelerar o retorno sobre investimento, uma vez que já existe alguma clientela que pode ser retrabalhada e expandida”, comenta Sidnei.

Para Renato Claro, há outras vantagens que merecem destaque:

  • Potencial do ponto

O ponto comercial é um dos fatores mais importantes para o sucesso da sua franquia.

Por isso, é preciso muita pesquisa para escolher o local ideal.

Quando se trata de uma franquia de repasse, você já sabe exatamente como é o potencial do ponto.

“Por mais que se realizem estudos para um novo ponto de venda, sempre há uma incerteza em relação à realização de seu potencial. Num repasse temos uma leitura mais clara quanto a este risco”, explica Renato.

  • Clientes

O cliente é fundamental para o seu negócio. Em uma franquia de repasse, você já trabalhará com uma base de consumidores, seja ela ativa ou inativa.

  • Investimento inicial

“Se a franquia estiver mal gerida ou em dificuldades financeiras, é possível adquirir uma operação por uma fração do seu valor, obtendo ganho na recuperação da operação e valorização do ativo”, lembra Renato.

 

Quais são os cuidados na hora de investir em uma franquia de repasse?

Como todo bom investimento, o empreendedor precisa ficar atento para saber se está, de fato, fazendo um bom negócio.

Entender o franchising, o ramo em que vai atuar e a franqueadora é o básico e deve ser feito com bastante cautela.

Você também precisa analisar todos os detalhes e dados fornecidos sobre o novo negócio, bem como a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Para ter certeza de que os dados apresentados condizem com a realidade, vale conversar com os franqueados e ex-franqueados.

A ABF recomenda fazer uma avaliação ampla que abranja aspectos financeiros, de concorrência e riscos externos e, antes de fechar, levar o contrato de franquia para um advogado especializado, uma vez que se trata de um compromisso de longo prazo e com muitos detalhes importantes envolvidos.

“Com o repasse, o candidato tem a oportunidade única de visitar a unidade, falar com funcionários e clientes, checar a concorrência, direta e indireta, analisar os balanços e contratos, dentre outros.

É preciso analisar os números da unidade, especialmente faturamento, custos fixos e variáveis e entender por que está em repasse”, aconselha o diretor institucional da ABF, que ressalta que essas análises ajudarão na tomada de decisão consciente.

 

Os empreendedores que investiram em franquias de repasse

Alguns empreendedores conseguem enxergar as grandes oportunidades do franchising.

Sedilha Novais, de 43 anos, é um exemplo.
 

Ela investiu em duas franquias de repasse da CNA: uma em agosto de 2011 e outra fevereiro de 2012.

“Uma delas, Alphaville, já estava praticamente sem fôlego. Havia 70 alunos. Sendo assim, a compramos por um valor que fazia jus aos 70 alunos.

Fizemos uma parceria muito alinhada com o franqueador, tivemos todo o apoio necessário para o reposicionamento da marca, na região.

Em um ano, triplicamos o número de alunos. Com a mudança de ponto, 1 ano e meio depois, quintuplicamos”, comenta Sedilha.

As duas unidades geraram bons resultados para a empresária que atualmente está contente com os seus negócios.

Saiba mais sobre a franquia CNA.
 

Geovani Moretti de Oliveira e Karla Moretti investiram na franquia de serviços educacionais Enjoy em 2018.

Eles assumiram uma unidade que já tinha três anos, mas não dava o retorno esperado pelos franqueadores.

Ao assumir, a primeira atitude do casal foi mudar o ponto e investir na comunicação visual, seguindo o padrão da franquia, para tornar a unidade mais atraente para o público jovem.

“Eu e minha esposa, que é a minha sócia, nos dedicamos 100% na unidade, motivando nossos colaboradores e dando muito atenção ao atendimento ao cliente.

Tivemos o acompanhamento de um gerente geral enviado pela franqueadora que nos ajudou no desenvolvimento de uma gestão de sucesso.

Hoje essa unidade funciona muito bem e estamos felizes em ver o resultado que conseguimos mudando a forma de trabalho”, destaca Geovani.

Em 2018, Fernando Henrique Vieira dos Santos, franqueado da Enjoy, aceitou o desafio de assumir uma franquia na inauguração.

“Os sócios anteriores desfizeram parceria enquanto a escola estava sendo montada.

Assumi o desafio e logo no início já deu para perceber alguns erros de gestão, que foram corrigidos e adequados ao padrão da Enjoy, evitando que no futuro fosse dar problemas.

Hoje a unidade está muito bem, com resultados sempre acima do esperado”, completa.

Saiba mais sobre a franquia Enjoy.

 

Renata Bispo Presta, 43 anos, e Gerson Sidney Carneiro Cardoso, 49 anos, também encontraram a oportunidade de um novo negócio no segmento de Educação.

Eles já tinham experiência em empreender quando decidiram investir em um repasse da franquia Yes! Idiomas.

“Tivemos um resultado bem positivo em relação ao tempo de maturação, por ser um negócio reconhecido no mercado”, explicam.

 

Em 2019, Gabriel Camargo Ferreira Zibordi assumiu a unidade da Sterna Café localizada no bairro de Santana, em São Paulo (SP).

Sua estratégia para obter bons resultados na unidade incluiu a mudança de descontos por fidelização do cliente, o controle de custos mais rígidos, o foco nas redes sociais para conquistar novos clientes e maior transparência com os colaboradores.

“Criei também maior engajamento com a administração do prédio onde estamos localizados, compartilhando erros e acertos e sempre buscando apoio”, destaca Gabriel.

Saiba mais sobre a franquia Sterna Café.

 

Gustavo Medeiros, de 43 anos, investiu em um repasse da franquia Megamatte em agosto de 2018.

Em 2020, comprou sua segunda unidade de repasse.

“Numa loja de repasse é possível enxergar os números da operação, ou seja, entramos no negócio sabendo dos resultados de curto prazo e não ficamos dependentes de projeções em cenários otimistas, pessimistas e ou conservadores”, destaca Gustavo.

O empreendedor está satisfeito com seus negócios e conta os benefícios que conquistou.

“Consegui estabilidade pessoal, qualidade de vida, previsibilidade nas minhas tarefas, uma segunda loja e ganhar bastante experiência nessa desafiadora carreira de empreendedor no Brasil”, finaliza o empreendedor.

Saiba mais sobre a franquia Megamatte.


 

Agora que você já leu sobre repasse de franquias, veja outros artigos interessantes: