Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Franquia? Qual é a boa?

01/10/2019

franquia qual é a boa? por Eduardo Santinoni

Sempre que estou em algum evento social e me apresento para as pessoas, surge a mesma pergunta:

“E aí Eduardo, o que você faz?”

Quando eu explico que trabalho com franquias e descrevo um pouco mais, invariavelmente a segunda pergunta é:

“Franquias? Que legal! Então, qual é a boa?”.

Essa última questão infere que, por estar inserido neste mercado, eu seria detentor da lâmpada mágica com absoluta capacidade de direcionar qual o caminho seguro para o sucesso no futuro profissional das pessoas.

E não é só em franchising que isto é comum, na área de investimentos financeiros existe este mesmo tipo de questionamento e a resposta dependerá de uma série de variáveis, que vão desde a disposição de cada um em “correr riscos”, capacidade de investimento e outros tantos essenciais para pautar a decisão do investidor.

Em franquias também é assim, além desses elementos, adiciona-se que o futuro franqueado irá, de maneira geral, dedicar trabalho, empenhando muitas horas do seu dia nesta nova atividade empresarial.

Estes elementos não são os únicos, serão somados a variáveis bastante pessoais, que incluem desde o setor para atuação, o perfil empresarial do candidato até a capacidade do mercado em comportar uma nova operação.

De maneira bastante abrangente, podemos dividir a escolha do setor para atuação entre venda de produto, serviço, alimentação ou educação.

Cada um destes possui características totalmente distintas, como por exemplo atividades essenciais de cada tipo de operação, rotina diária, rentabilidade, exigências dos marcos regulatórios, etc.

Somado a isso um leque de oportunidades para os mais diversos tipos de público, variadas propostas de investimento e rentabilidade.

Todas essas variáveis necessitam ser congruentes com o propósito de vida de cada empreendedor.

É quase impossível responder qual franquia você deve comprar sem atenção ao todo, afinal a decisão de ter seu negócio é somente o primeiro passo da jornada.

Dado este cenário, como futuro franqueado proponha-se a analisar qual é a trajetória empreendedora para cada setor e escolha aquele que faz mais sentido para você.

Superada esta etapa, o segundo passo é avaliar a sua capacidade de investimento e buscar as marcas que nela se enquadram.

Todo este processo requer bastante sola de sapato, conversas e experimentação.

Mergulhe em cada etapa, curta o seu caminho e sucesso!

 

Autor: Eduardo Santinoni

Sócio-diretor da Y Franquias, Gestão e Negócios