RE/MAX expande vendas, dobra receita e registra seu melhor trimestre
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

RE/MAX Brasil expande força de venda, dobra receita e registra melhor trimestre de sua história

10/02/2022

Com R$ 1,23 bilhão em Valor Geral de Vendas, empresa colhe os frutos de sua aposta na sinergia entre o mundo offline e online no mercado imobiliário

 

A RE/MAX Brasil, a empresa que mais vende imóveis no País, está celebrando o melhor trimestre de sua história. Nos três primeiros meses de 2021, ela registrou R$ 1,23 bilhão em Valor Geral de Vendas (VGV), alta de 129% na comparação com o mesmo período do ano passado. Tal qual a arrecadação – maior que de todo o ano de 2019 -, o crescimento de número de unidades em operação, de 366 para 461 (25%), e de corretores empreendedores, de 4.515 para 6.096 (35%), também impressiona.

Os três pilares sobre os quais a empresa se apoia – reconhecimento de marca, ampliação e engajamento da força de venda, e investimento em tecnologia avançada – têm contribuído para os ótimos resultados. Pela perspectiva da RE/MAX, a nova onda do varejo, o omnichannel, isso é, o uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação (offline e online), chegou com força também no mercado imobiliário, e, com a pandemia, antes mesmo do que se imaginava.

“O imóvel é como um vestido de noiva. Você pode até pesquisar preços e modelos online, mas é incomum e até inusitado adquiri-lo sem vê-lo ou tocá-lo”, afirma Peixoto Accyoli, presidente e CEO da RE/MAX Brasil. “Quando o consumidor está diante de uma das decisões de compra mais importantes de sua vida, como a de uma casa própria, ele quer tantos detalhes quanto possível, e exige o auxílio de um profissional de qualidade e confiança”.

Para auxiliar o cliente em sua jornada de compra, e para que ele chegue à propriedade mais consciente de sua escolha, a RE/MAX Brasil dispõe de múltiplos registros online dos imóveis, como fotos 360º e vídeos, e faz uso intenso de recursos digitais, como aplicativos de videoconferência e de assinatura de documentos. Ademais, deve estrear ainda este ano um novo portal, mais intuitivo e interativo, e que agregará recursos de inteligência artificial – como uma espécie de corretora virtual.

Já no outro lado do balcão, para facilitar o trabalho do corretor empreendedor, a empresa vem apostando em softwares de marketing, como o G73, que extrai e organiza informações de diversas fontes de mercado, e o Megaphone, que simplifica a criação e a veiculação de anúncios na web, e em plataformas de vendas, como o Max Pro, que gerencia todas as etapas do negócio, da prospecção à conclusão. Também não abre mão de treinamentos; em abril, por exemplo, está sendo realizada a Maratona RE/MAX, que consiste em 30 dias de palestras online para que os agentes sigam se qualificando e evoluindo.

Isso porque, mais do que colaboradores, a RE/MAX vê seus agentes como empresários, donos do próprio negócio que, com um pequeno empurrãozinho e muito trabalho, impulsionam e aceleram suas carreiras. “A tecnologia é extremamente estratégica para nós, mas a vemos como um meio, não como um fim. O que nos leva à frente, no final, é a atuação de nossos mais de 6 mil corretores empreendedores, cujo desempenho só tende a melhorar com o uso dessas ferramentas”, diz Accyoli. “Acreditamos na sinergia dos mundos online e offline. É assim que atingiremos nosso maior objetivo: ser a imobiliária preferida dos brasileiros, em todos os estados da Federação”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS