Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Oficina incentiva responsabilidade social empresarial em franquias

19/05/2009

Estiveram presentes 15 pessoas na Oficina de Capacitação nos Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial do Sistema de Franquias, que ocorreu no último dia 13 de maio, na sede da Associação Brasileira de Franchising. Organizada pela ABF e pela Associação Franquias Solidária (Afras), com apoio do Instituto Ethos, a oficina já integra a grade de cursos da Associação, visando estimular os franqueadores, gestores, executivos, consultores e profissionais em geral para que se tornem agentes de mudança em suas organizações.

O objetivo do curso é capacitar os executivos de empresas franqueadoras no diagnóstico e planejamento de uma gestão socialmente responsável e apresentar os Indicadores de RSE
voltados para o sistema de franquias, facilitando e viabilizando sua aplicação pela empresa. Os indicadores são uma ferramenta de aprendizado que ajudam no planejamento de estratégias e gerenciamento dos impactos sociais e ambientais decorrentes das ações de cada empresa. A criação dos indicadores específicos para o setor teve início no ano passado e contou com um grupo de 13 empresas pioneiras, consolidando-se no último mês de março. Segundo o presidente da AFRAS, Claudio Tieghi, houve uma expressiva participação das empresas que ajudaram a construir esses indicadores, que demonstraram bastante interesse em entender a sua aplicação.

Durante a oficina foi exposta a temática dos Indicadores Ethos, em cima de tópicos como: Alinhamento Conceitual, Indicadores Setoriais de RSE, histórico, estrutura, conteúdo e metodologia dos Indicadores, além de dicas de implantação.

 Por meio de estudos de caso e de uma simulação do preenchimento de um questionário, os participantes puderam refletir sobre as formas de aplicar os indicadores, com um posterior debate acerca das respostas. Também foram apresentados casos de franquias que utilizam os Indicadores Ethos, como o case do O Boticário sobre responsabilidade social e da escola de idiomas Yázigi, que expôs um projeto realizado com o seu público interno. `A riqueza da oficina é que ela reproduz a realidade dentro da empresa, possibilitando o diálogo e uma reflexão aberta sobre o assunto`, declarou Tieghi.

NOTÍCIAS RELACIONADAS