Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

Escolha pelo menos um opção para sua busca

ABF realiza palestras na Semana do Empreendedorismo

19/11/2009

A ABF participou da Semana Global do Empreendedorismo por meio da realização de palestras em sua sede nos dias 16, 17 e 18 de novembro. O primeiro dia contou com a apresentação do palestrante Marcelo Rodrigues, da Francap, com o tema `Empreendendo no Franchising. De que lado você está?`. Marcelo começou questionando os participantes se um empreendedor pode ser um franqueado, se um franqueado é um empreendedor e até se o franqueador é o verdadeiro empreendedor.

O paradoxo entre o franqueado e o empreendedor, apresentado pelo consultor, mostrou as vantagens e o espírito que o franqueado deve ter, como: a franquia representa um menor risco do que começar uma empresa do zero, a marca já está consolidada, o sistema testado e aprovado e principalmente um sentimento de segurança por parte do investidor. Já para ter o espírito empreendedor, segundo ele é um sentimento que motiva os indivíduos a assumirem risco, muitas vezes não calculados, mas associado à liberdade e vontade de fazer mais e do seu jeito.

Marcelo mostrou que o franchising vale a pena porque o franqueador é detentor de um bom produto ou serviço (com marca registrada) para oferecer ao mercado, existe um apelo geográfico amplo e uma demanda de mercado para o produto ou serviço, além de ter estrutura para fornecer suporte operacional e  marketing para a sua rede, um mercado em ascensão e um produto como tendência e não uma moda. `Tudo é uma questão de alinhar expectativas, a fórmula da satisfação é igual a realização menos a expectativa`, concluiu o especialista.

No segundo dia, o tema da palestra foi `Competências para criar e manter uma empresa de sucesso`, ministrada por Marcelo Cherto, da GrowBiz. O consultor de varejo iniciou a apresentação afirmando não ser o dono da verdade, mas que o objetivo da palestra era compartilhar as experiências, erros e acertos do seu trabalho.

Cherto falou um pouco sobre as competências que considera essenciais para o bom funcionamento de um negócio como: de mercado (desenvolvimento de produtos, comunicação, produtos processos internos eficientes (controle, rotinas operacionais, logística), individuais pessoais (motivação, capacitação). `Nenhuma empresa é ideal e possui os três elementos, mas deve saber usar cada um de acordo com o momento para obter sucesso`, afirmou o consultor.

Segundo ele, os empresários devem ficar atentos ao mercado, que está disputadíssimo. `É preciso sair da rotina, fazer diferente, entender que o ambiente mudou e se adaptar a ele`, concluiu.

Ana Vecchi, diretora da Vecchi Ancona Consulting foi a convidada para o fechamento do circuito de palestras da Semana. `Empreendedorismo Sustentável` foi o tema abordado pela consultora que falou sobre os principais conceitos de uma nova geração do franchising no Brasil, denominada Franquia 2.0 que consiste em colocar em evidência o alinhamento das boas práticas e desafios das empresas, seja franquia ou não, em prol de uma nova realidade empresarial.  

Responsável pelo primeiro modelo de franquia social, ela compartilhou as experiências de sucesso como a da Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape). Dentre muitas ações realizadas pela organização, uma delas é o treinamento e capacitação de pessoas com algum tipo de deficiência no mercado de trabalho. Outro caso de sucesso recente e relembrado pela consultora foi o do Rei do Mate, que ganhou o último Prêmio ABF/Afras Destaque Responsabilidade Social, pela ação de Reciclagem e Consumo Consciente. Por meio dessa ação, que envolveu a conscientização de todos os funcionários e consumidores, a rede substituiu mais de um milhão de copos de plástico por copos de papel ecológico e assim contribuiu para a diminuição do impacto ambiental.

Ana Vecchi mostrou, por meio de histórias como estas, as características de uma nova sociedade, a urgência que as empresas devem ter na adoção de uma postura empreendedora. `O consumidor cobra esta atitude, esta nova cultura de gestão será a única aceita no mercado nos próximos anos`, conclui.

Quem participou da apresentação saiu motivado e disposto a disseminar a proposta em seu ambiente de trabalho e corporativo. `Tivemos a oportunidade, por meio de uma abordagem prática, de identificar os benefícios, valor e impactos de nossas mudanças. Saio daqui motivada em fazer diferente`, comentou durante o intervalo da apresentação, Alina Maciel da Opus Software.

 

Avaliação

NOTÍCIAS RELACIONADAS