Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Fish & Chips ganha cada vez mais espaço na mesa do brasileiro

05/10/2020

fish & chips

Grande destaque da gastronomia britânica, o fish & chips é uma receita típica da Inglaterra, que vem conquistando cada vez mais o paladar do brasileiro.

Preparado com batatas fritas cortadas grosseiramente em estilo rústico, mais espessas do que as americanas e um peixe de água salgada coberto por uma mistura de farinha de trigo, ou “farelo de pão”, e água, para assim ser frito empanado.

Perfeito para acompanhar uma cerveja ou chá bem gelado.

A história da criação do prato é tão controversa quanto a origem das partes que o compõem. De acordo com a história, a batata frita foi inventada na Bélgica, mas os franceses também reivindicam sua autoria.

Já o peixe empanado provém de países mais ao sul da Europa, inventado pelos povos judeus nas regiões de Portugal e Espanha.

A junção das duas comidas se tornou símbolo nacional da Inglaterra.

E é lógico que o preparo ganhou o mundo com sua receita tradicional e releituras, inclusive, aqui no Brasil, que hoje sedia uma das maiores redes de fish & chips da América Latina: o Sirène Fish & Chips.

Para um dos sócios da rede, Afonso Natal Neto, a saborosa iguaria é uma grande tendência.

“É um preparo que vale por uma refeição, que pode ser apreciado com muita praticidade, até mesmo, na rua.

Acredito que essa facilidade vai transformar, em pouco tempo, o fish & chips em um preparo extremamente difundido entre os jovens e, logicamente, entre as pessoas que querem se alimentar com qualidade”, detalha Natal Neto.

O Sirène Fish & Chips, nasceu em Curitiba (PR) em 2016, mas atualmente está presente também nas cidades de Balneário Camboriú (SC), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP).

Com previsão de expansão para as regiões sul e sudeste do país nos próximos meses.

No Sirène, o público tem a oportunidade de saborear o fish & chips servido em um cone (pequeno ou grande) com peixe frito empanado e batatas fritas deliciosas, com preço a partir de R$ 15.

O preparo da casa é desenvolvido com tilápia e recebe um tempero secreto que dá um sabor que se adequa com o paladar dos brasileiros.

Para completar, existem várias opções de molhos especiais, entre eles tártaro, picante, mostarda e mel e maionese da casa.

Existe a possibilidade, também, de pedir um cone só com peixe frito empanado (Só Fish) ou só com batatas rústicas fritas (Só Chips).

Recentemente a rede também lançou o “Fakie Fish”, uma opção para os clientes que reduziram ou não consomem proteína animal. Feito à base de soja não transgênica, o preparo utiliza técnicas chinesas aprimoradas através de séculos.

A releitura do fish & chips, intitulada “Fakie Fish & Chips”, leva o “Fakie Fish” acompanhado pelas deliciosas batatas do Sirène.

O preparo exclusivo é comercializado nas unidades de Curitiba, São Paulo e Balneário Camboriú, mas em breve, chegará em todas as lojas da rede espalhadas pelo Brasil com preços a partir de R$ 33.

“É a nossa manobra para a galera que não curte muito carne voltar a se sentir em casa no Sirène”, comenta o sócio fundador da rede Sirène, Alexandre Lopes.

Além do “Fakie n’ Chips”, entram no cardápio molhos, também veganos, e o Sandufakie tradicional sanduíche do empreendimento que ganha uma versão vegana.

“Estamos confiantes, pois além de resgatar clientes antigos que deixaram de frequentar o Sirène por falta de opção vegana/vegetariana (mas que ainda gostam da nossa atmosfera), também poderemos atender outros tipos de público que talvez nunca chegassem a conhecer nosso empreendimento.

Nos tornaremos, assim, um lugar ainda mais democrático e aumentaremos a diversidade”, complementa Lopes.

A rede Sirène Fish & Chips conta com unidades espalhadas pelo país. Para conhecer todos os detalhes sobre a marca, com cardápios completos e endereços, acesse o perfil oficial do Sirène no Instagram (@sirenebrazil).

Para saber mais sobre o Fish & Chips Siréne, CLIQUE AQUI.
 


 

Agora que você que viu Fish & Chips ganha cada vez mais espaço nas mesas brasileiras, veja também:

 

 
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS