Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

Escolha pelo menos um opção para sua busca

Os termos de Franchising mais utilizados por quem é desse ramo

09/05/2013

Franchising é um sistema de negócios que permitiu diversos empresários desenvolverem, ao longo dos anos, algumas das marcas mais conhecidas do mercado – como McDonald’s, Lacoste, O Boticário, entre muitas outras. Podemos entender então que o franchising é uma forma de replicar o sucesso de um negócio estabelecido e bem-sucedido. Como resultado disso, uma enorme variedade de negócios se beneficia desse sistema nos mais diferentes ramos de atividade.

Existem diversas maneiras de se definir franchising, porém, no meu entender, é uma estratégia de venda e de distribuição de produtos e serviços, através da qual a empresa franqueadora permite o acesso de franqueados a uma marca, a uma tecnologia operacional e a um modelo de gestão de negócio em troca de pagamentos periódicos e de contribuição eficaz dos franqueados para melhoria contínua do sistema.

A International Franchise Association (IFA) define franchising como o contínuo relacionamento entre franqueador e franqueado, no qual o universo total de conhecimentos do franqueador (imagem, sucesso, técnicas de produção e marketing) é fornecido ao franqueado.

De uma forma mais simples, também entendo franchising como um método seguro e eficaz para as empresas que desejam multiplicar suas operações, representando, por outro lado, uma grande oportunidade para quem quer ser dono e gestor do seu próprio negócio.

No sistema de franchising, a relação entre franqueador e franqueado é de extrema interdependência. O franqueador é quem desenvolve e promove constantemente o negócio, transformando o conhecimento gerado pela rede em ações eficazes. Já o franqueado é quem ‘faz acontecer’ o negócio na ponta, dedicando-se a ele e colaborando com o franqueador na busca de diferenciais competitivos.

O sistema de franchising, tal e como o conhecemos hoje em dia, teve sua origem em meados do século XIX, nos Estados Unidos, concretamente no ano de 1862. Nesta data a I.M. Singer & Co., fabricante de máquinas de costura, já concedia o direito de uso de sua marca e de comercialização de seus produtos para comerciantes independentes.

Com o tempo, empresas como a General Motors e Coca-Cola adotaram o sistema de franquias como uma forma de se fazer negócios e crescer, ocupando mercados – a finalidade da GM era expandir a sua rede de revendas de automóveis e a da Coca era garantir o engarrafamento e uma distribuição mais abrangente de seus produtos, utilizando terceiros nesse processo.

A partir do século XX, após a 2ª. Guerra Mundial, o sistema de franquias iniciou o seu grande ‘boom’ nos Estados Unidos, com a abertura de diversos negócios por soldados americanos que voltaram para suas casas sem experiência e sem emprego, porém com muita vontade de trabalhar e com necessidade de ganhar dinheiro. O mercado já apresentava oportunidades de franquias como Hertz (locação de veículos), Roto Rooter (limpeza de encanamentos), entre muitas outras. Em 1955 todo esse movimento culminou com o aparecimento do McDonald’s, até hoje uma das maiores referências do mercado de franquias no mundo, juntamente com marcas como Burger King e KFC.

No Brasil as escolas de inglês (Yazigy e CCAA) foram os grandes responsáveis pela introdução do sistema de franquia, no início dos anos 60. A partir daí, o sistema de franchising evoluiu bastante, com a fundação da Associação Brasileira de Franchising em meados dos anos 80 e a entrada em vigor da Lei da Franquia no. 8.955/04 em 15 de dezembro de 1994.

O desenvolvimento do sistema de franquias no Brasil e no mundo passou por diversas etapas, se considerarmos o grau de profissionalização e sistematização dos processos:

Franquias de Produto e Marca de Primeira Geração – franqueador licencia sua marca ao franqueado e distribui seus produtos sem exclusividade, ou seja, os mesmos produtos podem ser encontrados em outros varejistas que não os franqueados.

Franquias de Produto e Marca de Segunda Geração – franqueador licencia sua marca ao franqueado e vende produtos de forma exclusiva.

Franquias de Negócio Formatado de Terceira Geração – além da licença de uso de marca, o franqueador repassa know how operacional a toda a sua rede, prestando serviços de assessoria e acompanhando de perto o dia-a-dia das operações dos franqueados.

Atualmente, o franchising está vivendo a sua 4ª. Geração, mais conhecida como a era do Learning Network (Rede de Aprendizado Contínuo). É cada vez maior o número de redes de franquias que contam com a participação ativa dos franqueados no processo de tomada de decisões estratégicas. Esta mudança de postura acontece num momento em que a quantidade e a velocidade de circulação das informações necessitam ser muito maiores, como conseqüência de novas tecnologias trazidas pela Internet e outros meios de comunicação. A disseminação de know-how, foco das redes franqueadoras, pode ser feita de uma forma extremamente barata. Os franqueadores têm agora maneiras mais eficientes de repassar à rede comunicações como atualizações de manuais, treinamentos, avaliações de desempenho, campanhas promocionais, instruções para montagem de lojas, entre outros assuntos. Por parte do franqueado, o mesmo tem acesso a todos os membros da rede, facilitando a mobilização para discussão de assuntos relevantes ao cotidiano das operações. O ditado ‘manda quem pode, obedece quem tem juízo’ já não se aplica ao franchising brasileiro. Estamos numa nova era onde todos os membros da rede participam ativamente da definição dos rumos da empresa franqueadora.

O sistema de franchising hoje, no Brasil e no mundo, tem uma importância significativa na economia, sendo um grande gerador de empregos, além de responsável por uma significativa parte do PIB de um país. Só para ilustrar, o Brasil é o terceiro maior país do mundo em número de unidades franqueadas, o qual dissemina conhecimento de como se fazer franchising para o resto do mundo.

Por André Friedheim

 


Entendendo Franchising

 

Confira também o curso Entendendo Franchising da ABF.

Com linguagem simples e exemplos práticos, trata-se da capacitação ideal para quem deseja conhecer e se envolver com o universo das franquias.

Se você quer se tornar um franqueado de sucesso este é o caminho para você se capacitar.


 

Acesse os conteúdos que temos aqui no Portal do Franchising, conhecer mais sobre franquias e as redes franqueadoras associadas, veja:

  • Saiba o que é franquia nesta cartilha completa com informações essenciais para quem quer entrar no mundo do franchising, seja franqueador ou franqueado
  • Sabe o que são microfranquias? Se você está pensando em ser dono de uma franquia, então acesse o guia de orientação que o Sebrae preparou junto com a ABF e saiba tudo sobre esse modelo de franchising
  • Conheça as franqueadoras mais contempladas com o Selo de Excelência em Franchising da ABF ao longo dos últimos anos. Elas são consideradas pelos próprios franqueados como franquias excelentes para se gerir
  • Pesquisamos por você e selecionamos as franquias até 20 mil de investimento que estão no nosso portal. Se esse é o valor que você tem para comprar uma franquia, então confere a lista e também as dicas importantes de como usar essa grana
  • Experiência também pode ser um fator de sucesso. Que tal investir em um negócio testado e aprimorado durante mais de três décadas? Conheça as franquias experientes
  • Encontrar a franquia certa é o sonho de todo mundo que quer abrir um negócio próprio. Tem vários caminhos para isso, nenhum é fácil, porque talvez o mais fácil mesmo, é evitar escolher a franquia errada, e nisso podemos te ajudar bastante, confere aqui!