A importância da atuação da ABF e APEX

10/05/2013

A importância da atuação da ABF e APEX na expansão de franquias brasileiras no exterior

O avançado grau de maturidade do mercado brasileiro de franchising, que atualmente soma aproximadamente 1.855 redes, gera em torno de 777 mil empregos diretos e faturamento anual de R$ 75,9 bilhões, resultou, nos últimos anos, em um ambiente extremamente propício para exportação de marcas nacionais para o competitivo mercado internacional. Assim, nota-se atualmente uma forte tendência e interesse, por parte de empresários nacionais, na internacionalização das redes­ de franquia.

Neste cenário, foi estabelecida, em 2005, parceria entre a Associação Brasileira de Franchising (ABF) e a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, no intuito de promover e incentivar a exportação de franquias brasileiras. Esta parceria, atualmente em seu sexto ano de vigência, somada à iniciativa de empresários, escritórios de advocacia e outros colaboradores do setor, já consolida sua história de sucesso e apresenta resultados expressivos.

Em razão do acordo firmado com a Apex, as franquias associadas à ABF recebem, além do suporte e capacitação para a exportação de seu negócio, subsídios para que participem das principais feiras de franquia do mundo. Esta iniciativa faz com que a crescente participação destes grupos de marcas brasileiras em tais eventos demonstre o profissionalismo, organização e força das marcas brasileiras frente ao mercado internacional.

Em 2009, já na vigência do acordo entre ABF e Apex, o Brasil já contava com cerca de 65 franquias atuantes no mercado internacional. Este número atualmente é de 79 marcas e a estimativa é que até o final de 2012 sejam 100 marcas brasileiras ofertando franquias no exterior.

Em 2011, a ABF, com apoio da Apex, já levou grupos de franqueadores e empresários para feiras de franquia no Panamá, Portugal, Macau, Uruguai e Colômbia, além de ter organizado missões comerciais e rodadas de negociações na China e Filipinas, sempre com resultados bastante positivos para as marcas envolvidas.

Na busca da marca de 100 franquias no exterior, a ABF já tem programadas para 2012 uma série de iniciativas, dentre elas, participação nas feiras de franquia de Nova Iorque, México, Colômbia, França, Espanha (Madri), bem como missões comerciais para Austrália, Canadá e Emirados Árabes.

Uma agenda deste naipe apenas confirma  que a manutenção e o estreitamento da parceria entre ABF, Apex e empresários nacionais são fundamentais para o incremento e a consolidação da presença de marcas brasileiras do mercado internacional de franchising.

* Luiz Henrique O. do Amaral, sócio do escritório Danneman, Siemsen Advogados. Diretor Jurídico
da Associação Brasileira de Franchising (ABF Nacional) e presidente da Associação Brasileira da
Propriedade Intelectual (ABPI)[email protected]

** Mariana Reis Abenza, advogada do escritório Danneman, Siemsen Advogados.

Avaliação