Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

Escolha pelo menos um opção para sua busca

Grupo Afeet pretende crescer 15% em 2018 e dobrar número de unidades

06/02/2018

Grupo Afeet

Grupo Afeet, dono de redes de franquias como a Authentic Feet e Artwalk, a holding avançou 5% em 2017, com faturamento de R$ 400 milhões, e quer aumentar ritmo este ano, com foco também em aberturas

O Grupo Afeet, holding que detém as marcas de franquias Authentic Feet, Artwalk, Magic Feet e Tennis Express, cresceu 5% em 2017, na base mesmas lojas, e espera triplicar o ritmo de expansão neste ano, com alta de 15%. A empresa quer avançar também com as inaugurações, e a ideia é dobrar o número de unidades até 2020.

Os planos vêm após uma grande reestruturação do negócio, que durou de 2013 até o final de 2016. No período, o grupo estagnou a expansão e direcionou os esforços na organização das quatro marcas do portfólio, inclusive com o fechamento de algumas lojas de fraco desempenho. No ano passado, a rede voltou a expandir e a focar no crescimento da holding – estratégia que deve acelerar em 2018.

As mudanças internas já geraram frutos para a empresa, que conseguiu crescer 5% em 2017, na base mesmas lojas (que considera apenas as unidades com mais de um ano de existência) e manter uma taxa de expansão de 4% em 2016, no auge da crise e mesmo com um número menor de pontos de venda. Com o desempenho do ano passado, o grupo atingiu um faturamento global de R$ 400 milhões, conta o sócio-diretor da holding, Salomão Salum.

“Com a revitalização de todos os modelos de negócios do Grupo Afeet, conseguimos proporcionar uma experiência de compra diferenciada para o consumidor, propiciando uma gestão direcionada”, explica o executivo, em entrevista exclusiva ao DCI. As mudanças passaram por uma revisão da qualidade do atendimento, dos processos de gestão e do controle das lojas, o que se refletiu em uma melhora na performance de cada operação.

Com a casa em ordem, a empresa vai acelerar este ano a expansão do negócio, e uma das apostas é o lançamento de um novo modelo de franquias: a Authentic Feet Express. O formato é uma evolução da Tennis Express (rede cujas lojas já estão sendo convertidas à nova marca), e oferece uma loja “com menor investimento inicial – R$ 460 mil – e a mesma qualidade em termos de produtos e gestão operacional da Authentic Feet tradiconal”.

Para o projeto, o Grupo Afeet investiu R$ 2 milhões e até o momento dez lojas do formato foram abertas, todas através do processo de conversão de unidades da Tennis Express.

Salum explica que o modelo recém lançado prevê lojas menores, com até 60 metros quadrados, e destinadas a centros e pontos comerciais considerados mais populares. A ideia, de acordo com ele, é chegar a locais onde a empresa não conseguiria implementar o modelo tradicional de negócio.

Dentro do plano de expansão da rede, de passar de 172 unidades para 367 até 2020, a Authentic Feet Express terá papel fundamental. Segundo o sócio-diretor do grupo, das 195 lojas que devem abrir as portas nos próximos anos, 89 serão do modelo Express.

“Pretendemos atingir 58 cidades onde ainda não temos atuação até 2020 e o foco inicial são as regiões Sul, Sudeste e Nordeste”, complementa o executivo.

Para 2018, as duas marcas prioritárias, em termos de expansão, serão justamente a Authentic Feet, rede que já possui o maior número de lojas dentro grupo (76), e a Authentic Feet Express. O executivo não abriu, entretanto, a meta de aberturas para o ano.

Fatores externos

Sobre a previsão de médio prazo da empresa (que engloba os próximos três anos), Salum destaca que os números podem ser alterados dependendo da reação do mercado às mudanças políticas e econômicas que devem ocorrer no País. “Se o mercado responder de forma positiva às mudanças políticas e econômicas previstas e esperadas para os próximos meses, poderemos inclusive reavaliar [as nossas] metas”, diz Salum.

Ainda sobre o tema, o empresário pondera que anos de eleição sempre tendem a gerar incertezas no mercado de um modo geral, mas que a expectativa da empresa é que os impactos sejam “os mais positivos possíveis”, uma vez que para expandir é importante uma economia sólida e um mercado que esteja confiante.

 

DCI Online – Pedro Arbex – 01/02/18

 

Leia também:

23 franquias de roupas que devem crescer em 2018 puxadas pela alta no varejo de moda

Busca por vida saudável gera nicho para franquias de esportes; confira 17 opções

NOTÍCIAS RELACIONADAS