Notícias das franquias
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Frango no Pote triplica número de unidades em 2021

04/02/2022

Faturamento da rede mais que dobrou no ano passado em comparação com 2020. Meta é encerrar 2022 com 120 lojas abertas, mais que o dobro das 57 em operação atualmente

 

A rede de franquias Frango no Pote triplicou o número de unidades abertas em 2021, alcançando a marca de 57 operações. Em faturamento, a rede cresceu 126% no ano de 2021 comparado a 2020.

Prestes a completar 10 anos de vida, a Frango no Pote se espalhou pelo Brasil. Hoje está presente em 22 estados e no Distrito Federal, e mesmo com as incertezas em relação aos rumos da pandemia e em um ano eleitoral, a expectativa é fechar 2022 com 120 lojas abertas, praticamente dobrando o tamanho da rede, obtendo um faturamento mensal de R$ 16 milhões.

Boa parte das novas unidades será aberta nas regiões Sul e Sudeste do país, principalmente no interior do estado de São Paulo.

Diante de tamanho crescimento, a marca está investindo na profissionalização da equipe e em “business inteligence” (BI), fazendo uma análise mais precisa das vendas das lojas, o que garante ações de marketing baseado em dados, mix de produto alinhado com demanda, conferindo maior suporte e saúde ao franqueado.

 

Da churrasqueira de casa para todo o Brasil

Em 2012, a Frango no Pote nasceu de uma forma bem caseira – literalmente. Em uma viagem aos Estados Unidos em 2011, Carlos Augusto Nepomuceno da Silva, conhecido como Carlão, hoje diretor financeiro da rede, conheceu o frango frito vendido no balde e tão apreciado pelos americanos. De volta ao Brasil, teve a ideia de “abrasileirar” a iguaria.

“Desenvolvemos uma marinada do gosto do brasileiro para temperar o frango e usamos uma farinha exclusiva”, comenta Carlos Augusto Jr, 23 anos, filho do fundador da rede e CEO da empresa. Formado em gastronomia, Jr é responsável pelo cardápio que a Frango no Pote oferece hoje aos clientes.

Na época da fundação da empresa, no entanto, ele tinha apenas 12 anos. “Meu pai fritava os frangos e eu cuidava das embalagens”, lembra. “Eu já era apaixonado por culinária, assistia vários programas sobre o tema e fazia cookies para vender na escola e ganhar meu próprio dinheiro.”

Os frangos começaram a ser fritos em uma fritadeira na churrasqueira da casa de Carlão. No primeiro dia foram cinco pedidos, aumentando sucessivamente. A qualidade do produto se espalhou e logo ele abriu uma loja em frente ao condomínio onde morava, em Brasília.

Com o sucesso das vendas, os amigos começaram a querer abrir unidades da Frango no Pote em outros locais da cidade, e o empreendedor formatou o modelo de franquia. Em 2014 a marca se associou à Associação Brasileira de Franchising (ABF) e começou a vender novas lojas pelo sistema de franquias.

Cada unidade aberta da Frango no Pote emprega entre 7 e 14 pessoas. A franqueadora, que começou com três colaboradores, hoje emprega cerca de 45 funcionários.

Uma curiosidade sobre o CEO de 23 anos. Aos 16 ele saiu da escola e entrou na faculdade de gastronomia. “Eu era o mais novo da minha turma”, diz. Aos 18 concluiu o curso. Depois foi para os Estados Unidos passar uma temporada de trabalho e em 2018 voltou para assumir a Frango no Pote.

Já Carlos Augusto, o pai e fundador, é formado pedagogo e tem pós-graduação em administração escolar. “Alimentação não é a minha área, foi um aprendizado constante ao longo desses últimos anos.”

 

FICHA DA FRANQUIA

Fundação: 2012

Início no Franchising: 2014

É associado ABF: Sim

Associada ABF desde: 2014

Investimento total aproximado: a partir de R$ 299 mil

Taxa de Franquia: R$ 50 mil

Capital de giro: de R$ 10 mil a R$ 30 mil

Royalties: 5% do faturamento

Fundo de propaganda: 2% do faturamento

Área mínima de uma unidade: 50 m²

Número de pessoas na operação: de 8 a 16

Faturamento médio: R$ 130 mil

Taxa de lucratividade: de 12% a 25%

Prazo de retorno do investimento: de 18 a 36 meses

E-mail da área de expansão: [email protected]

NOTÍCIAS RELACIONADAS