Em 5 anos, casal transformou rede de esmalteria na maior do mundo
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Em 5 anos, casal transformou rede de esmalteria na maior do mundo

11/03/2022

Maurício Cesar e Marina Groke, CEO e diretora de operações da Unhas Cariocas, criaram a marca e hoje a empresa, fundada em Taubaté (SP), já é a maior entre todas, com projeções de expansão internacional

 

Sabe aquela história de que realizar sonhos grandes é possível? O casal Maurício Cesar e Marina Groke mostraram que esta máxima é verdadeira. Ela criou o conceito do negócio, estudou o mercado, formulou o segredo do sucesso. Ele apoiou, investiu seu tempo e qualificação para fazerem o projeto ser algo muito mais grandioso em um curto espaço de tempo.

Marina queria ter o seu próprio negócio no setor de beleza e que tivesse, realmente, um diferencial já que, segundo ela, não existiam no nicho de unhas, até então, grandes ideias para atrair e fidelizar clientes.

“Os salões sempre foram um espaço para a mulheres apenas fazerem suas unhas. Ainda, eles ficavam reféns das manicures que tinham as clientes em suas próprias carteiras. E minha ideia sempre foi ter a fidelização das clientes pela marca”, comenta a executiva.

Groke fez cursos e estudou minuciosamente o mercado em busca do que ela poderia e deveria oferecer. “A Unhas Cariocas tem muito disso tudo que busquei. A formatação da marca foi calcada no que aprendi a fazer e, também, no que não fazer”, afirma.

E foi assim que Marina e Maurício chegaram ao método Unhas Cariocas, uma técnica própria e exclusiva de cuticulagem, sem o uso do alicate. “Usamos apenas uma cureta e nosso emoliente próprio. É nosso principal diferencial e algo que o mercado jamais ofereceu, pois assim, entregamos às nossas clientes não apenas unhas bem-feitas, mas oferecemos saúde para as mãos já que não há riscos de machucados e, muito menos, de contaminações”, diz Marina.

 

Crescimento exponencial

A primeira unidade própria foi inaugura em 2017, em Taubaté (SP), cidade sede da marca. Para a surpresa do casal, este único salão foi muito bem recebido e visto pelas clientes e por outros empreendedores.

“Desde a abertura da primeira unidade, e com o forte nome que carregamos, as pessoas acharam que já tínhamos muitas unidades em funcionamento. E no mesmo passo, muitos empreendedores nos procuraram para poder abrir uma franquia”, relembra Groke.

Nome, aliás, que teve origem nas viagens que o casal fazia ao Rio de Janeiro para visitar a família do Maurício. Nestas oportunidades, a Marina fazia as unhas com uma vizinha de sua sogra. Este foi o insight que o CEO teve para nomear sua empresa. Aliado a isso, em 2016 foi divulgada uma pesquisa revelando que, naquele ano, a mulher carioca tinha sido considerada a mais vaidosa do mundo. “Foi o que precisávamos para fixar o nome Unhas Cariocas”, acrescentou Maurício.

E desde então, e após cinco anos de atuação, a rede cresceu consideravelmente chegando à marca de 75 unidades, sendo 10% delas de multifranqueados, e um faturamento de mais de R$19 milhões.

E nem a pandemia parou o avanço da marca. “Antes desta crise, tínhamos 40 unidades pelo Brasil. Hoje, além de quase dobrar este número, ainda estamos planejando a expansão internacional”, revela Maurício.

 

Alona Laboratório é reflexo do desenvolvimento

Em janeiro de 2022, a Unhas Cariocas, com um investimento de R$7 milhões, inaugurou sua fábrica, também em Taubaté (SP), sendo a única rede de franquia de esmalteria por todo o mundo a ter uma indústria própria.

“A Alona Laboratórios é um sonho realizado. Adquirimos uma empresa já consagrada e consolidada por 18 anos no setor de beleza e unificamos em nossa marca. Por ela vamos produzir nossos produtos próprios, já vendidos em nossas unidades e em breve pelo e-commerce”, disse o CEO.

A meta da Unhas Cariocas para 2022 é conquistar um crescimento de 300%, chegando a 120 unidades e um faturamento estimado de R$40 milhões.

Por fim, Marina Groke deixa um recado para quem tem um sonho, quer empreender, mas tem medo de seguir em frente. “Sua capacidade está escondida em suas limitações e quando a opção é fazer ou fazer, você descobre que todos os limites são superáveis”.

 

Fundação: 2017
Entrada para o franchising:
julho de 2017
1ª unidade inaugurada: setembro de 2017
Associação à ABF: abril de 2019
Inauguração da fábrica própria: janeiro de 2022
Investimento: a partir R$ 95 mil
Faturamento médio mensal: de R$ 25 mil a R$ 40 mil
Percentual médio de lucro: 32,5%
Prazo de retorno:
de 10 a 12 meses
Taxa de franquia:
R$ 30 mil
Capital de giro:
R$ 15 mil
Royalties:
R$ 2.100 mil
Taxa de publicidade:
R$ 400
Áreas para instalação: 30 a 40 m²
Contatos: (12) 3631 4724

NOTÍCIAS RELACIONADAS