Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Afinal, qual a melhor idade para abrir uma franquia?

15/12/2020

melhor idade para empreender

Jovem, no ápice da energia, na meia idade ou com mais experiência e maturidade. Afinal, há uma melhor idade para abrir uma franquia?

Para responder essa pergunta, o Portal do Franchising conversou com quem entende do assunto e trouxe histórias de franqueados que nos inspiram.

De acordo com Nádia Nogueira, sócia-diretora da ACASA Gestão & Franquias, esse tema vem ganhando novos contornos.

“É interessante observar como a questão de idade se tornou menos relevante nos dias de hoje”, diz.

Por oportunidade ou necessidade, originada na crise do mercado de trabalho, fato é que muitos profissionais de diferentes idades encontram no setor de franquias a oportunidade de abrir sua franquia.

“Cada vez mais se misturam empreender por oportunidade com necessidade. Ambos podem gerar fracassos ou sucessos. A postura empreendedora é algo que pode ser aperfeiçoada.

É preciso ser perseverante sem teimosia, acreditar com base em planejamento, projeções e análises. Foi-se o tempo que usar o ‘feeling’ permitia longa vida aos negócios. E isso independe de idade”, afirma a especialista.

A pandemia agravou a falta de emprego. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Covid-19 feita pelo IBGE mostram que o desemprego atingiu recorde negativo no País.

O estudo divulgado no final de outubro registrava 13,5 milhões de desempregados.

Nesse contexto, Nádia observa:

“Há modelos de negócios para todas as idades e neste momento temos uma grande quantidade de profissionais na faixa 50+, com larga experiência, qualificados, mas que estão precisando se recolocar no mercado e optam pela abertura de negócios próprios ou franqueados por uma questão de necessidade”.

A especialista vê também o mesmo movimento por parte de empreendedores mais jovens.

“Podemos dizer o mesmo de profissionais recém-formados ou até antes disso, que abrem startups ou buscam franquias como forma de inserção no mercado e desejo de empreender”, afirma.

E quanto à falta de experiência de vida. Será que ela interfere no sucesso dos empreendedores mais jovens?

Para Nádia, “a inexperiência pode aumentar o risco, mas vejo jovens empreendedores aprendendo rápido com os próprios erros, por entenderem mais facilmente que é preciso ser ágil e flexível para corrigir rumos”, diz.

Já com relação aos investidores mais maduros, o sucesso ou não do negócio não depende necessariamente da idade.

Segundo a executiva, tudo é uma questão de alinhamento entre o quanto a empresa vai exigir de dedicação e o que ela ainda está disposta a oferecer.

“Elas [as pessoas mais experientes] podem ser bem-sucedidas, e o que mais vemos é uma certa dificuldade para encontrar sucessores nos negócios”, observa.

Para abrir uma franquia, na visão da especialista “a pessoa deve se perguntar se está disposta a correr riscos, se entende que a gestão será dela e que terá que seguir regras da franquia, e que é um projeto de longo prazo. Pra isso é preciso ler atentamente e se informar sobre o que a franquia exige e oferece”, diz.

“É menos a idade e mais a capacitação para gestão, que pode impactar todas as idades”, completa Nádia.

Confira os relatos de empreendedores que abriram sua franquia em diferentes idades e inspire-se para ter a sua:

 

Melhor idade para empreender — Juliana Thame Holtz , 37 anos, franqueada FISK – Boituva (SP)

“Para mim é impossível contar minha história de vida sem mencionar a FISK, franquia que assumi aos 23 anos.

Desde que tive entendimento de que as pessoas trabalham, vi minha mãe se dedicar à FISK. Isso por volta de 35 anos atrás numa cidade do interior de São Paulo chamada Boituva, local típico de interior, mas que sempre teve ares prósperos.

Quando tive que pensar na minha profissão, optei pela área da educação e me formei em Letras pela USP. Lecionei em uma renomada escola da cidade de São Paulo, concomitantemente dei aulas de inglês na unidade FISK Boituva, aos sábados.

Minha grande paixão sempre foi e é estar dentro da sala de aula! Por essa razão, a FISK me encanta tanto, pois nesta marca encontrei uma franquia focada no pedagógico.

Ao retornar graduada para Boituva, assumi a direção da escola FISK com a missão de formar pessoas com alto nível de fluência nas línguas inglesa e espanhola.

Empreender não é algo fácil, deve ser lapidado. Logo, fui fazer pós-graduação em gestão educacional. O reflexo disso foi dobrar o tamanho da escola! Passamos a ser um prédio de quase 700 m² e muitas centenas de alunos.

Acredito que isso tudo seja resultado de trabalho exaustivo, mas sem deixar de ser prazeroso em momento algum.

Estabelecer metas, compartilhar ideias com a equipe, realizar reuniões pedagógicas, ir para dentro da sala de aula e querer estar em contato com o cliente representam um combo que todo empreendedor da área educacional deve ter em mente”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA FISK, CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Richard Davies Marques Garcia, 31 anos, franqueado Griletto – Betim (MG)

“Administrador de Empresas, com ênfase em Comércio Exterior, desenvolvi bem cedo meu lado empreendedor.

Depois de ter trabalhado em uma multinacional de logística internacional e também ter feito parte de uma trading que trabalhava com importação e exportação, aos 23 anos já visualizei ter o próprio negócio.

E foi depois de retornar de um intercâmbio na Irlanda que comecei a estudar a possibilidade de abrir uma franquia. Aos 24 anos, concretizei o negócio.

A ideia inicial surgiu quando visitou um primo em Vitória-ES, que já estava no segmento de franquias me apresentou suas lojas e o modelo de negócio.

A partir daí, comecei a pesquisar para entender melhor do negócio, tomando como referência marcas já conhecidas e consolidadas no mercado.

Foi assim que cheguei ao meu negócio ideal: o Griletto, maior rede de grelhados do país.

A escolha da marca deu-se em razão da solidez, da visibilidade, dos produtos, além do acesso fácil e direto aos gestores e de todo o suporte aos franqueados.

Contando com o apoio e acompanhamento da minha família em todas as etapas, me tornei um dos mais jovens franqueados da rede.

E não quero parar por aí. Não descarto os planos de expandir meus negócios e investir novamente no segmento de franchising”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA GRILETTO, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para abrir um negócio — Alan da Silva Pereira, 28 anos, franqueado Casa de Bolos – Guarapari (ES)

“Fui gerente de banco por oito anos e estava insatisfeito com meu trabalho, buscando algo para empreender e realizar meu projeto de ter um negócio próprio.

Na instituição que eu trabalhava, tive a oportunidade de conhecer um cliente que era franqueado da Casa de Bolos e que estava muito contente com a franquia.

Foi então que, em dezembro de 2019,  entrei em contato com a franqueadora e gostei da proposta e história da rede.

A Casa de Bolos é uma marca consolidada no mercado, o que me deu segurança para investir o dinheiro que juntei em anos de trabalho e refinanciar meu carro para ter o capital inicial.

Aos 28 anos de idade e apesar das incertezas em relação à economia, tenho boas expectativas porque acredito que o trajeto para o empreendedorismo sempre será o mesmo em qualquer situação ou idade, ou seja, estudo de mercado e planejamento”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA CASA DE BOLOS, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para empreender — Rinaldo Tsuruda, 56 anos, franqueado Park Idiomas – São Paulo (SP)

“Estou na Park Idiomas há oito anos, vim do mundo corporativo, trabalhei em empresas multinacionais por cerca de 24 anos e, quando decidi ter meu próprio negócio, aos 48 anos, escolhi atuar na área da educação porque acredito nela como uma ferramenta transformadora na sociedade.

Meu primeiro contato com a área foi dando aulas de gestão de projetos, onde recebia diversos retornos positivos de alunos, tanto no âmbito pessoal, quanto profissional, por conta das aulas que tiveram.

Atuando com educação e a experiência de vida que tenho, posso dizer que hoje tenho um trabalho missionário: acordar cedo todos os dias e levar aos alunos uma experiência nova, que trará melhores oportunidades, como uma viagem ao exterior, crescimento profissional, enriquecimento cultural etc.”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA PARK IDIOMAS, CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Tânia Capella, 60 anos, sócia e franqueada RE/MAX – São Paulo (SP)

“Ao longo de 17 anos atuando no mercado imobiliário, fui agregando experiência para me tornar franqueada de uma agência da RE/MAX, em São Paulo.

Minha unidade que atende a região da Vila Madalena, na capital paulista, tem cinco anos em operação.

Sempre fui movida por desafios, e ter o próprio negócio me trouxe um novo propósito.

Desde quando iniciei minha trajetória no setor imobiliário, tenho aprendido muito sobre a gestão do negócio e de pessoas”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA REMAX, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para abrir um negócio — Elizabeth Marques Perestrelo, 60 anos, multifranqueada Sterna Café – São Paulo (SP)

“Eu era há 25 anos proprietária de confecção com uma fábrica de jeans, 90 funcionários, três lojas de atacado e quatro de varejo.

Havia me aposentado e estava buscando outro ramo. Em pesquisas, achei interessante o mundo dos cafés e há quatro anos abri minha primeira franquia da Sterna Café.

Acredito que a questão não é a idade pois pelo meu espírito empreendedor achei que este seria um caminho muito interessante a desbravar. Hoje comando duas unidades da rede”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA STERNA CAFÉ, CLIQUE AQUI
 

Melhor idade para empreender — Neusa Maria Rosa, 62 anos, franqueada Anjos Colchões & Sofás – Dourados (MS)

“Depois de trabalhar por 20 anos como representante de vendas da Anjos Colchões & Sofás, decidi que havia chegado o momento de estreitar ainda mais minha relação com a rede e tornar-me uma franqueada.

Junto com meu filho Rafael Rosa (23) que é nutricionista e estava querendo diversificar seu ramo de atuação, resolvemos abrir um negócio próprio.

Une a minha experiência com a jovialidade e dinamismo dele e investimos em uma franquia da rede”. 

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA ANJOS COLCHÕES, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para empreender — Renato Guimarães, 62 anos, multifranqueado Via Certa – Paraguaçu Paulista, Assis, Vinhedo (SP)

“Eu penso que a melhor idade não existe. Todo o pouco tempo que temos nessa vida, senão mantivermos vivos no nosso coração e mente os nossos desejos e sonhos e não buscarmos realizá-los em vão terá sido nossa jornada. 

Estamos na luta, agora passando pela pandemia e lutando contra um mal que não vemos.

Dúvidas se dará certo? Claro que temos, mas sempre firme na certeza de que estamos buscando nossos ideais.

A missão da VIA CERTA é ‘transformar a vida das pessoas através da educação profissional’ e o propósito é ‘compartilhar conhecimentos que promovam a evolução e a prosperidade’.

É nisso que acreditamos. Não há melhor idade.  Existe apenas a nossa melhor escolha”.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA VIA CERTA, CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Hyago Cordeiro, 28 anos, multifranqueado da RoyalFace – Unidades Suzano, Jabaquara (Capital), Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes (SP)

“Sou empreendedor desde os 19 anos. Eu comecei a trabalhar bem cedo (…) e trabalhei quase cinco anos com o objetivo de ser um empresário, franqueado.

Em 2011 surgiu minha primeira unidade em Suzano (São Paulo) em uma rede de franquias que estou até hoje, mas decidi diversificar com a RoyalFace recentemente (no final de 2019) porque acredito muito no negócio e no time formado pela franqueadora.

Atualmente tenho duas unidades inauguradas e mais duas pra inaugurar ainda este ano. Decidi investir mais pois acredito no sucesso desse empreendimento”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA ROYAL FACE, CLIQUE AQUI
 

Melhor idade para abrir um negócio — Ana Carolina Vieira, 24 anos, franqueada da Criamigos – São Luís (MA)

idade certa para empreender

“Eu sempre tive vontade de ter algo próprio, ter a independência, de ser a tomadora de decisão. Também desejava assumir os riscos, adquirir experiência e ter algo que eu construí.

Abri meu primeiro negócio no ano passado e escolhi a rede por conta do encantamento e identificação com a proposta da marca, de levar ludicidade e amor em forma de pelúcia ao mundo.

Antes de empreender eu trabalhava com os meus pais, em uma empresa familiar, no ramo de administração de festas de formatura e foram pioneiros em alguns métodos de administração. Então, eu sempre os tive como exemplo de inovação e empreendedorismo.

Tomar decisão, planejar e assumir risco são coisas que me deixam elétricas. Colher o resultado de tudo isso é fascinante. Além de tudo confortador, pois é fruto total da minha dedicação”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA CRIAMIGOS, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para empreender — Felipe M. Carreiro, 29 anos, franqueado Gigatron Tecnologia – Botucatu (SP)

qual melhor idade para investir

“Eu já trabalhava na área de suporte há 5 anos, porém a empresa não tinha expectativa nenhuma de crescimento, e eu não concordava com as decisões que o chefe tomava.

Por conta disso, vi na franquia a oportunidade de prestar um serviço melhor do que essa empresa e fazer mais pelos meus clientes.

Dei início às atividades no ano de 2014, com 23 anos, onde, dentre diversos diferenciais, tinha um forte, que era o de oferecer um serviço com mais qualidade.

Rapidamente tivemos um crescimento alavancado, fruto de muita dedicação e empenho durante esse processo inicial”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA GIGATRON, CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Marcela Pontes Simões, 28 anos, multifranqueada Petland Jardins e Moema Índios – São Paulo (SP)

“Tenho uma trajetória profissional bem-sucedida. Sou formada em hotelaria, trabalhei durante sete anos na área, onde liderei vários projetos.

Após esta experiência, tive oportunidade de trabalhar no setor financeiro, sendo gerente do Itaú por três anos.

Porém, meu desejo pessoal sempre esteve ‘conectado’ com o mercado pet. Por isso, decidi que estava pronta para empreender numa franquia. 

Durante um ano, pesquisei muito sobre o setor e percebi que ainda é pouco explorado.

E tudo aconteceu muito rápido! Em agosto deste ano, comprei a loja Petland no bairro dos Jardins e, passados dois meses, comprei a loja Petland Moema Índios, ambas na capital paulista.

Por ser meu primeiro negócio, optei por uma rede de franquia com o know-how da Petland, que está me dando todo o suporte na gestão das operações.

Estamos surpresos com os resultados em apenas três meses de funcionamento das lojas, inclusive com aumento no ticket-médio no mês de outubro, que foi de R$ 208,00”.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DA FRANQUIA PETLAND

 

Melhor idade para abrir um negócio — Gabriel Leal de Lima Alves, 29 anos, franqueado Enjoy Inglês Profissionalizante – Porto Alegre (RS)

melhor idade para empreender

“Abri minha franquia há um ano. Percebi que era a melhor hora para empreender por não ter filhos ainda e nem ninguém que dependesse financeiramente de mim, já que minha esposa tem o seu trabalho.

Como não pretendemos ser pais nos próximos cinco anos, tenho tempo para acertar.

Sei que empreender tem risco e momentos que podem ser difíceis, principalmente no começo, mas é o preço a se pagar para ter mais liberdade e autonomia no futuro”. 

PARA SABER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA ENJOY. CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Cristiane Xavier, 47 anos, franqueada Pello Menos – Niterói (RJ)

“Comprar uma franquia aos 30 e poucos anos, aos 31 para ser mais exata, foi uma boa decisão.

Minha intenção era ter algo para a minha segurança financeira, já que eu era executiva de uma grande multinacional e sabia que o mercado pode ser cruel com quem se arrisca a criar um negócio do zero.

Busquei uma franquia completamente diferente da minha área de atuação e formação, algo que eu sabia que estava em crescimento: o mercado de beleza.

Desde este dia não me arrependo. Existem grandes desafios e é claro que é necessário trabalhar duro e se especializar, como em qualquer negócio, mas tem a maior vantagem de todas: uma marca reconhecida.

Isso facilita bastante, já que a marca facilita muito a captação dos clientes, sem falar de toda a estrutura, apoio e experiência do franqueador, que ajudam demais!”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA PELLO MENOS, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para abrir um negócio — Roberto Monaco, 54 anos, franqueado Espetto Carioca – Porto Alegre (RS)

“Inauguramos a primeira unidade em setembro de 2019 e em janeiro de 2021 será a inauguração da terceira loja da rede, já que, fora a unidade em funcionamento, tenho o projeto de dark kitchen, também em POA.

O negócio tem uma proposta bem interessante com um mix que traz opções para refeições e aperitivos, somando-se aos drinks, chopp e cerveja, o que agrega um bom valor e ticket médio melhor.

Oferece uma boa rentabilidade, mas o principal é a sua filosofia arejada e jovial.

A idade permitiu que eu vivesse também outras experiências e que foram fundamentais para eu fazer uma gestão mais eficiente do negócio e também foi determinante para ser mais assertivo na escolha da franquia”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA ESPETTO CARIOCA, CLIQUE AQUI

 

Melhor idade para empreender — Marcio Torezzi, 55 anos, multifranqueado NTW – Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos (SP)

oportunidade para empreender

Não acredito que exista uma idade cronológica com a melhor idade para investir, porque depende do desenvolvimento profissional, espírito empreendedor da pessoa, entre outros.
No caso de abrir uma franquia NTW, a pessoa precisa ser contadora para exercer a função dentro de uma franquia. 

Acredito que a partir dos 23 anos, com o curso superior de contabilidade completo, a pessoa já tem idade para investir em uma franquia e idade limite não existe. 

Eu, por exemplo, fui investir em franquia com mais de 50 anos e diria que foi a melhor experiência que eu tive até hoje, pois foi de sucesso, realização e desenvolvimento profissional.

Então, não depende da idade, mas sim se a pessoa tiver garra, visão de empreendedor e estiver disposto a querer se desenvolver pessoalmente e profissionalmente. Vale a pena investir em uma franquia”. 

Com relação à minha experiência, foi excelente, pois os investimentos que eu realizei já retornaram. Estamos crescendo constantemente, mesmo na pandemia”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA NTW CLIQUE AQUI

 

Idade certa para investir — Rosana Cavalheiro, 66 anos, franqueada Doctor Feet – São Paulo (SP)

“Sou franqueada da rede há 10 anos. Na época, eu precisava trabalhar e chegou a hora de mudar de área, por vários motivos.

Procurei um negócio que eu pudesse tocar sozinha e que estava dentro do valor que eu podia investir.

A minha idade não influenciou diretamente na escolha, na verdade eu estava em busca de uma franquia que desse certo, um negócio que já tivesse um bom mercado, que é o caso da Doctor feet.

Acredito que a franquia é uma boa opção para quem quer investir aos 50 anos, pois apostar em uma marca reconhecida e que tem uma boa estrutura de negócios é fundamental para reduzir os riscos de o negócio fracassar, mas é preciso lembrar que qualquer negócio tem risco e que empreender dá trabalho em qualquer fase da vida”.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA DOCTOR FEET, CLIQUE AQUI

 


 
Veja outros artigos interessantes que irão ajudá-lo a se tornar empreendedor: