Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Domine o mercado, investindo em escolas de idiomas

07/08/2019 | Publieditorial

Escolas de Idiomas Influx

Em um país que não domina uma segunda língua, investir em escolas de idiomas pode ser uma aposta bastante lucrativa

Mesmo diante de uma longa crise econômica, quando o assunto é ensino de idiomas, a procura por escolas e cursos tem aumentado significativamente nos últimos anos.

Segundo um estudo elaborado pela escola suíça EF Education First, o Brasil caiu, no último ano, 12 posições no ranking internacional de domínio da língua inglesa, figurando a categoria de “proficiência baixa” e amargando a 53ª posição em uma lista de 88 países.

Diante da necessidade de um segundo idioma, exigido cada vez mais para melhores colocações no mercado de trabalho, as escolas de inglês aproveitam o momento para crescer e expandir suas fronteiras.

A turbinada na demanda acelerou ofertas das escolas de todo o país.

Mas, apesar do segmento de escolas de idiomas ter tido um bom resultado mesmo durante a crise, não foram todas as redes que cresceram.

Um exemplo de crescimento acima da média foi a rede de escolas de idiomas inFlux, que praticamente dobrou de tamanho de 2014 para cá.

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

O CEO e fundador da franquia, Ricardo Leal, aponta o que para ele foi o grande diferencial para o sucesso das escolas da rede: a qualidade de ensino.

“Não medimos esforços para que nossos alunos alcancem seus objetivos. Além do nosso exclusivo método de ensino, investimos alto no time de consultores e especialistas para atendimento aos franqueados”, destaca o CEO.

“Também buscamos inovar com a inclusão de novas tecnologias como inteligência artificial, reconhecimento de voz e a realidade aumentada em nossa metodologia”,

Com 15 anos de história, a inFlux transformou o mercado de idiomas ao criar uma metodologia de ensino inovadora que entrega mais resultado em menos tempo.

Hoje a marca já tem mais de 150 unidades franqueadas espalhadas pelo país e, até o próximo ano, pretende alavancar mais 15% de franquias.

Com um lucro esperado em 2019 de 30% em relação ao ano anterior, a inFlux prevê um faturamento na ordem de R$ 380 milhões.

Graças a um modelo de negócios sólido e um segmento com alto potencial a ser explorado, a inFlux está entre as maiores e mais reconhecidas franqueadoras do Brasil.

Segundo Ricardo Leal, a rede alcançou esta posição principalmente por se colocar no lugar do franqueado, pensando do jeito que o franqueado pensa.

“Levamos o idioma para quem quer dominar uma segunda língua e entendemos que não podemos fazer isso sozinhos. Precisamos de braços para expandir, por isso acreditamos no formato de franquia que criamos”, ressalta.

O diferencial da inFlux é realmente a força pedagógica da rede.

O ensino do inglês em dois anos e meio é fruto do trabalho em conjunto dos quatro sócios que dirigem hoje as escolas e a rede de franquias.

Com a experiência obtida fora do país, Ricardo Leal, Eduardo Leal, Leonardo Paixão e Paulo Tavares se uniram e formaram um novo método, o que chamam hoje de abordagem comunicativa e abordagem lexical.

Na prática, o aluno aprende gramática, pronúncia e vocabulário de maneira integrada, vivenciando situações reais do dia a dia.

Foi graças a esse diferencial, e uma boa pitada de gestão, que a rede está entre as maiores e mais reconhecidas franqueadoras do Brasil.

Hoje, o investimento necessário para a abrir uma franquia da inFlux gira em torno de R$ 200 mil, além de um capital de giro médio de R$ 50 mil mensais.

O prazo médio de retorno de investimento é de 24 meses.
 

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 


Saiba mais sobre as escolas de idiomas inFlux:

 

Por Publieditorial