Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Setor prospecta mercado Egípcio

05/01/2010

Missão de Prospecção Etapa do Egito (de 15 à 20/12/09)

Há muito mais no Egito do que só história! Um país com uma população de mais de 83 milhões de habitantes e que recebe anualmente 9 milhões de turistas se destaca também pelas oportunidades que uma região em franco desenvolvimento oferece. E foi com este espírito investigativo que deu-se início à  2ª etapa da missão de prospecção do projeto ABF e APEX-Brasil de exportação de franquias brasileiras.

Os representantes da entidade Ricardo Camargo e Rogério Feijó, acompanhados do diretor da rede Pão de Queijo Minas Brasil, Mauro Trivelato, participaram de uma produtiva agenda composta por encontros com autoridades do governo egípcio, empresários do setor de franquias e shoppings centers e representantes da Associação Egípcia de Franquias – EFDA. Estes encontros foram complementados por visitas técnicas a destacados empreendimentos nas cidades do Cairo e Luxor.

A primeira reunião ocorreu com o Ministro Egípcio e Diretor Executivo do Fundo Social para Desenvolvimento, Hany Seif El Nars, que demonstrou grande interesse em promover o intercâmbio com o franchising brasileiro. O governo local reconhece o sistema de franquia como de suma importância para o desenvolvimento econômico e social do país através do apoio às pequenas e médias empresas, pois acredita que este modelo de negócio alimenta a economia, gera emprego e promove a capacitação da população.

Como resultado deste encontro será firmado um acordo de cooperação técnica, onde será promovida a troca de informações e experiências, além de uma aproximação  com órgãos governamentais brasileiros, como o SEBRAE e a APEX-Brasil.

Ricardo Camargo fez  um convite ao ministro para participar da próxima edição da ABF Franchising Expo. Hany agradeceu o convite e garantiu que enviará uma delegação oficial que contará com a presença de dirigentes da EFDA.

Na sequência o grupo foi recebido pelos representantes do Fundo Social para Desenvolvimento, Raafat Abbas Shehata, Essam Al-Quorashy e Magdy M. Moussa, que apresentaram os projetos da entidade desenvolvidos para o sistema de franquias do país. Dentre as atividades promovidas, destacam-se os programas para financiamento de franquias com taxas atrativas, 5 anos de isenção de impostos e facilitação no registro de marcas , além da criação de empregos e o desenvolvimento técnico dos conceitos de negócios, a fim de ampliar o portfólio de oportunidades de franquias.

Outra reunião importante realizada durante a missão foi com o Secretário Geral da Associação Egípcia de Franchising (EFDA), Hussein Aboul Fath, que também é diretor de um dos maiores grupos de varejo   da região, que inclui operações de franquias e cuja holding controla mais de 600 lojas, sendo 68 no Egito. O encontro permitiu entender como funciona o varejo no país, a burocracia, normas, leis e benefícios fiscais oferecidos. Da mesma forma a entidade egípcia colocou-se a disposição para auxiliar a entrada de redes brasileiras nos países árabes.

Atualmente a Associação Egípcia realiza um importante trabalho de difusão dos conceitos do franchising na região do Norte da África e nos países Árabes, facilitando a entrada de novas empresas franqueadoras nestes mercados, sendo elas locais ou estrangeiras.

A delegação brasileira também se reuniu com Elhamy El-kerdany e Sherie El.Beltagy, dirigentes do mais importante grupo empreendedor de shopping centers da região, que opera 13 centros comerciais. O mais destacado é o  Shopping Citystars, localizado no Cairo, considerado o maior da África e um dos maiores da região árabe. Esse shopping conta com 643 lojas e mais de 150.000 m² de área, oferecendo um amplo mix de lojas das mais importantes redes nacionais e internacionais, com destaque para as grifes européias e entretenimento. Este contato permitiu conhecer a qualidade das operações e a política de negociação dos espaços comerciais. Como destaque, neste shopping encontra-se uma operação da Via Uno, rede brasileira de calçados e acessórios femininos.

A agenda foi concluída no encontro com um dos principais franqueadores da região, Mohammad Momen, do Mo`men Group, que representa as redes de franquias Mo`men Restaurants, Three Chefs, Planet Africa e Pizza King, do segmento de alimentação. Suas operações estão presentes nas principais cidades do Egito, com destaque para a Planet Africa, rede de restaurantes tipo casual dining, que oferece uma excelente refeição num ambiente temático.

MERCADO

Conhecido pelo seu passado de cultura milenar, o Egito destaca-se por ser um ponto estratégico de ligação, isto é um hub, com os países do Norte da África e demais países Árabes do Oriente Médio, principalmente pela construção do Canal de Suez, importante por ligar o Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho, facilitando o fluxo do transporte marítimo entre a Ásia, África e Europa.

O país tem a maior população da região árabe, com 76,5 milhões de habitantes, e o segundo maior PIB, ficando atrás somente da Arábia Saudita. Sua capital é o Cairo, onde há uma grande circulação de bens e serviços, com 50% dos shopping centers do Egito, e a maior concentração habitacional da região.

O diferencial de Cairo é o grande potencial de consumo com um comércio de rua muito forte, embora arcaico e sem organização. Outro ponto a ser considerado é que a capital carece de desenvolvimento em infraestrutura, principalmente na malha viária, transporte público e saneamento básico.

Outras cidades importantes são Alexandria, Giza e Luxor, conhecidas por suas atratividades turísticas e culturais.

O franchising local se caracteriza pela forte presença de Másteres Franqueadores, sendo predominantemente cadeias americanas, que as seguem como modelo de padrão de consumo, conforme os demais países da região.

O Egito conta hoje com 360 redes de franquias, sendo 47% delas de origem nacional. O setor no país gera um faturamento de US$ 1,83 bilhões e é responsável pela criação de mais de 500.000 empregos diretos e indiretos. Além disso, o país conta com uma significante parcela da população, cerca de 16%, pertencente às classes `A, B e C1`, consumidores que detêm de uma renda mensal média de US$ 3.500.

No geral, o Egito é visto como um excelente mercado, considerando a carência de opções em negócios e serviços e também por conta da baixa concorrência.

Diferentemente da Turquia, a aceitação de outras religiões não muçulmanas é maior, sendo 9% da população católica-ortodoxa. Além disso, notou-se que no Egito a compreensão do idioma inglês é mais comum entre os empresários locais.

A ABF disponibiliza em sua sede, para consulta dos associados e estudantes, os estudos e materiais produzidos nas missões. Basta entrar em contato e agendar uma hora com o Rodrigo Faria pelo telefone (11) 3020-8828 ou e-mail: [email protected].

A próxima etapa do 3º Projeto de Internacionalização de Franquias promovido pela ABF em parceria com a Apex-Brasil ocorrerá de 15 a 17 em janeiro, em Miami. O Pavilhão Brasil, formado pelas empresas Bob`s, Emagrecentro, Pão de Queijo Minas Brasil, Grupo Zaiom e Global Franchise, participará da Franchise Expo South, a mais importante feira de franquias dos Estados Unidos e que atrai investidores do país, além do Canadá, México, América Central e Caribe.

Clique aqui e confira como foi a missão do projeto na Turquia, em Istambul de 07 à 14 de dezembro de 2009.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS