var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Maple Bear deve chegar a quase 200 escolas em operação em 2021
Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Maple Bear deve chegar a quase 200 escolas em operação em 2021


17/06/2021


  • Para se adaptar ao novo ambiente, Maple Bear digitalizou didática e processos, investindo também em atividades inovadoras para garantir o engajamento dos alunos
  • Neste ano, rede pretende consolidar também o High School (Ensino Médio) com mais alunos chegando a este ciclo

 

A Maple Bear, rede de escolas bilíngues por imersão com metodologia canadense, fechou 2020 com 21 inaugurações em todo o País, totalizando uma rede de 159 escolas ativas. Em 2021, a rede irá inaugurar mais 41 escolas, chegando a quase 200 operações em território brasileiro. Agora, a Maple Bear está presente nos 27 Estados da Federação e no Distrito Federal. Com isso, o número de alunos matriculados passou de 23,5 mil em 2019 para 25,5 mil em 2020 e deve se aproximar dos 30 mil ao final de 2021.

“Para o mercado, de forma geral, 2020 foi um ano desafiador. Mas também repleto de oportunidades. Ao estruturarmos uma estratégia consistente, que envolveu a migração das atividades para o ambiente digital, com forte investimento na capacitação do corpo docente e no apoio às famílias, além da implementação de protocolos sanitários consistentes nas escolas, pudemos garantir a efetividade do ensino em todos os ciclos. A solidez da metodologia canadense, umas das melhores do mundo, e a força das práticas educacionais – um modelo em que os alunos são protagonistas de seu aprendizado – nos permitiram sustentar o crescimento das escolas e da rede, inclusive com a assinatura de 48 novos contratos”, afirma Vitor Schmid, diretor geral da Maple Bear para a América Latina.

Em paralelo à difusão do modelo Maple Bear pelo Brasil, a adaptação das escolas à pandemia demandou investimento e inovação. Além da ampla utilização da Digital Learning Community, algumas escolas realizaram aulas de yoga, meditação, música, tecnologia e até atividades lúdico/educativas envolvendo inteligência artificial ao longo do ano. A rede promoveu lives nas redes sociais com temas para pais e alunos, tanto relativos ao ensino à distância, como educacionais e de entretenimento educativo em casa. Foram realizadas ainda conversas online entre alunos brasileiros e colegas da Maple Bear do Canadá e de outros países, como a Coréia do Sul, a fim de trocar experiências sobre a cultura local e os impactos da pandemia.

“A programação das lives incluiu a participação de especialistas canadenses com dicas de como os pais poderiam acompanhar o aprendizado de seus filhos e a lidar com este momento de incertezas, aspectos bastante valorizados pela comunidade escolar”, completa Vitor Schmid. Para os alunos do High School (Ensino Médio) e dos últimos anos do Ensino Fundamental, a rede promoveu um programa de cultura empreendedora que auxiliou grupos de alunos a planejarem uma startup real e realizará, em breve, um torneio de e-sports, levando aos alunos ainda mais oportunidades de engajamento com a Maple Bear.

A consolidação do High School, inclusive, é outro objetivo importante da Maple Bear em 2021. Quatro escolas da rede ofertam este ciclo, sendo que neste ano haverá mais turmas e alunos. “No ano passado, realizamos, no Brasil, a formatura da primeira turma do terceiro ano no Ensino Médio da Maple Bear no mundo, um verdadeiro marco em nossa história. Agora, conseguiremos levar nossa proposta a um público ainda maior. Nosso ensino médio, além de manter o foco na observação, resolução de problemas e tomada de decisões, agrega iniciativas como o planejamento universitário, aconselhamento para ingresso em universidades canadenses e um portfólio digital que prepara os alunos para a vida e a carreira, sejam elas no Brasil ou no exterior”, explica o diretor da Maple Bear Latam.

Suportando todas essas iniciativas, a rede Maple Bear digitalizou muitos processos relativos ao suporte às operações locais e suas lideranças e à abertura de escolas, ampliando e intensificando o já consagrado modelo de formação de professores e profissionais das escolas por especialistas canadenses.

Para empreendedores interessados, a rede ainda oferece oportunidades para abrir uma Maple Bear em 52 praças em todas as regiões do país, especialmente em cidades com cerca de 100 mil habitantes. “Apesar do cenário econômico decorrente da pandemia, recebemos muitos interessados em abrir uma escola Maple Bear. Isso porque, mais do que nunca, ficou clara a importância da educação no geral e do ensino básico especificamente. Trata-se de um item essencial para a vida das famílias. Além disso, nossos parceiros locais têm receita recorrente e longo relacionamento com as famílias. Se unindo à Maple Bear, eles têm acesso a um pacote completo e já testado, obtendo também benefícios como ganho de escala, ações conjuntas de comunicação e uma marca reconhecida nacional e internacionalmente”, finaliza Vitor Schmid.

NOTÍCIAS RELACIONADAS