Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

GSPP participa da ABF Franchising Expo 2019

10/06/2019

Modelos enxutos, interiorização das redes e avanços tecnológicos são algumas das tendências que a consultoria enxerga no segmento para 2019 e 2020

O Grupo Soares Pereira & Papera (GSPP), consultoria especializada no segmento de franquias, participa da edição 2019 da ABF Franchising Expo, maior feira do segmento da América Latina, que acontece de 26 a 29 de junho, no Expo Center Norte. Em seu stand, a empresa apresenta aos participantes informações sobre seus serviços de Formatação, Comercialização, Gestão de Franquias e Consultoria Empresarial, além de mostrar algumas das marcas atendidas pelo Grupo, como Jacques Janine, Giraffas, Academia Team Nogueira, Dominó’s, Espetto Carioca, etc.

O franchising é um dos setores que ano após ano continua figurando entre os que mais crescem e, em 2019 e 2020 não será diferente. Elas ainda são, de longe, um ótimo tipo de investimento, ainda mais para quem está querendo tirar do papel a ideia de ter o próprio negócio — só neste primeiro trimestre de 2019, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias cresceu 7% em relação ao ano passado. Em números, isso equivale a um faturamento de mais de 41,464 bilhões.

Apesar de 2019 já estar chegando na metade, as tendências em franchising nunca param, pelo contrário, continuam a movimentar o mercado e mostrar que modernidade é palavra de ordem a partir de agora. E então, o que realmente vale a pena apostar e esperar do setor? Para a consultora Mércia Machado Vergili, da GSPP Consultoria, “existem, no entanto, práticas que sairão do papel com mais rapidez e ganham força com a nossa economia ainda caminhando. São ideias muito boas e que estão totalmente inseridas no atual contexto em que vive o Brasil, e elas devem ser grandes apostas, como já é até mesmo possível observar em diversas regiões”, comenta. Entre essas ideias estão:

  1. Presença digital

Segundo números do próprio Facebook, os brasileiros são um mercado globalmente conhecido pela presença no mundo digital, ainda mais quando falamos em número de usuários de aplicativos como WhatsApp (com mais de 120 milhões de usuários no Brasil) e plataformas como o Facebook (com quase 200 milhões apenas no nosso país). É inegável que quem tem um negócio precisa estar onde os clientes estão. E eles estão no mundo virtual tão quanto ou mais que no mundo real.

Não à toa, pela primeira vez a ABF também começou a monitorar números referentes a presença digital das marcas, como por meio de e-commerce com participação de mais de 60% dos franqueados. Por isso, uma das grandes apostas para as franquias é, sem dúvidas, entrar 100% em plataformas digitais e consolidar facilidades como e-commerce, aplicativos, SAC 3.0 e até mesmo investimento em chatbots. Quanto mais presente e online o franqueado estiver, mais chances ele terá de fidelizar clientes e aumentar seus lucros.

  1. Investimento em modelos mais em conta

Os novos empreendedores acompanham cada vez mais os rumos da economia brasileira e global. Por isso, muitas vezes iniciam investindo em modelos mais econômicos, principalmente com investimento menor e mais barato de franquia.

Seguindo essa linha, segundo o mais recente levantamento da ABF, ganham destaque as chamadas microfranquias, redes com investimento até R$ 90 mil, que cresceram 8% no ano passado, chegando a 589 marcas entre puras (somente com o modelo enxuto) ou mistas (com mais de um modelo de operação).  Entre elas, negócios como os home based (com crescimento de 6%), virtual (1%), quiosques (7% de aumento) e os containers (que entram no segmento lojas de rua, com aumento de 66%), que são os que mais estão crescendo.

  1. Interiorização das redes de franquias

Desafogar um pouco as grandes zonas urbanas do Brasil. Interiorizar redes é outra grande aposta para agora. Tudo por conta da saturação em cidades maiores e mais populosas, que já tem muitas opções de negócios e serviços e, ao mesmo tempo, estão com alta concorrência. Além disso, em cidades maiores também se aumenta o valor de investimento.

Portanto, uma ótima solução é apostar em cidades menores, do interior brasileiro, que ainda carecem de muitos serviços. Isso significa uma oportunidade excelente para abertura de um novo negócio, que também poderá começar com um menor investimento e maior destaque na região. E os dados deixam isso claro, segundo a entidade as marcas de franquias já estão em mais de 42% de todo o território brasileiro.

  1. Internacionalização

Ainda segundo a ABF, o ano passado foi muito positivo para esse movimento de internacionalização de marcas brasileiras. Em parceria com a Apex-Brasil, atualmente cerca de 114 países – em 2017 eram em 100 países – contam com unidades nacionais. Entre as que mais chamam a atenção estão Estados Unidos (59 redes), Portugal (34 redes) e Paraguai (32 redes).

O perfil do empreendedor – Mulheres em alta

O setor de franchising no Brasil também acompanha uma tendência mundial: as mulheres estão tomando a frente das franquias. Hoje, por exemplo, elas já atuam em mais de 50% do número de franqueados no país e tem algo interessante em comum: gostam e preferem estar bem próximas do negócio, atuando ativamente no trabalho, não somente na parte gerencial, com o perfil mais de franqueada com a mão na massa. Ao contrário do público masculino, que está mais para investir, como franqueador.

Segundo a pesquisa Liderança Feminina no Franchising, da ABF, o poder feminino realmente está em alta e mostra que em 2019 isso tende a continuar. Atualmente, elas estão em cargos importantes em mais de 12% do total das franquias, e exercem também um poder na economia final: com elas a frente, as franquias faturam cerca de 34% a mais.

Serviço – ABF Franchising Expo

Data/Horário:
Dia 26/06 a 28/06 – 13h às 21h
Dia 29/06 – 11h30 às 18h30
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
Stand: Rua I – Nº 203

NOTÍCIAS RELACIONADAS