Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Franquia atrai cada vez mais empreendedores jovens

15/05/2014

A ousadia e a criatividade estimulam cada vez mais o empreendedorismo entre jovens no Brasil. Conforme o SEBRAE, abrir o próprio negócio é o desejo de 50% dos universitários brasileiros e as franquias estão entre os modelos que mais atraem a atenção de empreendedores, entre 18 e 30 anos. De acordo com dados divulgados pela consultoria Rizzo Franchise, o número de empreendedores que abriram franquias, dentro dessa faixa etária, cresceu 21,4%, entre 2010 e 2012, subindo de 32.649 para 39.629 pessoas.

São pessoas com um bom nível de formação e histórico de empreendedorismo na família. Muitas vezes os pais são empresários com negócios já consolidados. “É um jovem que quer empreender, mas ainda não tem experiência no mundo organizacional. Por outro lado, esbanja ousadia, casando perfeitamente com o modelo de negócios da franquia”, pondera o especialista em franchising e diretor da Anewton Franchising Lucien Newton.

A franquia será uma alternativa ao primeiro emprego, promovendo a segurança para atuar em uma área que o jovem nunca viu de perto. Pode ser mais segura e consequentemente mais atrativa para os empreendedores de primeira viagem. “Franquias mais dinâmicas como alimentação, ligadas à tecnologia e ao varejo, em geral, são as preferidas desse público”, afirma.

O empresário mineiro Lucas Toledo é um exemplo. Tem 25 anos e já está à frente de uma franquia imobiliária, a unidade RE/MAX Futuro. “O modelo de franquia é interessante, porque já vem com suporte e um processo respaldado pelo mercado. É uma escolha segura, mas requer cuidados, como a procura por marcas conhecidas e de renome, com presença de mercado. No meu caso, optei por uma rede com 40 anos de atuação no mercado imobiliário internacional. Isso me deu muito mais segurança e tranquilidade para investir”, afirma. 

Outro exemplo é o do português Diogo Catarino, 27 anos que, veio a Belo Horizonte para novas oportunidades de trabalho e carreira, percebendo na franquia uma chance de crescimento. “O mercado de construção civil no Brasil tem diversos incentivos e ainda há um grande déficit habitacional. A situação me motivou a escolher essa área para atuar. Elegi o modelo de franquia, porque tudo está pronto, padronizado e tenho apenas que conduzir”, ressalta o proprietário da unidade RE/MAX Diamond, em Lagoa Santa.

O diretor de expansão da RE/MAX Minas Gerais Nuno Venceslau explica que a presença de jovens na rede é crescente e que ainda há a possibilidade de atuação como corretor associado da marca, o que pode ajudar os empreendedores a acumularem capital ideal para adquirirem sua própria unidade.

Juntando o amor pela profissão e o empreendedorismo, as irmãs Laura de Carvalho Teodoro, 28 anos e, Eliza Batista de Carvalho Dornas, 32, abriram uma franquia do Number One, no bairro Copacabana – Belo Horizonte, em junho deste ano. Elas acreditam que o ensino de inglês é uma constante demanda.

Laura conta que, como já conhecia o método de ensino e sua eficácia, decidiu investir na marca. “Nós trabalhamos no Number One como professoras durante anos e isso influenciou a decisão em abrir a franquia de uma marca forte e reconhecida pelo mercado. A opção pela franquia se deve ao suporte do franqueador em tudo, pois, sem isso, provavelmente, não daríamos conta, já que não temos experiência administrativa e financeira, por exemplo. Independentemente de sermos jovens, abrir uma empresa é um desafio. O apoio do franqueador contou bastante nessa decisão”, assegura. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS