var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Dia das mães: conheça mulheres que investiram no franchising
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Dia das Mães: Conheça 6 histórias de mães que investiram no franchising


07/05/2021


dia das mães no franchising

Dia das mães: Em busca de maior versatilidade de tempo para ficar com os filhos e de melhores ganhos financeiros, essas mulheres investiram no franchising e se tornaram donas do próprio negócio

Muitos motivos levam uma pessoa a empreender. Mas para uma mãe, existe sempre uma razão especial: ter maior versatilidade para conviver com  com seu filho.  Assim, embora muitas vezes a empreendedora trabalhe mais, ela também tem maior controle do próprio tempo, e consegue desfrutar de momentos preciosos em família.

Confira abaixo a história de seis mães que encontraram no franchising não apenas uma maneira para ser dona do próprio negócio, mas também a forma ideal de exercer a maternidade:
 

Viviane Danetto – Center Panos

Viviane Danetto sempre trabalhou como economista. No entanto, com a chegada da filha, Caroline, ela e o marido, o bancário  Wilson Danetto, começaram a buscar uma maneira de ter maior qualidade de vida e tempo disponível para a pequena. A solução que encontraram foi apostar em um negócio próprio. A ideia de investir em uma franquia nunca fez os olhos do casal brilharem, porém, em uma conversa informal com um amigo e cliente de Wilson, conheceram a Center Panos, maior rede de franquias de artesanato do país, e passaram a ver outras vantagens no negócio.

“Investir em artesanato era uma mudança e tanto, mas eu também acreditava que era uma área agradável para se trabalhar. Além disso, vi uma oportunidade para inserir meu sobrinho e filho de coração, Edson Montoro Júnior, no mercado de trabalho”, comenta Viviane, franqueada da Center Panos de Araçatuba, interior de São Paulo.

Desse modo, Viviane inaugurou sua franquia em 2019 e colocou Edson na gerência e no setor financeiro da loja.  A parceria e o novo negócio deram tão certo que hoje,  além de ter mais tempo para a filha, o casal Danetto já possui planos de ainda esse ano abrir uma segunda unidade da Center Panos no interior de São Paulo.

Para saber mais sobre a franquia Center Panos, clique aqui.
 

Karina Pelin Verchai – Super Estágios e Conta 4U

Empreender sempre foi um grande sonho na vida da contadora Karina Pelin Verchai, porém foi somente após o nascimento da sua filha, Sarah, que ela decidiu transformar o sonho em realidade. Devido à estrutura e o suporte que o franchising oferece, a contadora se interessou pelo modelo de negócio.

Hoje, é dona de duas franquias em Santa Catarina. Uma de estágios, a Super Estágios, e outra de contabilidade digital na modalidade home office, a Conta 4U, que leva para PMEs e autônomos uma plataforma com inteligência artificial para realizar toda a contabilidade da empresa. Como o franqueado foca apenas na prospecção de novos clientes, toda essa versatilidade permite a Karina ficar próxima da sua filha sem atrapalhar os negócios.

“Mesmo com duas franquias consegui o meu maior objetivo, que é passar mais tempo com a minha filha. Paralelamente, também tenho a satisfação de colaborar com o crescimento de outros negócios, seja no setor contábil ou com a inserção de estagiários na empresa. Amo ser mãe e estou muito feliz com as franquias que adquiri”, comenta.

Segundo Karina, em comparação com o regime CLT, as franquias foram a melhor solução tanto para sua vida financeira quanto para a disponibilidade de tempo que gostaria de ter com sua filha. E no mês de maio, Karina já se prepara para inaugurar sua terceira franquia, da rede Super Aprendiz.

Para saber mais sobre a franquia Super Estágios, clique aqui. Clique aqui para saber sobre a franquia Conta 4U.
 


Manuela Penna – Depyl Action

Mãe e empreendedora, Manuela Penna, 33, sempre quis ter um negócio próprio e inaugurou em plena pandemia sua unidade da Depyl Action, rede de franquias especializada no cuidado da pele e do pelo.

Em busca de independência financeira, saiu de Salvador e foi para São Paulo, onde conseguiu conquistar seu sonho com a amiga e sócia, Jaqueline Paiva, ao abrir uma unidade da Depyl Action no bairro dos Jardins.

Apesar do momento difícil, o local atende cerca de 400 pessoas por mês mesmo em meio à pandemia, e Manuela, além de administrar a loja, mantém sua rotina de mãe e esposa.

Mãe de um menino de 4 anos, Manuela conta que, durante o período de isolamento social mais rígido, todos ficaram em casa e o pequeno acabou exigindo mais atenção.

Agora que as atividades escolares voltaram, ela ainda se divide para buscar e levar o filho na escola, preparar o lanche, ajudar nas atividades, entre outras coisas. Na gestão do negócio, Manuela conta com o apoio de sua sócia e também do restante da equipe.

Para ela, ser mãe traz uma visão mais humanizada e acolhedora que ajuda na organização da vida e, principalmente, do seu negócio, onde o contato próximo com o cliente é indispensável.

A empreendedora acrescenta ainda que o fato de ser mãe e gerir um negócio cujo serviço é executado exclusivamente por mulheres cria uma atmosfera mais empática, pois ela consegue sempre se colocar no lugar das colaboradoras que também têm demandas maternas.

O investimento inicial para uma franquia da Depyl Action é a partir de R$340 mil, com prazo médio de retorno de 24 a 48 meses e faturamento médio de R$100 mil.

Clique aqui para saber sobre a franquia Depyl Action.
 


Marcia Gomes –  Mineiro Delivery

Aos 42 anos, Marcia Gomes é a prova viva de que o lugar da mulher é onde ela quiser – inclusive no comando de uma unidade de sucesso da Mineiro Delivery. Depois de viajar por todo o Brasil e por diversos países como comissária de bordo por 15 anos, Maria procurou nas franquias estabilidade, pois queria constituir sua família e acompanhar o crescimento do seu filho.

 “Eu estava constituindo a minha família, meu filho tinha apenas dois anos e eu viajava muito. Então, decidi parar e procurar uma franquia para acompanhar ele de perto. No meu caso, abrir uma empresa significou poder voltar para casa todos os dias, educá-lo de forma mais próxima e vê-lo crescer”, afirma a empreendedora.

Ser empresária e mãe não é sinônimo de que você trabalha menos.

“Desde o momento em que abri a minha franquia, eu tive a flexibilidade de cuidar do meu filho mais de perto, mas tem momentos que eu levo o trabalho pra casa e ele acaba acompanhando um pouco de como é minha rotina”, explica.

Conciliar duas responsabilidades tão importantes na vida gera uma pressão a mais.

“Quando você tem seu próprio negócio, o seu esforço tem que ser em dobro para dar certo, pois o desejo de meu filho me ver como inspiração é muito grande, então acaba sendo um investimento em dois sonhos” afirma Marcia.

Para saber mais sobre a franquia Mineiro Delivery, clique aqui.

 

Janaína Ferreira Ramos – GOU Odonto

A decisão de Janaína Ramos de abrir uma franquia está totalmente alinhada com o fato de ser mãe. Além de realizar o sonho de ter o seu próprio negócio, a sua unidade da GOU Odonto foi pensada e planejada para dar um futuro melhor para seu filho, o pequeno Heitor.

 “O meu foco, hoje, se chama Heitor. Eu prezo muito pelo bom atendimento e pela qualidade na prestação do serviço por conta do meu filho. O que me motiva a trabalhar todos os dias é ele”, explica a empresária.

Janaína afirma que a franquia já está dando bons frutos para a vida do pequeno. Atualmente, a empreendedora guarda dinheiro para custear uma futura faculdade para Heitor.

“Ver o sorriso do meu filho e saber que estou podendo dar tudo isso para ele não tem preço”, finaliza.

Para saber mais sobre a franquia GOU Odonto, clique aqui.
 


Nayra Rodrigues – Times Idiomas

Nayra Rodrigues, de 33 anos, começou a empreender há sete por necessidade, mas acabou descobrindo sua vocação e permaneceu no ramo dos negócios por amor. Para ela, ser franqueada da Times Idiomas é um marco em sua trajetória, principalmente porque, quando começou, tinha um filho e muitos sonhos a serem levados em conta.

“Ser mãe e empreendedora tem seus pontos positivos. Eu consigo acompanhar melhor o crescimento do meu filho, deixar ele no meu local de trabalho, levar e trazer da escola e proporcionar uma série de bons momentos”, ressalta.

No dia a dia, ela se depara com uma série de desafios pelo fato de ser mulher, empreendedora e LGBT, mas acredita que o fato de encará-los de frente faz dela uma inspiração para outras mães.

“Na minha rotina eu já sei que tenho que enfrentar um gigante por dia. No Brasil, só por ser mulher você já carrega uma responsabilidade gigantesca. É necessário ter muita perseverança. Por isso, considero extremamente importante dizer que ninguém consegue ser perfeito em tudo, a todo momento. Tem hora que você pensa que não vai dar conta, mas no fim sempre dá. O fato de eu contar com o apoio da minha mãe e da minha namorada em muitos momentos é um ponto importante para que eu consiga lidar com tudo”, destaca a empreendedora.

Para Nayra ser mãe é um constante aprendizado, ajudando inclusive em aspectos profissionais, como ser paciente e tolerante, estar aberta a ouvir mais e, claro, a fazer várias coisas ao mesmo tempo.

“Quando você é mãe e ocupa o lugar que você quer, seja ele de empreendedora, de motorista ou de dona de casa, é uma prova muito especial de que, independentemente de qualquer coisa, sua capacidade é muito grande”, finaliza.

Para saber mais sobre a franquia Times Idiomas, clique aqui.
 
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS