Rede de lanchonetes temáticas de selva fatura R$ 150 milhões
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca
rede de lanchonetes temática

Empreendedor cria rede de lanchonetes temáticas de selva e fatura R$ 150 milhões

19/07/2022

A gastronomia e o empreendedorismo correm nas veias de Ari Andrade da Silva, sócio fundador da Mundo Animal, rede de lanchonetes temática.

Seu pai era dono de um restaurante que servia frutos do mar, em Capão da Canoa, litoral norte do Rio Grande do Sul.

Em 2002, Valdir faleceu e o filho assumiu o negócio da família.

“Fiquei cerca de 9 anos à frente do restaurante.

No começo era legal, funcionava bem, mas nunca foi um grande sucesso.

Depois de um tempo, o estabelecimento já não estava indo muito bem, estávamos quebrando.

Foi quando decidi sair do negócio familiar e abrir meu próprio restaurante”, relembra.

Em 2011, Ari abriu o que seria o início de um grande império: a Mundo Animal Lanches, como a lanchonete era chamada no início.

“Eu não tinha nem a fachada, abri apenas com o cardápio.

Mas o local já tinha essa temática lúdica da selva e todas as opções de comida tinham nomes associados a animais”, comenta.

O sucesso foi instantâneo.

No segundo dia de funcionamento já havia fila de espera, cenário que se repetiu durante três anos.

“Todos os dias tínhamos pessoas do lado de fora esperando, o que foi muito bom para o marketing espontâneo.

Quem passava por lá e via a fila, ficava curioso em conhecer o restaurante também. Isso só fez inflar a nossa lista de espera”.

A PERDA DE UM FILHO, A QUASE DESISTÊNCIA DE TUDO E A RENOVAÇÃO DA FÉ

Um ano após a abertura do restaurante, Ari recebeu a notícia que iria se tornar pai.

“Quando fiquei sabendo, fiquei extremamente feliz.

Mas com 4 meses de gestação, descobrimos que nosso filho tinha um problema cardíaco.

Ficamos apreensivos, mas sempre tivemos muita fé.

Colocamos nas mãos Dele”.

9 meses após o nascimento, o pequeno Henry Ary precisou passar por uma cirurgia de correção e não resistiu.

“Foi o momento mais sombrio das nossas vidas.

Ali eu coloquei tudo a prova, inclusive minha fé. Foi difícil entender a vontade de Deus”, conta.

Nesta época, o empresário pensou em desistir dos negócios, mas logo em seguida sua esposa engravidou novamente e ele precisava trabalhar para sustentar a família.

“Entender o tempo de Deus é algo muito difícil, mas aos poucos fomos voltando a acreditar na palavra”, comenta Ari, que hoje tem mais 3 filhos.

Neste período começaram a aparecer pessoas interessadas em franquear a Mundo Animal Lanches; foi quando a marca entrou no processo de licenciamento.

“A primeira licença não deu certo e veio uma nova frustração na minha vida. Mas eu entendi que era preciso persistir e as coisas foram fluindo”, conta.

A persistência deu certo.

Em 2018, já eram 12 unidades licenciadas, localizadas no interior do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina; além disso, a rede de lanchonetes ganhou dois sócios, Marcos Gundel e Jian Lorenzetti.

MUNDO ANIMAL BRASIL A FORA

No mesmo ano, os sócios fundaram a M&A Franchising iniciando o processo no mercado de franquias e trazendo mudanças para a rede.

A palavra “Lanche” foi retirada do nome e a marca passou a se chamar Mundo Animal Lanchonete Temática; houve reformulação da identidade visual; as unidades ganharam uma nova decoração ainda mais inspirada na selva; e a maior mudança de todas, a rede ganhou um mascote exclusivo: o leão Leonel.

Duas vezes por noite, o rei da selva faz uma entrada triunfal quando as luzes se apagam e, junto com os colaboradores da unidade, apresenta um show contagiante.

Todas essas mudanças foram apresentadas na primeira unidade franqueada, em 2019, em Florianópolis.

“De lá pra cá o crescimento aconteceu de forma muito tranquila. A marca passou a se vender sozinha”, comenta Ari.

“Nosso valor familiar foi fundamental para esse processo rápido e grandioso de expansão”, complementa.

A chegada da pandemia não esfriou os planos de expansão.

“Tivemos que adiar as inaugurações e fechamos apenas uma franquia, que já não estava indo bem.

Em 2021 conseguimos dar continuidade no nosso trabalho e abrimos diversas unidades”.

Hoje já são 55 lanchonetes em funcionamento e mais 90 que devem inaugurar até o final de 2023, gerando um faturamento de R$400 milhões ao ano.

Até 2023 a marca deve alcançar o número de 140 estabelecimentos em funcionamento.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!