Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Da clínica de recuperação para um negócio de 30 milhões de reais

16/12/2019

Denis e Osvaldo, criaram um negócio de 30 milhões

Conheça a história de superação e sucesso dos fundadores da única rede de ensino de inglês profissionalizante do Brasil, que atende cerca de 17 mil jovens das classes C e D por mês

Um com 26, o outro com 28. Essas eram as idades de Denis Sá e Oswaldo Segantim, respectivamente, em 2001, quando se conheceram em uma clínica de recuperação para dependentes químicos na cidade de Suzano, na Grande SP.

Segantim já era voluntário, após duas passagens anteriores pelo espaço, enquanto Sá estava em seu primeiro – e certeiro – tratamento.

“De cara, eu quis ‘colar’ no Oswaldo”, conta Sá.

“Ele estava realmente disposto a transformar sua vida, e eu pensei comigo: ‘estou junto’.

Acho que ele ponderou: ‘esse cara tem história para contar e também está querendo mudar de vida’”, complementa.

Ali nascia uma verdadeira amizade que, em pouco tempo, culminou na sociedade empresarial que hoje leva o nome de Enjoy Inglês Profissionalizante, uma rede de escolas que chegou a 58 unidades em novembro de 2019 e movimentou mais de 23 milhões de reais no último ano – com previsão de ultrapassar os 30 milhões de reais em 2019.

 

O encontro que gerou frutos

Em 2001, Denis Sá já carregava na mochila a experiência de ter sido empresário.

“Eu já tinha tido uma rede de escolas de informática no passado, com a qual vivi a ilusão do sucesso e me enveredei na escravidão dos vícios”, revela o executivo.

“Nossa identificação foi praticamente imediata. Mesmo o Oswaldo tendo um perfil muito mais voltado para o racional, ele é extremamente comercial, e já tinha trabalhado com vendas de outros produtos.

Além disso, já ministrava palestras sobre dependência química com seu próprio testemunho. Então, percebemos que o DNA dos negócios estava correndo nas nossas veias”, analisa.

Denis deixou a clínica ao fim do tratamento e retornou ao mercado de trabalho, atuando na área de vendas em uma rede de escolas de informática.

classe de aula da franquia enjoy inglês um negócio de 30 milhões

Ele conta que, em uma atividade rotineira de ações comerciais nas ruas, conheceu uma pessoa que o apresentaria o universo do inglês.

“Como na nossa visão nada é por acaso, essa mesma pessoa se tornou nosso sócio no futuro e grande amigo até hoje. Fomos os três trabalhar juntos em Santo André (São Paulo), e nesta escola colocamos mais de 1.500 alunos em apenas nove meses.

Não teve jeito. Ali estava claro que precisávamos nos dedicar exclusivamente ao nosso próprio negócio. E essa escola, na qual fomos colaboradores, virou nossa primeira escola, local onde estamos há mais de 13 anos”.

 

Inglês com ensino profissionalizante

Se ainda hoje o negócio se mantém sem concorrência direta, em 2006, quando fundaram a marca Enjoy Inglês Profissionalizante, a realidade era de total sensação de aposta.

Porém, o argumento para a fusão entre o ensino do idioma inglês e o ensino de cursos profissionalizantes era bem fundamentado, e se baseava em uma necessidade já conhecida: o jovem precisa de uma profissão, mas também precisa de conhecimento técnico para tal.

“Antigamente, era quase obrigatório ter datilografia. Depois, essa obrigatoriedade foi transferida para os cursos de computação.

Atualmente, estamos vivendo a era da tecnologia, e o jovem, para ter uma profissão do futuro, como em Marketing Digital, Programação e Design Gráfico, é obrigado a ter, além da técnica, o inglês”, crava Denis Sá.

 

Um negócio com propósito claro

Nas escolas da Enjoy Inglês Profissionalizante, o aluno aprende o idioma aliado a outras áreas do conhecimento, como Marketing Digital, Programação, Design Gráfico e Administração.

“Ao final do curso, ele desenvolve um trabalho de conclusão (Programa Jovem Empreendedor), no qual simula a criação de uma empresa, com elaboração de business plan, planilhas orçamentárias, planos de marketing e comercial etc.

Toda a apresentação é realizada em inglês”, explica Sá.

As 58 escolas da rede também oferecem, mensalmente, mais de 15 mil oportunidades de cursos gratuitos.

Portanto, mesmo que o aluno não tenha nenhuma condição financeira, é possível que ele curse uma iniciação profissional.

“Fazemos um teste de perfil comportamental, uma entrevista avaliativa e familiar para alinhar os interesses dos jovens com os seus pais”, conta o diretor-fundador.

“Os jovens que têm contato conosco, independentemente de estarem ou não matriculados em uma de nossas unidades, sem exceção, recebem gratuitamente um teste vocacional e um cadastramento em um portal de vagas.

O curso ofertado confere certificado também entregue gratuitamente a todos alunos que fazem os cursos, onde aprendem fundamentos do empreendedorismo digital e social”, finaliza.

Além disso, todas as unidades contam com o apoio de um profissional de Psicologia e Recursos Humanos, que auxiliam os alunos em questões comportamentais, buscando potencializar suas habilidades e chances no mercado de trabalho, seja para montar o seu próprio negócio ou para ser um colaborador de uma grande empresa.

As escolas da rede atendem determinada faixa etária e classe social por uma razão que está diretamente ligada à história dos fundadores.

“Nossa origem é humilde e sabemos que é nesta idade o melhor momento para ajudarmos os pais a lidarem com os seus filhos adolescentes, e queremos participar na prevenção de comportamentos destrutivos, como vícios, rebeldias e procrastinações.

Trazemos os pais para perto e inserimos neles a responsabilidade pelos seus filhos para que eles se tornem emocionalmente maduros e profissionais competentes”.

Ao que tudo indica, o modelo deu certo.

Em média, a empresa tem conquistado crescimento em todas as frentes (número de alunos, inserções de alunos no mercado, colaboradores, unidades e faturamento) ano após ano.

Mensalmente, a Enjoy Inglês Profissionalizante oferece milhares de cursos gratuitos a jovens e encaminha centenas deles ao mercado de trabalho por meio de parcerias que mantém com empresas diversas.

 

Investimento social

Desde o início do segundo semestre de 2019, a Enjoy Inglês Profissionalizante assumiu a gestão do antigo Instituto Casa da Gente, entidade assistencial criada pelo artista e político Netinho de Paula, também franqueado e garoto-propaganda da rede de escolas.

Atualmente, são oferecidos cursos com foco profissionalizante a 450 crianças e adolescentes da região de Carapicuíba (Grande SP) de forma gratuita. A meta para 2020 é atender mais de 1500.

 

Sobre a Enjoy Inglês Profissionalizante

Com 58 escolas em diversas regiões do Brasil, a Enjoy Inglês Profissionalizante pertence ao Grupo Enjoy, holding que contempla também o Instituto Gesthu e o Instituto Enjoy (antigo Instituto Casa da Gente, fundado pelo artista Netinho de Paula).

Para conhecer mais, CLIQUE AQUI!