Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Ela vendeu um imóvel para investir em uma franquia da Rockfeller Language Center

07/07/2020

Rede de idiomas

Após um mês da inauguração, a escola teve que entrar em modo digital por causa da pandemia da Covid-19

Em meados de 2018, quando a brasileira Larissa Hopkins, residente nos Estados Unidos há 10 anos, estava de férias no Brasil, ela decidiu ao lado da mãe, Rose de Almeida, que juntas
poderiam investir em uma franquia.

Até então, Larissa não havia pensado em voltar para o Brasil, mas a oportunidade de investir em algo que seria dela a fez começar a pensar no assunto.

A pesquisa para encontrar uma franquia que combinasse com o perfil delas levou um tempo.

“Inicialmente, pesquisamos por franquias de gastronomia, mas acabamos nos deparando com a Rockfeller Language Center e pareceu certo”, conta Larissa, que também tem cidadania americana.

A conversa com a Rockfeller Language Center durou pouco mais de um ano entre o primeiro
contato até a assinatura do contrato.

“Além do tempo que levou para conhecermos melhor a franqueadora, também precisávamos vender um imóvel para investir na unidade.

Acabou sendo o tempo para eu finalizar as coisas nos Estados Unidos e voltar para o Brasil”, explica Larissa.

Apesar de trabalhar com investimentos nos Estados Unidos, Larissa nunca teve o próprio
negócio.

“Resolvemos nos arriscar, pois riscos fazem parte da vida”, diz.

A escola foi inaugurada em 16 de fevereiro deste ano, em Salvador, na Bahia, e logo veio a pandemia causada pelo novo coronavírus.

“Nada havia nos preparado para o que viria”, desabafa Larissa.

Um mês depois da inauguração, Salvador decretou o isolamento social e, assim como vários
outros negócios da cidade, a escola de Larissa teve que fechar as portas no dia 18 de março e entrar em modo digital.

“Ficamos muito preocupadas, porque já é difícil começar qualquer negócio em uma situação normal. Durante uma pandemia como a que estamos vivendo, tudo se complica.”

Para alívio de Larissa, a Rockfeller Language Center estava preparada, pois a escola já nasceu como uma nativa digital.

Com as quarentenas decretadas nos estados, a rede de idiomas ativou o modo digital e em menos de 72 horas todas as 62 unidades estavam prontas para operar remotamente.

“O apoio da franqueadora fez toda a diferença nesse processo para o digital e nós tivemos que nos adaptar para trabalhar com as aulas remotas”, explica.

Larissa destaca que apesar do susto inicial, afinal elas só estavam trabalhando há um mês, a mudança fluiu sem maiores problemas.

“Ninguém previu que viveríamos uma pandemia e, como todo mundo, fomos forçados a nos reinventar.”

Além das aulas, que passaram para o ambiente digital, a gestão do negócio também mudou,
pois todos os funcionários passaram a trabalhar remotamente.

“Contamos com um time de colaboradores muito bom e conseguimos nos adaptar a esse novo modo de operação.”

SOBRE A ROCKFELLER LANGUAGE CENTER

A Rockfeller é uma rede de franquias de ensino dos idiomas inglês e espanhol.

Fundada em Santa Catarina em 2004 com marca própria, em 2008 iniciou seu processo de expansão pelo sistema de franquias.

Conta com 62 unidades em operação até a presente data.

Para saber mais sobre a franquia Rockfeller, CLIQUE AQUI