Franqueado Cream Berry explica o porquê da escolha
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca
Franqueado Cream Berry

Franqueado prefere Cream Berry a outras franquias de açaí, e explica o porquê da escolha

25/05/2022

A unidade Cream Berry de Tatuapé, na cidade de São Paulo, tem apenas alguns meses de vida.

Afinal, foi inaugurada em fevereiro de 2022 por Paulo Rossi e Fernanda Martins.

Porém, mesmo com o pouco tempo trabalhando, o franqueado tem certeza que fez uma escolha acertada.

Inclusive comparando com outras opções de franquias de açaí que ele tinha.

Por vários motivos.

“Provei o produto de uma franquia grande nesse ramo, mas vi que ela tinha um cardápio bem limitado.

Por isso, acabei descartando”, lembra Paulo Rossi.

Essa mesma opção também tinha um custo bem mais alto que a Cream Berry, que tem investimento inicial de R$ 90 mil.

Crescer junto com a marca atraiu o franqueado

A Cream Berry foi lançada em 2021 e é um aperfeiçoamento de uma rede que já existia: a Akasa do Açaí.

Com uma década de mercado, a rede entrou para o grupo Encontre Sua Franquia há um ano, e então teve seu modelo reformulado.

A partir daí, foram desenvolvidas novas opções de negócio.

Os franqueados também passaram a contar com a estrutura de suporte do grupo.

Mas o principal foi mantido: o açaí de qualidade da rede, além dos seus cremes de frutas.

Paulo Rossi conta que o fato de a nova marca ser recente no mercado também lhe chamou a atenção.

“A ideia era realmente crescer junto com a franquia e valorizar nossa troca de conhecimento, que é uma coisa que eu gosto de fazer bastante junto à Cream Berry”, diz o franqueado.

Somado a tudo isso, Rossi viu na franquia de açaí um modelo que ele considera “sensacional”: o Express.

Isso porque, este é um modelo prático e que demanda poucos funcionários.

É um negócio self-service, então o próprio cliente monta o que deseja consumir.

“Meu negócio só tem 3 meses, mas eu sinto que está amadurecendo rápido.

Estamos conseguindo entender o negócio, replicar as coisas que precisam ser feitas e a minha clientela está aderindo”, comenta, animado.

“Escolher a Cream Berry foi a melhor decisão”, diz franqueado

Antes de se decidir por abrir uma franquia Cream Berry, Paulo Rossi e a esposa, Fernanda Martins, pesquisaram muito.

Esse é um conselho que ele deixa para novos empreendedores: se dedicar bastante ao período anterior ao investimento no negócio.

O empreendedor conta que, de início, apenas tinha o objetivo de abrir algo no ramo de alimentação.

Então, foi preciso ir refinando a ideia até encontrar a franquia ideal.

Ele chegou a considerar, por exemplo, abrir uma hamburgueria.

Outras opções foram modelos express, como da Ragazzo Express.

Os sorvetes também foram avaliados.

“Só que sorvetes eu achei que seria um um negócio mais sensível em relação à temperatura”, afirma.

Rossi relembra que, em algum momento da sua pesquisa, encontrou um vídeo do Presidente do Encontre Sua Franquia, Henrique Mol, falando sobre a Cream Berry.

“O açaí eu achei uma coisa mais duradouro, porque já é um produto que muita gente consome independente se estar calor ou frio”, argumenta Rossi.

É algo que acontece, por exemplo, porque o açaí é um alimento saudável, e não apenas uma opção para se refrescar.

Tendo gostado do modelo, ele procurou mais sobre a franquia Cream Berry e foi “fazendo um pente fino”, para verificar se era tudo que estava buscando.

E foi.

Tanto que o empreendedor entrou em contato com a marca, negociou sua franquia e inaugurou a unidade em São Paulo.

“Agora, eu espero atingir uma constância, um ponto de equilíbrio.

Meu plano futuro, de verdade, é montar uma outra unidade”, revela.

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!