Empreender com um companheiro: casais unidos no amor e nos negócios
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca
Empreender com um companheiro

Dia dos Namorados: unidos no amor e nos negócios

09/06/2022

No clima de romance que toma conta do Dia dos Namorados é sempre bom trazer histórias de parcerias que deram certo, não só no amor como nos negócios.

Afinal, juntar experiências, cumplicidade e compartilhar do mesmo objetivo, já é meio caminho andado para muitos empreendedores.

Conheça histórias de casais que realizaram o sonho de empreender dividindo tarefas, somando esforços, subtraindo dificuldades e multiplicando a felicidade de uma vida em comum.

Franquia Anjos ColchõesPatrícia e Edson Treter, franqueados da rede Anjos Colchões & Sofás, namoraram por dois anos e já estão casados há 15 anos.

Ela conta que a divisão de tarefas foi estabelecida desde o começo e que a parceria é total.

“Nós temos o mesmo jeito de trabalhar, gostamos de tudo organizado, claro temos pensamentos diferentes em algumas coisas, mas conversamos e sempre chegamos num acordo.

Eu sou responsável pela gestão da empresa e de toda parte administrativa e RH, já o Edson fica com toda parte de entrega e estoque”, explica.

Segundo Patrícia, é preciso saber deixar ‘a loja na loja’ e não levar os negócios para casa, caso contrário a relação acaba sendo apenas profissional, sem tempo para celebrar o amor que foi o que os uniu.

Franquia Mais1 CaféCristiane (44) e Sérgio Costa (47) se conheceram no bairro que moravam no estado de Minas Gerais e são casados há 21 anos, a união rendeu além de bons negócios, dois filhos.

O casal tinha o projeto de empreender para acompanhar melhor o crescimento das “crianças”.

Em 2021, conheceram uma unidade da Mais1 Café e se apaixonaram pelo formato de negócio.

Logo em seguida, viram a oportunidade de empreender e abriram uma franquia em Betim – MG.

O casal, conseguiu o objetivo tão desejado: toda a família trabalhando no mesmo local, inclusive, os filhos.

Cristiane, administra a franquia, sendo responsável pela parte comercial e social.

Já Sérgio divide- se entre o trabalho em uma multinacional e a franquia, ele é responsável na tomada de decisões e divulgações da unidade.

Para Cristiane é muito gratificante ter sociedade com o companheiro.

“Pensamos juntos, decidimos juntos e estamos sintonizados no mesmo propósito, isso é muito importante para o crescimento da empresa”, conta.

Franquia CleanNewO casal Tiago Ferreira de Souza (38) e Maria de Oliveira Guimarães (44) viviam em um casamento de final de semana.

Ele, durante a semana, trabalhava numa indústria de bebidas a 200 quilômetros de Salvador, onde moravam, e ela era representante de uma empresa de embalagens nos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas.

Essa rotina só permitia que o casal convivesse aos sábados e domingos.

Cansados com essa situação, aceitaram entrar numa sociedade em uma loja de colchão em Juazeiro do Norte, no Ceará, que durou apenas oito meses.

Com a intenção de permanecer na cidade, abriram, em 2018, uma franquia da CleanNew, rede especializada em higienização e blindagem de estofados.

Com o sucesso garantido, seis meses depois já tinham a segunda unidade.

Quando o assunto é trabalhar juntos, Tiago acredita que a palavra chave é equilíbrio,

“Maria é mais emotiva, eu sou mais razão.

Acho que esses dois perfis são interessantes para o sucesso do negócio, logo, nossas funções são bem definidas e tentamos respeitar para não haver conflitos”, conta.

Empreender com um companheiroO desejo de empreender juntos sempre esteve presente no relacionamento de Caio (35) e Nayara Cavassan (32).

Quando ele deixou o emprego de docente em uma faculdade e ela terminou o doutorado, buscaram opções no franchising na área da saúde, foi quando conheceram e investiram na Home Angels, maior rede de cuidadores de pessoas supervisionadas da América Latina.

“Temos um bom discernimento entre vida profissional e pessoal.

Aprendemos na vida em casal que devemos encerrar os assuntos e não carregá-los diariamente e isso se aplica ao negócio.

Cada um tem uma função, mas nunca deixamos o outro na mão quando temos muitas atividades ao mesmo tempo.

Se confiou para dividir a vida, não tem como dar errado dividindo o trabalho”, explica Caio.

Empreender com um companheiroHá 7 anos o casal Giovana Figueiredo (32) e Vanessa Dias (31) passaram a dividir a gestão de uma unidade da Yes! Cosmetics.

A ideia surgiu através do TCC de Vanessa, que cursava contabilidade.

“O projeto analisou a marca e com esse estudo vimos a oportunidade de mudarmos de vida através do empreendedorismo”, contam.

Para vencer os desafios do dia a dia, comentam que a chave é a comunicação, tanto entre elas quanto com os colaboradores da loja em Belém, no Pará.

“Além disso, do empreendedorismo aprendemos a dividir tarefas desde as mais simples até as mais importantes, para que nenhuma das duas fique sobrecarregada”.

Para outros casais que pretendem crescer juntos nos negócios, a dica é evitar o excesso de conforto:

“Ser sócia da nossa parceira de vida pode gerar conforto nas tomadas de decisões, o que é positivo, mas também podem levar ao comodismo.

É preciso tomar cuidado para não negligenciar algumas situações”, explicam.

Empreender com um companheiroIsabela Rocco, de 28, e Elvis Medeiros, 31, são dentistas e eram funcionários em uma unidade da OdontoCompany, percebendo o sucesso da marca enxergaram uma oportunidade de negócio e juntos decidiram deixar de prestar serviço para serem franqueados da rede, neste processo transição também mudaram de cidade e passaram a dividir o mesmo teto.

Hoje, o casal administra duas unidades em diferentes regiões, nos municípios de Mafra (SC) e Rio Negro (PR).

“É incrível empreender com um companheiro, é necessário somente que os dois tenham a mesma perspectiva para o futuro e a mesma vontade de crescer”, afirma Isabela.

No final do ano passado, o casal foi reconhecido com um prêmio municipal pela Excelência em Gestão com a unidade de Santa Catarina.

Empreender com um companheiroRosangela (51) e Wellington de Almeida (54), decidiram empreender juntos, em 2019, como franqueados da Park Education, e não podiam imaginar que passariam por uma pandemia no ano seguinte.

“Trabalhando em casa, perdemos a noção de horário, mas acredito que mesmo com todas as preocupações, saímos mais fortes, mais juntos e mais parceiros, pois tínhamos um objetivo, que era fazer dar certo”, conta Rosangela.

Com o retorno ao presencial, a empreendedora relata que a vida voltou um pouco ao normal, com horários para dar atenção à filha, dias para cuidar da casa e da vida pessoal.

“Ainda temos nossos momentos de ‘cara feia’ um com o outro, mas tudo faz parte de um aprendizado, pois estamos lutando do mesmo lado”.

A empresária também deixa uma dica para casais que pensam em empreender juntos:

“Respeitem o conhecimento/aptidão um do outro, o importante é se complementarem.

Vale lembrar, que quando não se tem a competência total para gerir um negócio é válido buscar este complemento com pessoas externas, não tenha vergonha de pedir conselhos para franqueados mais experientes”, conclui.

Empreender com um companheiroA história entre Ana Cristina Torres (39) e Marcos Gadaian (52) começou antes da ideia de abrir uma lavanderia.

Juntos há 18 anos, o casal sempre viajou muito e com o nascimento do primeiro filho, Caetano (9), a dupla não queria parar de conhecer novos lugares.

A família resolveu visitar o Canadá, mas nada de aeroporto, a aventura foi de carro.

O percurso previsto para durar um ano, resultou em 7 anos de estrada.

“No caminho engravidei novamente e tive a Teresa (6).

Durante este tempo, nós vivemos numa casa sobre rodas e uma das preocupações era lavar roupa.

Nos EUA e no Canadá encontrávamos uma lavanderia automática a cada esquina, mas na volta ao Brasil, não era tão fácil”, conta Ana.

Quando pararam na Praia de Pipa, Rio Grande do Norte, apenas para visitar um amigo, a família foi ficando e criando raízes.

O único obstáculo era que a cidade não possui nenhuma lavanderia. Assim, surgiu a ideia de empreender e optaram pela rede de lavanderias self-service Lavô.

“Nós já éramos sócios no nosso projeto de vida, que foi a nossa viagem, e agora somos sócios empreendedores”.

Empreender com um companheiroCom iniciativa da esposa que buscava mais estabilidade financeira, o casal Guido Condori (30) e Beatriz Caceres (36) investiu, há cinco anos, na franquia Limpeza com Zelo, especializada em limpeza de residências, condomínios e escritórios.

A decisão só aconteceu depois de muito estudo e pesquisa, mas teve impacto positivo no relacionamento, “ajudou para que nossa relação subisse mais alguns degraus na direção da maturidade como casal”, conta Guido.

Para empreender, o casal precisou trazer a confiança do casamento para os negócios.

“A principal lição é a confiança, sem ela é impossível ir em frente, além disso, aprendemos que empreender não é fácil, exige muita paciência e garra para crescer”, explica Guido.


Fonte: Markable Comunicação