Empreendedor fatura com redes de estética da Maislaser
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca
franqueado fatura com unidades da Maislaser

Este empreendedor adquiriu mais de 40 franquias da mesma rede na pandemia

07/04/2022

Há uma frase famosa que diz “Em tempos de crise, uns choram e outros vendem lenços”.

Samuel Bueno, franqueado da Maislaser, rede de depilação a laser que tem a empresária e apresentadora Ana Hickmann como sócia, decidiu vender lenços.

Ele adquiriu 41 unidades da marca durante a pandemia.

Formado em Administração, Bueno, hoje com 30 anos, desde cedo atuou na gestão de negócios.

Aos 22, a mãe, que administrava uma confecção de roupas em Minas Gerais, o chamou para trabalhar na área.

Foram quatro anos de muito aprendizado, “mas eu percebi que não era aquilo que queria e procurei emprego em outro segmento”, diz.

Nesse momento, o empreendedor recebeu o convite de um amigo para ser gerente em uma franquia de clínicas médicas e odontológicas.

Mais uma vez, era uma área que eu desconhecia, porém, o segmento de saúde e estética sempre me interessou”, lembra.

O sucesso na administração do negócio o levou a outro convite, este para ser sócio – do mesmo amigo – em uma nova unidade, que seria inaugurada na região Sul.

Foi uma proposta que eu não esperava, mas não pensei duas vezes e aceitei o desafio”, conta.

Para isso, Bueno mudou-se para Viamão (RS).

Com os resultados positivos, percebeu que era hora de fazer um novo investimento e procurou as opções no segmento de saúde e estética.

Foi então que conheceu a Maislaser e adquiriu a franquia de Santa Cruz do Sul (RS), em março de 2020 – bem no início da pandemia no Brasil.

Foi um susto para todo mundo, tivemos de fechar as portas temporariamente. Mesmo assim, por causa do modelo de negócio, era possível continuar vendendo pacotes pela internet e assim fizemos”, lembra.

Bueno adaptou o processo de avaliações para o online. Eram feitas uma série de teleatendimentos através de videochamadas, se tornando a principal fonte de renda das clínicas por um bom tempo.

Nós fechávamos pacotes com os clientes e a aplicação seria feita assim que as clínicas pudessem abrir novamente. Tivemos uma média de R$ 150 mil de faturamento nesse período”, conta.

Inicialmente, o empreendedor, que tinha o objetivo de abrir somente duas franquias da Maislaser, ampliou os horizontes.

Quando vi o retorno que vinha recebendo mesmo na pandemia e as oportunidades de expansão surgindo, sonhei mais alto”, diz.

Então, adquiriu a unidade de Santa Maria (RS) e, logo em seguida, a de Ipatinga (MG).

Bueno continuou pensando nos mercados fora do Rio Grande do Sul e, junto com sócios, investiu em franquias nos estados do Paraná, São Paulo, Paraíba, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Tocantins e Rondônia.

“Escolhi pessoas da minha confiança para me ajudar com a expansão”.

Para administrar a clínica, o franqueado buscou no mercado gestores locais “Fiz a seleção desses profissionais para administrarem e realizarem a operação local”, relata.

Atualmente, Bueno é franqueado de 42 franquias da Maislaser em oito estados.

Dentre elas, 13 já estão em funcionamento e as outras 29 em processo de implantação.

Cada franquia gera um faturamento de R$ 150 a R$ 200 mil por mês e pretendo que continue assim com as unidades que ainda estão em implantação”, finaliza.

Para ser proprietário de uma franquia da Maislaser, o investimento inicial é de R$ 470 mil.

O prazo de retorno estipulado é entre 15 e 20 meses.

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 


Fonte: G Comunicação Estratégica