Cunhados faturam com a franquia Park Education
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca
cunhados faturam com a franquia Park Education

Cunhados faturam R$ 30 milhões com rede de educação bilíngue, criatividade e soft skills

06/04/2022

A relação entre cunhados pode ser considerada por muitos como controversa ou motivo de piada, no entanto, há quem, além de ganhar um novo “parente”, encontre também um sócio.

Essa é a história de Eduardo Pacheco e Paulo Arruda, que em mais de duas década de parceria construíram uma rede com mais de 100 unidades e que em 2021, mesmo diante de um cenário de pandemia, faturou R$ 30 milhões e projeta para 2022 a abertura de 60 operações e um aumento de 30% no faturamento. 

A parceria dos sócios da Park Education, rede mineira especializada em educação bilíngue, criatividade e soft skills, que é a remodelação da Park Idiomas, começou em 1996, após o Co-CEO e Co-Founder, Eduardo Pacheco, retornar de um intercâmbio nos EUA, onde estudou Business & Economics, e começar a dar aulas.

Percebendo que o método padrão das escolas de idiomas tradicionais estava bem longe de cumprir o que prometia e incomodado com os baixos resultados e a frustração dos alunos, convidou o cunhado, Paulo Arruda, para estruturar um novo negócio.

Investiram numa ferramenta que diagnosticou a maior necessidade dos estudantes brasileiros e perceberam que a vergonha de falar somado ao longo tempo para conquista da fluência eram, de longe, os maiores entraves para um aprendizado efetivo.

Juntos, eles criaram a Park Idiomas, uma escola de inglês e espanhol focada em resultados, que tinha por objetivo explorar o dia a dia e as emoções dos alunos para que eles memorizassem o novo idioma de maneira intuitiva.

Neste cenário, e com um método altamente eficaz, o aluno passou a adquirir a fluência em um segundo idioma com apenas 140 horas.

Em 2020, com o propósito de acompanhar as transformações da sociedade e oferecer o que há de mais atual ao consumidor, a rede passou por um processo de transformação e se transformou numa edtech.

Em uma releitura dos nossos processos, notamos que o profissional que entra no mercado de trabalho precisa desenvolver habilidades que ainda não são inerentes, como criatividade, noções de marketing, business e tecnologia. O perfil das pessoas muda de geração para geração, por isso a importância de constantes atualizações.

Hoje falamos de habilidades socioemocionais, em que o estudante constrói o próprio conhecimento e além do inglês passamos a oferecer cursos de empreendedorismo, negócios, marketing e criatividade – todos bilíngues e associados ao conceito maker e interdisciplinar”, conta Paulo Arruda, Co-CEO e Co-Founder da Park Education.

Com o  objetivo de estimular as chamadas soft skills – habilidades de se relacionar e interagir com o próximo, gerar empatia e melhorar a comunicação – e preparar o aluno para que se torne competitivo no mercado de trabalho independentemente de qual fase da vida esteja, a marca vem tendo 53% de aumento mês a mês nas vendas dos cursos do programa de desenvolvimento de soft skills.

Nesta categoria, as aulas mais procuradas são o de oratória Speech e o de preparação para entrevistas em inglês, Job Interview.

No franchising desde o ano 2000, a rede conta com 115 unidades comercializadas, sendo que 95 estão em operação, das quais sete estão apenas atuando no online e irão inaugurar o ponto físico nos próximos meses e outras 15 serão inauguradas até o segundo semestre de 2022.

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Fonte: Markable Comunicação