Após demissão, ela investiu na franquia Touti e hoje fatura 1 milhão
Após demissão, ela investiu na franquia Touti e hoje fatura 1 milhão

Encontre aqui as melhores franquias

«
  • Tipos
  • Tipos
Escolha pelo menos um opção para sua busca
Franquia Touti

Demitida de uma unidade franqueada, ela resolveu investir na marca e hoje fatura R$ 1 milhão por ano

11/10/2023

A empresária Selma dos Santos Calixto empreendeu na sua primeira unidade em 2019 e hoje conta com cinco operações da franquia Touti em Sergipe

Ser demitido de um emprego é um momento muito delicado, com muitas dificuldades e tomadas de decisões para definir o que fazer após perder a renda.

Porém, em muitos casos, a demissão pode ser recebida como uma grande oportunidade, tornando aquele momento difícil em uma chance que poderá mudar completamente o lado profissional e pessoal.

E foi justamente isso que aconteceu com a empresária Selma dos Santos Calixto, 36 anos, de Aracaju/SE, que foi demitida de uma unidade da Touti – franquia especializada na comercialização de perfumes, linha capilar e corporal – após um e meio e enxergou a oportunidade de investir na marca.

“Em 2017 eu estava desempregada e procurando emprego, quando fui convidada a participar de uma seleção na Touti.

Aceitei o convite e acabei sendo selecionada para ser gerente de uma unidade da franquia.

Trabalhei no cargo por aproximadamente um ano e meio, mas acabei sendo demitida”, conta Selma.

A empresária conta que ao se ver de um dia para o outro sem a estabilidade e segurança que aquele emprego a dava, foi bem difícil, fazendo com que ela fosse em busca de uma nova oportunidade o mais rápido possível.

“Consegui um emprego em uma loja de roupas, onde fiquei por oito meses e pedi demissão, pois havia encontrado a oportunidade da minha vida.”

 

Oportunidade de ser empreendedora bateu na sua porta

Enquanto estava trabalhando em uma loja de roupas, Calixto entendeu como funcionava o sistema de franchising e viu que a Touti trabalhava dessa forma, foi quando ela se aprofundou no assunto e logo na sequência tomou a decisão de empreender na marca em que havia sido demitida.

“Quando descobri que a Touti franqueava seus quiosques, a vontade de investir no negócio próprio veio instantaneamente.

Pedi demissão naquele momento e mesmo com medo de empreender, eu encarei o desafio e me tornei franqueada da marca”, salienta Selma.

A empreendedora ainda ressalta que trancou o curso de fisioterapia para seguir carreira com a Touti e que foi atraída pela franquia pois viu que era um negócio onde era prestado um ótimo suporte aos seus franqueados, além de ter um baixo custo de investimento.

 

Investimento em cinco unidades

Selma começou sua carreira profissional bem antes de investir na Touti, trabalhando desde os 15 anos de idade em vários ramos, como: empregada doméstica, animadora de festas infantis, vendedora, atendente, telemarketing, recepcionista e operadora de caixa.

Hoje, a empresária conta com cinco operações da franquia.

“Investi em cinco unidades, sendo quatro no modelo quiosque smart e uma no quiosque full.

O investimento feito foi de R$ 10 mil, aproximadamente, em cada unidade.

Não me arrependi em nenhum momento de ter tomado essa decisão de empreender.

Sou de família humilde, meus pais são agricultores, nem nos meus maiores sonhos eu viveria o padrão de vida que vivo hoje”, conta Calixto.

Das cinco operações, quatro estão localizadas em Aracaju/SE e uma no interior do estado, mais precisamente no município de Propriá/SE.

Três foram inauguradas no ano de 2019, uma em 2020 e a mais recente em setembro do ano passado.

 

Faturamento e projeções

Atualmente, com cinco unidades, a franqueada da Touti em Sergipe conta com um faturamento bruto médio anual de R$ 1 milhão.

Porém, visualizando o grande crescimento que a marca vem obtendo, ela espera gerar uma receita ainda maior a longo prazo.

“A marca está em um ritmo de grande crescimento, com isso, em médio prazo espero gerar um aumento nas vendas e faturar acima de R$ 1.5 milhão anualmente.

Já a longo prazo, acredito faturar acima de R$ 2 milhões por ano”, detalha Selma.

Além da tendência de alta na marca, a empresária também vê com bons olhos o momento econômico do seu estado.

“Com o retorno dos eventos festivos em Sergipe, o comércio voltou a se movimentar de maneira mais intensa em diversos setores da economia, a exemplo do turismo.

O fluxo de visitantes na cidade já é percebido pelos comerciantes e tende a melhorar ainda mais com a chegada do verão.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Fonte: Fatos&Ideias Comunicação