Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Rockfeller Language Center: metodologia moderna, rápida e mais eficiente contribui para o crescimento da rede

29/04/2020 | Publieditorial

rockfeller

Ainda que muito já tenha se falado sobre a importância do domínio da língua inglesa para conquistar melhores empregos e salários, ainda se vê uma defasagem nessa habilidade entre os brasileiros.

De acordo com uma pesquisa da Catho, site de busca de empregos, o domínio de um segundo idioma pode aumentar o salário em até 52%.

Mas, no Brasil, apenas 5% da população fala uma segunda língua e menos de 3% tem fluência em inglês, de acordo com levantamento feito pelo Conselho Britânico no Brasil.

Foi-se o tempo em que somente profissionais de níveis hierárquicos mais elevados precisavam falar bem o idioma.

Hoje, saber inglês é pré-requisito nas mais diversas funções – estagiários, analistas, recepcionistas, etc.

Ao contrário do que muitos pensam, dominar a língua estrangeira não requer mudar de país e morar no exterior por alguns meses – possibilidade para poucos.

Existem ótimos métodos de ensino no Brasil, que suprem perfeitamente essa lacuna.

Aliás, sobram exemplos de profissionais com excelente fluência e que nunca moraram no exterior.

O curso escolhido precisa, por exemplo, ter uma base de ensino gramatical forte, claro, mas focar na conversação e manter o aluno em contato com o idioma o máximo de tempo possível.

Nada mais que o básico, mas muito bem feito.

Ciente disso, a Rockfeller Language Center, rede de franquias de ensino dos idiomas inglês e espanhol fundada em Santa Catarina em 2004, reúne um conjunto de aspectos que tornam sua metodologia mais eficiente, fazendo com que os alunos realmente aprendam o idioma e atinjam um nível de inglês avançado em, no máximo, dois anos e meio.

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

As aulas têm foco em conversação e utilizam o método “face to face”, que incentiva o aluno a participar das interações com foco em diálogos inteligentes e cotidianos.

“Nossas aulas foram desenvolvidas buscando a eficiência na entrega. Saber ler e escrever em inglês não é o suficiente hoje em dia. A nossa metodologia tem como foco a prática da fala, a fluência no idioma como um todo”, explica André Belz, sócio-fundador da rede.

“Sem decoreba. É um método pensado para que o aluno pratique o conteúdo aprendido em aula.”

Para facilitar as interações, os alunos se sentam em mesas compartilhadas, ao invés de carteiras.

A quantidade de estudantes por turma também facilita esse método, permitindo que todos tenham tempo suficiente de fala em cada aula e sejam todos protagonistas.

Na Rockfeller Language Center, a média são quatro alunos por turma e, no máximo, oito.

Além disso, a duração das aulas é outro diferencial. São 80 minutos – ao invés dos tradicionais 50 minutos adotados na maioria das escolas.

A quantidade de tempo foi escolhida com critério.

“É cientificamente comprovado que o adulto que tem a agenda cheia ao longo do dia perde capacidade de concentração após 80 minutos, então, aulas muito longas podem não ser eficientes”, afirma Belz.

“Por outro lado, aulas curtas não dão tempo suficiente para conversação.”

Já para manter o aluno em contato com o idioma mesmo fora da sala de aula, a Rockfeller Language Center dispõe de um amplo material didático com textos, áudios, vídeos e games, o que intensifica o processo de aprendizagem.

Outro diferencial da marca, que surgiu para atender o público que precisa de mais flexibilidade de horário para estudar, são suas novas plataformas de tecnologia e modalidades de curso que se encaixam na agenda do aluno.

Na modalidade Duo, o aluno pode estudar de onde quiser e no melhor horário para ele e, a cada 15 dias e quatro aulas completadas na plataforma on-line Rockfeller Play, deve agendar uma aula presencial de conversação na escola pelo aplicativo My Rockfeller.

A outra modalidade é a On Demand, que é presencial, mas não há turmas.

O estudante faz o curso por meio da plataforma Rockfeller Play nos RockSpots – espaços modernos nas escolas com vários computadores.

As aulas também são agendadas pelo aplicativo My Rockfeller nos dias e horários que ele desejar.

Durante toda a aula o aluno conta com o auxílio de um tutor.

“O aluno acessa o nosso sistema, que é totalmente interativo, e estuda todo o conteúdo sozinho.

Quando precisa fazer exercícios como o ‘face to face’, que é a essência da metodologia da rede, inteiramente voltada para conversação, o software será o seu parceiro.

O aluno escolherá se quer ser o primeiro ou segundo participante e iniciará o diálogo. O software tem uma validação mínima de pronúncia em cada atividade.

Se o estudante não estiver falando o idioma corretamente, ele pedirá para repetir a atividade até chegar à pronúncia correta. Se tudo estiver indo bem, a aula vai fluindo até chegar ao final”, explica Belz.

A tecnologia Rockfeller Play, aliás, permitiu à Rockfeller Language Center manter suas aulas mesmo com o fechamento das escolas em virtude da pandemia do coronavírus.

Um rápido treinamento com a equipe de professores foi o suficiente para levar a metodologia usada em sala de aula para o ambiente remoto.

“Conseguimos fazer a migração rapidamente, em cerca de cinco dias, porque já tínhamos a plataforma de ensino a distância desenvolvida e já tínhamos todo o material dos nossos cursos no ambiente digital”, explica Belz.

“Transferimos a experiência da sala de aula para o conforto da casa do aluno.”

Com sua metodologia e a flexibilidade de horários oferecida aos alunos, a Rockfeller Language Center vem conquistando um crescimento contínuo.

A expansão por franquias começou em 2008, quatro anos após a fundação da marca, e hoje a rede conta com 62 unidades em operação.

Somente em 2020 foram inauguradas 10 novas escolas nas cidades de Jundiaí (SP), Lages (SC), São José dos Campos (SP), Biguaçu (SC), Belo Horizonte (MG), Gaspar (SC), São Paulo (SP), Salvador (BA), Taguatinga (DF) e Ponta Grossa (PR).

A estratégia de expansão da Rockfeller tem como expectativa chegar a 120 unidades em operação té o final do ano.

A conquista de prêmios importantes no setor de franquias também demonstra a excelência da marca.

Em 2020, a Rockfeller Language Center recebeu, pela sétima vez, o Selo de Excelência em Franchising, concedido pela Associação Brasileira de Franchising, e ainda foi destaque na categoria Sênior.

Em julho de 2019, a marca recebeu mais uma vez a cotação cinco estrelas da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Das mais de 432 franqueadoras avaliadas, 72 foram contempladas com a premiação máxima, que atesta a excelência da rede.

Além da cotação cinco estrelas, a Rockfeller Language Center também foi premiada por ter alcançado a maior nota no critério Satisfação do Franqueado.

Em 2019, a rede comemorou 15 anos de vida com um grande marco dentro do setor: nunca ter fechado uma escola sequer. “É uma trajetória que me orgulha”, conclui Belz.

 

SOBRE A ROCKFELLER LANGUAGE CENTER

A Rockfeller Language Center é uma rede de franquias de ensino dos idiomas inglês e espanhol.

Fundada em Santa Catarina em 2004 com marca própria, em 2008 iniciou seu processo de expansão pelo sistema de franquias.

Conta com 62 unidades em operação até a presente data, 15 unidades previstas para inaugurar até junho de 2020 e com a meta de 120 unidades até dezembro deste ano.

 

FICHA DA FRANQUIA

Investimento inicial para o modelo tradicional: de R$ 150 mil a R$ 400 mil

Investimento inicial para o modelo compacto: a partir de R$ 95 mil

Taxa de Franquia: de R$ 15 mil a R$ 40 mil

Capital de giro: de R$ 10 mil a R$ 100 mil

Royalties: não cobra

Fundo de propaganda: não tem

Área mínima de uma unidade: 120 m2

Número mínimo de pessoas na operação: 4

Faturamento médio mensal: R$ 100 mil

Lucro: de 25% a 35%

Prazo de retorno do investimento: de 18 a 48 meses

[email protected]

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 


Por Publieditorial