var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Franquias da I Wanna Sleep, invista em um negócio dos sonhos
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Empreendedora fatura mais de R$ 10 milhões por ano com franquias da I Wanna Sleep


06/10/2021 | Publieditorial


franquia da I wanna sleep é um sucesso

Dormir pode ser um problema para muitos brasileiros, especialmente com as dificuldades que surgiram a partir da pandemia.

A empresária Ana Flávia Coelho Ferreira e sua sócia, Natália Silveira, porém, não perderam o sono nenhuma noite e adormecem de forma tranquila e profunda, especialmente depois que se tornaram franqueada da I wanna sleep (IWS), rede com foco em produtos e serviços para o universo do sono, conforto e bem estar.

Fundada em 2014, a I wanna sleep criou um conceito novo de venda de colchões, com a proposta de ajudar os clientes a dormirem melhor, saindo do modelo jurássico das lojas convencionais, com a oferta de mais de 1000 itens que ajudam o consumidor a relaxar e descansar, com produtos como pijamas, travesseiros, passando por luminárias e roupas de cama, até consultoria que analisa o perfil do sono do cliente, além do Body Scan IWS, que mede o nível de pressão do corpo no colchão e facilita a escolha do produto.

Quando conheceu o conceito da rede, Ana Flávia largou a empresa de engenharia ambiental, onde trabalhava, e juntou-se à sócia para assumir, em 2016, uma unidade da I wanna sleep, em Belo Horizonte/MG.

Em outubro, a empresária vai inaugurar mais uma unidade na capital mineira, somando seis lojas até agora.

“Nosso faturamento cresceu cerca de 25% desde o início da pandemia e alcançamos mais de R$ 10 milhões por ano. Não me arrependo de ter abandonado a engenharia, porque o varejo é fascinante e nossos produtos agradam a todos, por causa de sua qualidade e necessidade”, diz Ana.

O mercado do sono move todos os anos R$ 10 bilhões de reais no Brasil e a I wanna sleep mais que dobrou de tamanho, passando de nove para 20 lojas, com faturamento 35% maior que o ano anterior.

“A pandemia trouxe problemas para dormir para muita gente, trazendo ansiedade e estresse com o confinamento e mudança brusca de rotina e afastamento de entes queridos.

Nossas unidades têm soluções para quem procura dormir melhor, com produtos e serviços para resolver o problema ou para quem procura aprimorar a prática de descansar com qualidade”, finaliza Rafael Moura, fundador da rede.

 

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Por Publieditorial