Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Planejamento e estratégia: peças fundamentais para se destacar durante a Copa do Mundo

19/03/2018

Copa do Mundo

Mercia Machado Vergili*

A Rússia estará nos holofotes de toda mídia e turistas mundiais nos próximos meses. Nesse momento, é preciso pensar em novas estratégias e apostar em formas interessantes de movimentar o negócio e atrair ainda mais clientes. No caso das franquias, por exemplo, vale lembrar a projeção da Associação Brasileira de Franchising (ABF), tem como expectativa para 2018 um crescimento de 10% no setor! Áreas de alimentação, serviços e de produtos esportivos e cursos profissionalizantes, como os de idiomas, também podem ir na onda do momento e garantirem um bom resultado.

Vale investir em promoções que atraiam o público em geral, especialmente, no segmento de bares e alimentação que podem, por exemplo, criarem ações para favorecer grupos de pessoas a fim de atraí-las para assistir aos jogos no local. É preciso que a comunicação seja bem feita, divulgando previamente aos clientes que o local estará aberto e se haverá alguma promoção. Também vale destacar que é preciso estar preparado para atender um fluxo, muitas vezes maior do que o normal e em horários alternados, que anteriormente eram ocisosos como no começo da tarde, por um longo período, que são os dias de jogos.

No segmento de decoração e festas e materiais esportivos, por exemplo, a dica é investir em artigos temáticospara a Copa, afinal este segmento costuma ser mais lembrado durante a época.

Cursos profissionalizantes e de idiomas podem lançar promoções para que futuros estudantes comecem a aprender uma nova língua com descontos durante período da Copa, entre junho e julho, aproveitando ainda a época para os chamados cursos intensivos.

Sob o ponto de vista do varejo, os comerciantes podem se beneficiar, e muito, se souberem aproveitar as oportunidades que um evento esportivo dessa magnitude proporciona. Aqui a dica é ampliar o mix da loja, agregando coleções pertinentes aos itens já comercializados. De toda forma, é preciso ficar atento para não investir muito alto e acabar com um estoque muito grande.

Vale destacar e alertar para quem busca “surfar” na onda durante o período embarcando em algum negócio em cima da hora. É preciso pensar bastante na sazonalidade do negócio e o ideal é abri-lo com alguns meses antes da data de picos de venda para que a loja se adapte e resolva questões operacionais antes de ter algum problema. Com a Copa, alguns negócios crescem e outros param. Assim, é um ano para ter mais cuidado.

*Mercia Machado Vergili – Diretora e consultora da GSPP São Paulo. Graduada em Serviço Social pela Faculdade Paulista de Serviço Social com especialização em Educação em Saúde Pública pela USP. Possui curso completo de Conhecimento Avançado de Franchising pela ABF. A executiva contabiliza 24 anos de experiência como franqueada da SOS Tecnologia e Educação e 10 anos como franqueada do Instituto Embelleze.