Expandir uma rede de franquias, você sabe como fazer?
Expandir uma rede de franquias, você sabe como fazer?

Encontre aqui as melhores franquias

«
  • Tipos
  • Tipos
Escolha pelo menos um opção para sua busca
Como expandir uma rede de franquias

Como expandir uma rede de franquias de forma saudável

24/05/2023

*Por Marcelo Cherto

Expandir uma rede de franquias de forma saudável é um desafio constante.

Afinal, um franqueador precisa manter vários pratinhos no ar ao mesmo tempo, sem deixar que nenhum deles caia: assegurar a qualidade dos produtos e/ou serviços oferecidos aos consumidores, garantir a satisfação destes, manter os franqueados atuais produtivos e felizes e atrair novos franqueados que reúnam a combinação de perfil adequado, dinheiro e disposição para investir e seguir regras.

Num mundo cada vez mais conectado, a tecnologia é uma aliada indispensável de qualquer franqueador, seja no monitoramento e na gestão das franquias já em operação, seja na geração de leads que possam ser convertidos em novos franqueados, seja na administração da própria equipe interna e das próprias finanças e em mais um monte de atividades.

Aqui vão algumas recomendações de quem vive mergulhado nesse universo das franquias há quase 40 anos para as empresas que buscam um crescimento saudável e sustentável para sua rede de franquias:
 

Invista em tecnologia

Uma das estratégias para expandir uma rede de franquias de forma saudável é investir em tecnologia.

Começando pelo Marketing Digital como um excelente meio de atrair interessados em se tornarem franqueados.

É verdade que o mercado está lotado de gente que diz que sabe fazer esse tipo de Marketing, porém poucos sabem de fato.

Portanto, escolher bem o parceiro para apoiar sua empresa nisso é de suma importância.

Usar ferramentas baseadas em Inteligência Artificial, tanto para automatizar a geração de ações de Marketing altamente personalizadas e direcionadas, como para analisar dados de vendas, identificar tendências, recomendar ações, ajudar a entender o comportamento dos consumidores e mais uma série de frentes também é uma boa ideia.

Assim como fazer uso de chatbots e assistentes virtuais inteligentes que tornem melhor, mais barato e mais eficiente o atendimento aos clientes da rede e o suporte aos próprios franqueados.
 

Escolha os franqueados adequados

A escolha dos franqueados é um ponto muito relevante para o crescimento saudável de uma rede de franquias.

É importante admitir na rede pessoas que estejam alinhadas com os valores e objetivos da marca, estejam dispostas a seguir as regras impostas pela franqueadora, tenham perfil empreendedor (e vendedor) e contem com um mínimo de habilidade para gerir pessoas e números.

Além de, evidentemente, terem a capacidade financeira para investir na implantação e início da operação de suas franquias e para garantir a estas condições de crescer.
 

Fortaleça sua marca e cuide bem dela

Se uma empresa já tiver uma marca forte quando inicia sua operação de Franchising, ótimo.

Mas dá para começar com uma marca relativamente desconhecida.

O importante é que, no decorrer do percurso, a franqueadora invista em marketing e comunicação para fortalecer a imagem de seu brand, facilitando a atração, seja de clientes, seja de franqueados.

Por outro lado, é crucial lembrar que toda marca é uma promessa feita ao cliente: a promessa de que, onde quer que ele encontre essa marca, encontrará a mesma qualidade nos produtos e serviços.

Por isso é que se costuma dizer que não há marketing mais eficaz do que uma boa entrega, do que se assegurar de que cada cliente saia de cada interação feliz com o resultado.

O que nos leva ao ponto abordado a seguir.
 

Treinamento e suporte

Por isso mesmo, porque o melhor marketing é uma entrega bem feita, é que costumo dizer que de nada adianta a empresa franqueadora investir um caminhão de dinheiro em mídia e esquecer de definir, padronizar e manualizar os processos e de capacitar – seja presencialmente, ou remotamente – os colaboradores de cada um dos pontos que formam sua rede, para que estes executem com maestria cada um dos procedimentos definidos, além de conscientizá-los da importância de deixar os clientes felizes.

Um bom programa de capacitação cobre tanto o que se costuma chamar de hard skills, como os soft skills.

Ou seja: deve abranger tanto os aspectos técnicos, operacionais e de gestão do negócio específico, como também desenvolver habilidades ligadas a relacionamento interpessoal, atendimento, vendas, negociação, liderança e muita coisa mais.
 

Inovação contínua

Por último, mas tão importante quanto tudo mais que está dito acima, preciso falar de inovação.

Numa época em que tudo muda a um ritmo cada vez mais acelerado e todos temos mais dúvida do que certezas e sabemos que o que levou nossa empresa (ou nossa rede de franquias) a ser um sucesso estrondoso pode deixar de funcionar da noite para o dia, em função do surgimento de um novo concorrente que faz as coisas de uma forma diferente, ou de uma nova tecnologia, ou de uma pandemia, ou simplesmente porque o mercado mudou ou se esgotou, é fundamental inovar continuamente (sem deixar claro, as bases do sistema e da relação franqueador franqueado).

Não é difícil, se a gente entender que para inovar nenhum de nós precisa criar o sucessor do iPhone, nem um foguete movido a ar capaz de nos levar a Marte num piscar de olhos, nem precisa investir um Bilhão de dólares.

Toda e qualquer empresa, de qualquer porte ou ramo de atividade, pode inovar, por exemplo, reformulado seus processos internos, estimulando sua equipe a novas abordagens na solução dos problemas do dia a dia, ou criando um novo canal de vendas, ou adotando práticas e ferramentas super comuns em outros ramos de atividade, mas até agora não utilizados no seu segmento.

O que é crucial é estar atento ao mercado e às necessidades dos clientes e dos franqueados, buscando antecipar essas necessidades e se adaptando rapidamente às mudanças do ambiente. Inclusive errando, se for o caso, mas errando rápido e mudando o rumo mais rápido ainda, sem qualquer compromisso com o erro.

O que nenhuma empresa pode fazer é se acomodar.

*MARCELO CHERTO é fundador e presidente da Cherto Consultoria e da Franchise Store, fundador da ABF – Associação Brasileira de Franchising e membro vitalício da Academia Brasileira de Marketing

*Este é um artigo da Série Boas Práticas no Franchising, parte da Campanha Franchising Íntegro da ABF.

 

Fonte: DFreire Comunicação e Negócios