Como escolher a franquia certa? Confira 10 dicas importantes
Como escolher a franquia certa? Confira 10 dicas importantes

Encontre aqui as melhores franquias

«
  • Tipos
  • Tipos
Escolha pelo menos um opção para sua busca
como escolher a franquia certa, por Juarez Leão

10 Dicas práticas de como escolher a franquia certa para você!

09/05/2023

*Por Juarez Leão

Vivendo o Franchise há mais de 20 anos como Franqueador, Franqueado e Consultor, tive oportunidade de acompanhar grandes sucessos empresariais, mas também algumas desilusões.

Com o mercado de franquias em constante  crescimento,  a escolha  da franquia certa para investir pode ser um processo  complicado.  Afinal, existem inúmeras opções disponíveis em vários segmentos de mercado, cada uma com suas próprias vantagens e desvantagens.

Neste artigo, apresentarei 10 dicas práticas para ajudá-lo a escolher  a franquia certa para investir, evitando assim erros comuns que podem levar a prejuízos financeiros e frustrações, visando tornar o processo  de escolha mais assertivo e aderente aos seus interesses.
 

01  – Identifique suas metas, objetivos

O primeiro passo para escolher uma franquia é identificar suas metas e objetivos. Se você está apenas procurando um emprego, existem muitas opções por aí que podem atender às suas  necessidades  melhor  do que possuir uma franquia.

Por outro lado, se você está pensando em abrir seu próprio negócio, mas não  sabe por onde começar ou que tipo de negócio seria melhor para você e sua família, o franchising pode ser uma excelente escolha.

Uma operação franqueada oferece muitos benefícios em relação a começar do zero, abaixo relaciono os principais:
 

  • Modelo de negócio testado e
  • Suporte por parte da
  • Marca forte com reconhecimento no
  • Menor risco de fracasso, apresenta baixa taxa de mortalidade de operações.
  • Maior poder de negociação com fornecedores

 

02  – Pesquise diferentes oportunidades de franquia nos segmentos de interesse

Pesquise as diferentes oportunidades de franquia disponíveis e verifique se elas se encaixam em suas metas, objetivos, local pretendido e recurso financeiro disponível.

Analise o ROI potencial,  os custos iniciais, investimento total, despesas operacionais e os mercados em potencial.

 

03  – Entre em contato com os atuais franqueados

Uma das melhores maneiras de entender a franquia é conversando com os franqueados atuais.

Eles podem contar  sobre suas experiências, desafios, grau de satisfação com a operação e demais conselhos que possam ter para você.

 

04  – Fale várias vezes com o Franqueador

O franqueador é um dos principais interessados em seu  negócio  de franquia.

Eles têm interesse em garantir  que  você  seja  bem-sucedido, por isso é importante que você fale com eles e entenda no detalhe o seu sistema de suporte, bem como o tipo de orientação que eles fornecem aos franqueados.

Verifique se existe um alinhamento de princípios e valores com  o franqueador, pois esta será a base para construção de um relacionamento duradouro e de sucesso.

É fundamental visitar a sede da franqueadora antes de assinar o contrato, nesta visita você poderá perceber o clima do local, conhecer os profissionais que compõem o time da franqueadora e a forma como se relacionam.

 

05. Analise a documentação jurídica – Circular de Oferta de Franquia (COF) e Contrato de Franquia

Leia atentamente a COF e o contrato de franquia, certifique-se de compreender todos os termos e condições.

Você precisará ter certeza de que está confortável com tudo antes de assinar, então não apresse esta etapa e idealmente contrate um especialista para assessorá-lo!
 

06 – Considere suas opções de financiamento

Você também deve considerar suas opções de financiamento.

Existem muitas maneiras diferentes de financiar uma franquia, e algumas podem ser mais adequadas do que outras com base na sua situação pessoal.

Por exemplo, se você tem um bom crédito e uma renda estável, é provável que os bancos estejam dispostos a emprestar dinheiro a taxas mais baixas do que fariam de outra forma.

Se for esse o seu caso, pode fazer sentido fazer um empréstimo de um desses bancos, em vez de usar outros métodos,  como compartilhamento de capital ou financiamento de fornecedores (mais sobre isso posteriormente).

Existem financiamentos específicos para o segmento de franquia, tanto em bancos estatais como também em bancos privados.

 

07. Analise a Concorrência

Antes de abrir sua franquia, certifique-se de que haja demanda suficiente para o que você pretende vender.

A melhor  maneira  de fazer  isso  é analisando a concorrência na área onde você planeja abrir uma loja.

Você pode descobrir que já existem várias outras empresas fazendo trabalhos semelhantes e, nesse caso, é importante entender como elas diferem umas das outras e o que as torna únicas.

Isso ajudará a garantir que, quando os clientes baterem à sua porta (ou online), eles saibam por que devem escolher sua empresa em vez da de outra pessoa!

A utilização de ferramentas como “Curva de Valor” poderá ajudá-lo nesta análise.

 

08  – Calcule o Investimento Total

O investimento total da franquia deve ser calculado antes de tomar uma decisão. Isso inclui:
 

  • A taxa de franquia
  • Investimentos iniciais, adequação do ponto comercial ao projeto da rede, equipamentos e estoque (CAPEX)
  • Despesas contínuas, como royalties, publicidade, salários e aluguel (OPEX)
  • Importante incluir o Capital de Giro necessário para cobrir as despesas nos 06 meses iniciais e se você não possuir outra fonte de renda, importante considerar o valor necessário para sua manutenção até que o negócio supere o ponto de equilíbrio e comece a dar

 

09  Avalie o potencial de crescimento da franquia 

Avaliar o potencial de crescimento da franquia é importante para  garantir que ela tenha espaço para expansão e possa oferecer oportunidades de crescimento.

Isso pode incluir pesquisar o mercado potencial e analisar as tendências do mercado.

 

10. Definição do ponto comercial 

É importante visitar várias vezes o local onde você pretende instalar a operação, fazer uma medição do fluxo de pedestres em frente ao ponto, tudo isto antes de tomar sua decisão.

Você entenderá melhor a área, os clientes em potencial e a concorrência local.

 

Tome sua decisão

Para finalizar, sugiro que você verifique se a rede franqueadora escolhida é associada a ABF – Associação Brasileira de Franchising ( www.abf.com.br ) e se possui o Selo de Excelência em Franchising, chancela concedida pela ABF as redes de melhor desempenho na avaliação dos franqueados.

Estes são importantes diferenciais positivos, que devem ser considerados no seu processo de análise e seleção.

Agora que você fez sua pesquisa e aprendeu sobre os prós e contras das diversas opções disponíveis para abertura de uma franquia, é hora de tomar sua decisão.

Como visto, há muitos fatores a serem considerados ao escolher uma franquia e esta escolha influenciará muitos anos da sua vida, portanto, invista o tempo necessário no processo de seleção e certifique-se de que aquela que você escolher se encaixa em suas metas e objetivos.

 

*Juarez Leão é Founder & CEO da Leão Group.
Especialista em Governança Corporativa, Varejo, Franchise, Estratégia. Presidente de Conselho & Board Member