Ele trocou a engenharia mecânica por clínicas de beleza
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Ele trocou a engenharia mecânica para tornar-se multifranqueado com clínicas de beleza

18/05/2022

  • Renato Costa Cortez trocou a formação acadêmica de mais de 15 anos para empreender com franquias de beleza devido ao potencial de retorno do negócio.
  • Ele se tornou o primeiro case de multifranqueado da MyLash Extensão de Cílios.

 

Abrir uma franquia é um caminho buscado por empreendedores que querem um negócio já testado e uma marca conhecida no mercado. Mas há aqueles que querem ampliar sua atuação, já que passam a ter domínio do mercado, redução dos custos com fornecedores, e possibilidade de multiplicação dos ganhos, e se tornam multifranqueados. Ou seja, apostam em diversas unidades de uma mesma marca.

As perspectivas de crescimento e os bons resultados fizeram com que o paulistano Renato Costa Cortez abrisse, em menos de três anos, a sua terceira unidade da franquia MyLash Extensão de Cílios, sendo a segunda e última em menos de 4 meses. Hoje, o empreendedor é o primeiro case de multifranqueado dentro da marca.

Trocou a engenharia para investir em franquias

Formado em engenharia mecânica e com MBA, ele atuou durante 15 anos nessa área, mas foi em alguns cursos de empreendedorismo que resolveu trocar de segmento. Abriu duas franquias de clínicas de estética especializada em emagrecimento que, mais tarde, se tornaram marcas próprias, e, durante uma feira de estética em SP, conheceu a MyLash.

“Gostei do diferencial dela perante a concorrência, pois atende um público diferenciado, na época com baixa concorrência. Por não ter necessidade de mão de obra extremamente especializada, como é o caso no segmento de estética e harmonização facial, os custos dos produtos são mais baixos, além de não ser necessário um imóvel muito grande para atuar”, revela.

No final de 2019, abriu a primeira unidade MyLash no bairro Perdizes, em SP. O empreendimento passou por algumas dificuldades, já que ao completar um ano de atividade, Renato, assim como inúmeros outros empresários, tiveram que lidar com a pandemia da Covid-19. Para manter as portas abertas teve que renegociar dívidas, fez vendas por telefone, mas não desanimou. Tanto que, no início deste ano, abriu uma segunda unidade, desta vez na Vila Leopoldina, e, neste mês de maio, a sua mais nova unidade, em Vila Madalena, está iniciando as suas atividades.

O empreendedor conta que a meta é alcançar faturamento de R$ 100 mil mensal para cada loja, número que já foi batido algumas vezes. Os novos espaços contam com quatro e seis macas para extensão dos cílios e manicure. Renato se identificou tanto com o negócio que não quer parar de crescer com a franquia. “As mulheres são vaidosas e buscam por procedimentos que elevem a autoestima. E o meu negócio propõe exatamente isso. Fazer com que as brasileiras se cuidem. Hoje já é possível acordar com o olhar realçado, a extensão dos cílios possibilita isso, sem a necessidade de usar várias camadas de rímel”, enfatiza o franqueado.

Em busca de mão de obra

Renato conta que entre as maiores dificuldades encontradas nesse setor tem sido por mão de obra qualificada, já que parte dos colaboradores ao receberem treinamento, técnico e comercial, e adquirirem a experiência exigida pela franquia, pedem demissão para abrir seu próprio espaço ou querem aumento de salários constantemente.

Para manter a equipe, o franqueado criou um plano de comissionamento robusto de carreira. “Quando uma extensionista antiga da casa sai, perdemos muitos clientes devido à preferência. Tentamos sempre ter uma extensionista reserva no mesmo nível da melhor extensionista”, diz.

Ele descobriu o caminho do sucesso

Renato possui exatamente o perfil dos empreendedores que descobriram o caminho do sucesso de uma franquia e querem replicar esse formato administrando mais de uma operação, com o objetivo de potencializar os ganhos.

O empresário acredita que a escolha do ponto comercial é extremamente importante para o sucesso do negócio. Tanto que, antes de abrir o espaço, ele mesmo estuda o local e depois repassa a equipe de expansão da marca, para saber o potencial da região.

Outro ponto que considera importante é se fazer presente no negócio. Para ele, os empreendimentos que administra vem dando tão certo pelo fato de ter domínio no comando no seu negócio. Ele busca estar em constante atualização com o mercado, analisando números e tendo uma boa equipe para gerenciar os departamentos de marketing, comercial e financeiro, que no seu caso, a mesma equipe está envolvida em todas as lojas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS