var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Negócio de permuta tem mudado a vida de muitas pessoas
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Ela trocou planos de ter uma carreira diplomática para investir em negócio de permuta hi-tech


09/04/2020


negócio de permuta

De associada à franqueada do Clube de Permuta, empresária viu no segmento oportunidade de se renovar no empreendedorismo

Formada em direito, Polyana Schettino, de 35 anos, trocou a profissão por uma nova atividade.

Ao ingressar na Universidade Federal de Juiz de Fora, sua cidade natal, tinha planos de seguir carreira diplomática e se especializar em direito internacional.

Contudo, seus planos mudaram. Ela apostou e investiu, há pouco mais de um ano, em uma franquia do Clube de Permuta, plataforma de trocas multilaterais de serviços e produtos.

Durante as transações, a plataforma permite o envolvimento de mais de duas empresas e de interesses distintos.

As trocas de produtos ou serviços acontecem de maneira independente e podem ser realizadas em diferentes situações, sem necessariamente ser com o mesmo negócio.

Ao se associar, o cliente recebe um limite de operações para efetuar suas trocas. Conforme as transações vão ocorrendo, este limite vai se alterando.

Polyana comanda as praças de Petrópolis e Campinas e sua meta para 2020 é expandir os negócios e adquirir uma terceira unidade.

A empresária cresceu em uma família de empreendedores, o que influenciou em sua perspectiva de futuro.

Seus pais têm uma empresa no ramo moveleiro com a mesma idade da filha.

Em 2008, Polyana fundou a Sacra, uma empresa de móveis que atualmente é um portal online de oportunidades de decoração e intermediação de negócios.

“Sempre vi meus pais empreenderem, desde criança, então foi muito natural pra mim. Sempre estive envolvida e atenta às novidades do mercado, então sempre fui aberta e flexível para mudanças. A Sacra, por exemplo, existiu fisicamente durante nove anos. Quando vi necessidade de mudar o rumo do negócio, não hesitei”, lembra Polyana.

Como alternativa para buscar novas ferramentas de negociação e novas conexões empresariais, Polyana testou a plataforma primeiro como usuária. A empreendedora se associou ao Clube de Permuta há dois anos.

“Primeiro me associei em Juiz de Fora e, logo em seguida, me associei à praça de Belo Horizonte. Foi sensacional. Eu consegui adquirir um carro, móveis planejados, passagens aéreas para a Europa e projetos arquitetônicos para duas casas, tudo pelo Clube”, diz a empresária.

Em julho de 2018, Polyana foi a responsável pela abertura da primeira unidade no estado do Rio de Janeiro, em Petrópolis.

Ela conta que com a franquia na região, muitos empresários fortaleceram seus negócios e até reverterem uma situação de crise por meio do Clube de Permuta.

No ano seguinte, a empreendedora decidiu apostar em uma segunda unidade, dessa vez em Campinas, e para este ano, planeja expandir os negócios e adquirir uma terceira unidade, também no Rio de Janeiro.

“Com a segunda franquia, em Campinas, eu tive a oportunidade de conhecer empresários fantásticos e também tem sido uma escola para meu lado empreendedor, no geral.

Agora entendo que incluir uma grande cidade próxima seria muito importante para a região serrana, que é o caso de Petrópolis. Além disso, teríamos a oportunidade de atrair empresas de maior porte para a região”, conta.

Para saber mais sobre negócio de permuta, CLIQUE AQUI.