var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Franquia de diaristas Mary Help é um sucesso, conheça a história
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Olhar visionário faz empreendedor abrir negócio milionário enxergando a demanda por diaristas antes mesmo da criação da PEC das Domésticas


13/03/2020


diaristas

Fundada em 2011, a Mary Help é pioneira na intermediação de serviços de diaristas no Brasil e hoje fatura R$52 milhões.

Em 2011, ao ligar para todos os seus amigos atrás de uma indicação de diarista para fazer limpeza em sua casa, José Roberto Campanelli não tinha ideia que estava dando o primeiro passo para criar um negócio milionário.

Após diversas tentativas, o empreendedor não conseguiu indicação de ninguém.

“Procurei empresas que fizessem diárias em residências, mas só encontrei limpadoras que atuavam com clientes de grande porte. Isso me deu uma ideia”, conta Campanelli.

“O resultado negativo nas buscas e o embasamento em pesquisas de mercado me mostraram um retrato do trabalho doméstico no Brasil e suas tendências”, afirma o empresário.

Então, a dificuldade para encontrar uma diarista, logo virou uma oportunidade e o inspirou a montar seu negócio.

Vislumbrando um mercado inexplorado, uma vez que o problema dele poderia ser o de milhares de outras pessoas, teve a grande ideia de criar uma empresa que aproximasse quem precisa de serviços domésticos de quem presta esse serviço.

Isso tornaria mais fácil e segura a contratação dos serviços, além de ser vantajoso para os profissionais que conseguem se colocar no mercado e para a empresa que faz o agenciamento deles.

O objetivo era contratar com facilidade e praticidade uma ou mais diaristas sem precisar ter todo o trabalho e custos de encontrar e registrar uma empregada doméstica mensalista.

Sem saber, Campanelli já enxergava a realidade de um futuro próximo, no qual as famílias brasileiras contratariam menos mensalistas e investiriam em diaristas.

E o futuro chegou. A aprovação da emenda constitucional PEC Das Domésticas em maio de 2013 (posteriormente regulamentada até setembro de 2015) e a crise econômica em 2014, que reduziu a renda das famílias, fez com que muitas pessoas optassem por dispensar trabalhadores domésticos mensalistas, contratando diaristas.

Todo esse cenário, refletiu no aumento no número de diaristas cinco anos depois – em 2018, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), essas profissionais já respondiam por 44% da categoria, o equivalente a 2,5 milhões de profissionais.
Pioneira eu seu nicho, o modelo da Mary Help ainda acabou por influenciar outras empresas concorrentes que vieram depois.

Hoje a rede tem mais de 120 unidades e realiza quase 400 mil diárias por ano.

Seu faturamento está na casa dos R$ 52 milhões.

Outro importante fator econômico que impulsionou o crescimento da rede nos últimos tempos, foi a tendência dos serviços de compartilhamento que têm sido uma grande saída para os brasileiros, devido à economia e praticidade.

Através do aplicativo próprio da marca e disponível para tablets e smartphones, o cliente pode contratar uma diarista em questão de poucos minutos e alguns cliques, sem nenhum vínculo empregatício.

“A economia do país está se recuperando de maneira lenta e as expectativas para este e para os próximos anos são boas. A Mary Help vem acompanhando esta recuperação e crescendo. A demanda por praticidade e a grande tendência por serviços de compartilhamento estão colaborando bastante para o crescimento da marca, tanto em número de unidades, como em faturamento”, explica o empreendedor.

 

Com um crescimento de quase 50% no último ano, a Mary Help viu também o número de unidades aumentar – foram 40 vendidas em 2019.

“Além de aumentar a quantidade de unidades, as existentes estão tendo um ótimo desempenho, fazendo com que a rede cresça de maneira sólida. Nosso índice de mortalidade é praticamente zero”, destaca José Roberto.

Para este ano, as expectativas são de manter o crescimento de 50%, atingindo faturamento de R$ 70 milhões e 150 unidades em operação.

Hoje a rede de franquias contabiliza cerca de cinco mil diaristas ativas e preparadas para atender o cliente em poucos cliques ou uma simples ligação.

As profissionais da Mary Help podem ser solicitadas com facilidade a partir do site, telefone ou mesmo pelo aplicativo exclusivo.

No agendamento, o cliente diz exatamente o que precisa e o número de horas que deseja contratar.

Os diferenciais que a rede oferece fazem inclusive com que clientes se tornem franqueados. Para quem deseja investir na marca, a rede exige investimento a partir de R$ 40 mil.

Além do baixo valor inicial, a rede oferece alta rentabilidade (de até 25%) e rápido retorno de investimento (12 a 14 meses).

“Por ser a rede de franquias pioneira e mais ativa no setor de agendamento, temos o diferencial a experiência acumulada durante esses anos com mão-de-obra treinada e qualificada para a realização de serviços, o que é há muito tempo ansiado pelo público que enfrenta, a cada dia com maior frequência, a escassez no número de empregadas domésticas mensalistas e sofrem com o despreparo e a falta de confiança nas diaristas”, conclui o diretor da rede.

Para saber mais sobre a franquia de diaristas Mary Help, CLIQUE AQUI.