var lazyload = new LazyLoad({ elements_selector: ".lazy" }); }
Franqueados LGBTQIA+ contam suas histórias como empreendedores
Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

«
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Franqueados LGBTQIA+ contam suas histórias como empreendedores


26/07/2021


Franqueados LGBTQIA+

De todos os pontos de vista, o franchising tem a diversidade em seu DNA.

Mas o ponto de vista mais importante é, sem dúvida, a oportunidade gerada para todos que desejam construir o seu próprio negócio.

Hoje, vamos contar a história de franqueados LGBTQIA+ que estão à frente de franquias de sucesso!

Eles vão falar sobre os desafios do empreendedorismo, além dos benefícios de ter o próprio negócio.

Entre essas coisas boas que o franchising trouxe na vida desses empreendedores foi a oportunidade de gerar empregos.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o franchising foi responsável por mais de 1,2 milhões de postos de trabalho em 2020!

Veja agora a história de sucesso dos franqueados LGBTQIA+ e se inspire:

Regiane Sposito Poloni

franqueada da NTW Contabilidade e Gestão Empresarial, unidade de Brotas

“A decisão da franquia surgiu a partir da necessidade de reforçar os processos, os valores e o meu nome profissional. Sendo assim, somei trazendo a marca NTW para os meus negócios.

Empreender por si só é uma grande aventura. É mergulhar em um oceano profundo, muitas vezes sem o galão de oxigênio.

Empreender representando minha comunidade em um cenário tão sisudo quanto o ‘mundo dos negócios’ é ter o agravante de muitas vezes estar sozinho!

Minha unidade é administrada por mim e gerenciada pela minha esposa Rafaele Poloni.

Seguimos desbravando os desafios de uma sociedade ‘em construção’.

Levamos nosso negócio com muita seriedade e competência a fim de deixar um legado para a próxima geração.

Para a comunidade deixo a seguinte dica: Empreender é difícil, mas essa esfera conhecemos desde cedo!

Empenho, dedicação, empoderamento, postura e sabedoria.

É a contribuição que o casal NTW Unidade Brotas deixa aos próximos! (E eu espero e desejo que sejam muitos!)”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Rafael Queiroz

37 anos, é franqueado da Park Education

“Acredito que ao investir em uma franquia, você já tem o caminho do sucesso traçado. Sendo assim, seu esforço e foco está em “apenas” executar o que já foi criado e pensado por equipes competentes em diferentes áreas.

Com isso, sinto que o ponto entre o início da jornada empreendedora, até o sucesso, é bastante encurtado.

Além disso, uma franquia bem estruturada pode prover um apoio nas execuções de processos de seus franqueados a ponto de beneficiá-los de forma muito mais profissional e eficaz do que se estivessem sozinhos no mercado.

Por ser parte da comunidade, sempre julguei necessário e fundamental me destacar para conseguir um lugar ao sol.

Então, desde criança venho me esforçando para não só atingir meus objetivos de ter uma vida profissional e pessoal plena, mas também contribuir para com outros que fazem parte.

Hoje em dia sinto muito orgulho de ser alguém que, devido ao meu negócio, posso não só mostrar para a sociedade a naturalidade da situação, como também dar oportunidades de trabalho a quem precisa. É um fato que a diversidade é absolutamente benéfica nas empresas e na sociedade como um todo.

A pessoa que vai empreender deve conhecer a fundo aquele tipo de produto ou serviço.

Na minha visão, é imprescindível que se escolha uma área de afinidade. Isso já será meio caminho andado e as chances de sucesso serão de fato maiores.

Uma vez escolhida a área, o próximo passo é buscar a franquia.

Analisar selos da ABF, reportagens como as do Portal do Franchising, conversar com os franqueados, verificar o tipo de suporte ofertado desde a implementação até a execução dos processos, valores de royalties mensais e etc.

Todos esses pontos são importantes para a tomada de decisão.

Tão importante quanto tudo isso, é ter tempo disponível para gerir seu negócio.

Estar presente será mais que fundamental para se assegurar que seu empreendimento traga bons frutos.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Felipe Damasio e Leonardo Alves

26 e 24 anos, são casados e sócios da franquia PremiaPão em Sorocaba

“Abrimos nossa franquia em fevereiro de 2021. Uma franquia carrega um nome já existente no mercado e nos entrega uma bagagem de gestão muito importante.

Como membros da comunidade LGBTQIA+, ter um negócio representa independência em nossa vida.

Para quem quer investir em uma franquia, nossa dica é: estudem bastante o mercado e segmento, avaliem a reputação da franqueadora e arregacem as mangas. Empreender é tudo de bom!”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Raphael Morais

38 anos, é franqueado da Wizard by Pearson desde 2011

“Trabalho no grupo Wizard by Pearson desde 2005 e me tornei sócio desse grupo só em 2011.

Então, investir em uma franquia, foi não só por oportunidade, mas também uma possibilidade de crescimento profissional que a marca me possibilitou.

Na Wizard by Pearson convivo com colegas franqueados, colaboradores e muitos clientes que já reconhecem a rede como uma marca inclusiva.

Acredito que ter um negócio próprio é uma oportunidade de impactar outras pessoas, criar identidade dentro de um outro ambiente e da sociedade.

É a chance de construir uma história e trazer a sua visão de mundo em um outro grupo que não seja o da sua rede de apoio, como o de família e amigos.

Crescer por meio de uma franquia é uma oportunidade muito boa, porque se consegue escolher entre diversos modelos de negócios que existem.

Posso tornar meu negócio inclusivo, acolhedor e que possa desempenhar seu papel plenamente sem julgamentos.

O mundo de franquias possui vantagens, como a de não começar um negócio do zero.

Eu trabalho no ramo de educação em uma escola de idiomas, que por si só já é um ambiente inclusivo, respeitando as diferenças e promovendo o desenvolvimento cultural.

É uma oportunidade de sermos 100% nós mesmos sem o receio de mostrar isso para as pessoas.

Para quem quer investir em uma franquia, seguem as dicas que julgo mais importantes: procure uma marca que você se identifique; dê preferência para marcas que abracem a diversidade (tanto para público interno quanto para os clientes); depois de escolhida a marca, promova em seu negócio (localmente) iniciativas de inclusão.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Antônio Carlos Koch

40 anos, investiu em 2020 na franquia Doutor Sofá

“Depois de atuar 18 anos em grandes grupos empresariais, inclusive, os últimos 11 anos na maior empresa do Brasil, a ideia de iniciar um negócio do zero me trazia um pouco de espanto.

Após o meu desligamento, eu ainda não sabia onde atuar, tinha intenção de abrir o meu negócio e já tinha noção de que ter estrutura e conhecimento prévio do ramo atrelados a ele seria importante.

Foi então que comecei a pesquisar sobre as opções de franquia existentes no mercado.

Mesmo eu não tendo sido vítima de preconceito direto (Quando digo isso me refiro à minha experiência de vida), existiram muitas lutas prévias à minha existência, para que os grupos minoritários alcançassem o seu espaço e que NÃO devem ser esquecidas, porém ser homossexual é apenas um detalhe na minha vida.

Ninguém deveria ser tratado diferente por sua orientação sexual.

‘Eu sou um empreendedor gay e não um gay empreendedor’, fazendo alusão a um certo governador que foi comentado nos últimos dias.

Porém, representa uma vitória, uma possibilidade de ascensão financeira e social (a qualquer gênero).

O novo sempre assusta. Mas quem não tenta nunca chegará a lugar algum.

Principalmente para quem tem vontade de mudar de área ou, talvez, aprimorar o que já faz, o franchising é um caminho interessante a escolher.

Claro que talvez exista necessidade de algum investimento maior de imediato, mas ele vai se repondo rapidamente quando você já entra no negócio sabendo o que e como fazer, tendo suporte perante as dificuldades que surgem e não perdendo tempo e dinheiro fazendo testes.

Afinal, com a aquisição de uma franquia, você, além do direito de usar uma marca, também adquire conhecimento de mercado e expertise.

Se eu não tivesse optado por uma franquia, meu negócio hoje ainda estaria engatinhando; e olha que já me considero com passos bem largos e firmes.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Michele Vieira

42 anos, franqueada Guia-se de Indaiatuba Norte.

“Comecei em 2011 como colaboradora da Franquia Guia-se e em 2012 surgiu a oportunidade de me tornar franqueada de Indaiatuba e investi porque vi que era/é um mercado muito promissor e eu gosto muito do digital.

Investi primeiro porque eu gosto e me identifico com o digital, e também porque é um mercado promissor. Sem falar que trabalhar Home Office era uma novidade em 2012.

Ter o meu próprio negócio, para mim, representa que as pessoas são iguais e que a pessoa com quem você se relaciona não muda nada no negócio.

A dica é igual para qualquer pessoa: ter força de vontade, querer aprender sempre, saber ouvir e ter resiliência.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Júlio Passing

24 anos, franqueado Hey Peppers Frederico Westphalen, Horizontina e Tucunduva

“Decidi investir numa franquia por conta do know how e conhecimento do mercado.

Eu já trabalhava como professor há alguns anos dentro da Hey, Peppers!, então eu entendia como funcionava todo o processo da área pedagógica e achei muito interessante investir em algo que eu já conhecia, ainda mais com pessoas que têm o mesmo propósito e mesma visão de mundo que eu.

Para mim, ter o meu próprio negócio significa vitória!

Sabemos que hoje o Brasil não é um país LGBTQIA+ friendly, então pessoas que acreditam no nosso trabalho é muito recompensador, para mim ter um negócio enquanto membro da comunidade é um grande passo.

Infelizmente, muitas histórias de pessoas lgbt não são sempre de sucesso, mesmo apesar de muita luta, é mais difícil, muito por conta dos privilégios que a gente acaba perdendo por ser da comunidade.

Eu acredito que uma super dica é ter muito foco e ação, muitas pessoas tem várias ideias e querem muito ir para frente, mas às vezes falta um pouco daquele ‘um pouco a mais’ que é dar o passo da ação, que é o mais importante, se arriscar e se permitir aventurar.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Keven Davi Felisberto de Mesquita

26 anos, franqueado da CleanNew de Rio Branco (Acre)

“Sou arquiteto e no início da pandemia o mercado mudou, os escritórios fecharam, os projetos pararam, alguns clientes não pagaram e, por esse motivo, resolvi empreender para diversificar minhas fontes de renda.

Já acompanhava o Fritz Paixão, CEO da rede, e seu trabalho com a CleanNew que tem uma ligação direta com o ramo de decoração e arquitetura, justamente o que eu queria, algo que casasse bem com o que eu já faço.

Empreender, para mim, representa a liberdade!

Acredito que temos duas opções na vida: escolher ser feliz ou viver como boa parte da sociedade quer impor.

Eu sempre quis ser livre e sabia que só conseguiria isso conquistando minha independência financeira, pois dessa forma ninguém poderia impor nada em minha vida.

Sigam em frente! Precisamos estar nesses lugares de liderança, de crescimento profissional e mostrar que podemos ir além e que ninguém deve impor como devemos ser.

Temos o direito de conquistar tudo o que quisermos e de sermos profissionais bem sucedidos.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Antônio Magalhães

36 anos, e Nivson Rafael Araújo, 28 anos, são casados há dois anos e franqueados da Água de Cheiro

“Investimos em uma franquia por não querer começar algo do zero, e por isso buscamos um plano de negócio já com uma marca estabelecida e com uma assessoria boa que ajudasse na execução e maturação do negócio na tentativa de minimizar os riscos financeiros com o investimento.

Temos total consciência que esse movimento LGBTQIA+ tem trago grandes avanços em todo mundo em relação ao respeito à pluralidade.

Somos diferentes e isso infelizmente gera um ódio gratuito desnecessário em alguns.

Ter um negócio, nos condiciona a um lugar de destaque conquistado com muito esforço e dedicação e com isso, o respeito vem a reboque por termos e não por sermos.

Infelizmente a realidade ainda é essa, mas seguimos felizes e dedicados com o nosso negócio.

Ter um negócio próprio é igualmente um casamento, as afinidades devem ser extremamente analisadas.

A dica é achar em si próprio a afinidade em um plano de negócios.

Ter um profundo conhecimento na área de atuação não é necessário, as franqueadoras oferecem um material completo, com toda a informação e direcionamentos essenciais para que o seu negócio seja um sucesso.

Ser dono do seu próprio negócio, por meio de uma franquia e a certeza que você não ficará sozinho, haverá sempre uma equipe grande para lhe ajudar.

Por isso recomendo ter um negócio no franchising.”

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Gabriel Sanches

Franqueado da Cacau Show e dono de quatro unidades: Rio Pequeno, Vila Dos Remédios, Vila Madalena, Jd. Educandário

“Investir em uma franquia traz benefícios por já ser uma marca consolidada, que não foi criada do zero, aproveitando a força do nome que teve um esforço enorme nos ‘bastidores’.

Falando especificamente em Cacau Show, temos 33 anos de história, sendo conhecida como a maior rede de chocolates finos do mundo.

Na Cacau Show temos uma sazonalidade positiva, vendemos o ano todo, com nosso mix bastante diversificado, sendo verão, inverno, outono etc.

E a positividade vem de épocas extremamente importantes para o varejo, como páscoa, natal, dias dos namorados.

Ou seja, a escolha por uma franquia deste porte vem desde o nome forte em conjunto com a curva de vendas positiva.

Ter um negócio representa empoderamento para mim. Como empresário, empreendedor, eu consigo mostrar para a sociedade que orientação sexual não tem nada a ver com capacidade ou competência.

É ter a possibilidade de ajudar, orientar e trabalhar para ter um mundo melhor, uma sociedade melhor e igualitária para todos.

Nós acabamos nos tornando inspiração para outras pessoas da comunidade LGBTQI+.

Como disse acima, temos a possibilidade de mostrar que a orientação não faz você melhor ou pior que ninguém.

Eu faço o possível de trazer exemplos positivos, de sucesso, fazendo com que a sociedade veja que somos pessoas capazes, competentes e que também podemos assumir uma posição de privilégios.

Sabemos que o assunto demanda muito tato, hoje a comunidade LGBTQIA+ sofre diversos preconceitos, e acabam perdendo espaço em diversos setores da sociedade.

Com a disseminação de cases de sucesso de outros empresários e empreendedores que lutam pelo mesmo, faz com que estas pessoas não desistam de seus objetivos.

Foco, força e MUITA dedicação.

Tudo que vem fácil, vai fácil…Duas palavras que regem minha vida atualmente e que nunca me fazem desistir mesmo que tudo pareça estar desmoronando são ATITUDE e ACREDITE.

Acredite, tenha atitude e lute pelos seus ideais, essa é a melhor receita para você vencer na vida e conquistar sua independência e ter um negócio no franchising.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Anderson Teodoro

44 anos, franqueado de 11 unidades Minds Idiomas e Diretor Regional da Minds

“Investir em um modelo de franquia é uma alternativa interessante para se empreender.

A gente sente uma maior segurança, porque temos condições de conhecer a experiência de quem já faz parte.

Um modelo validado faz toda a diferença para minimizar os riscos do investimento: a franqueadora já tem o know-how, os processos bem definidos, as etapas de trabalho, a estrutura de trabalho, enfim, a organização de tudo isso diferencia na hora dessa escolha.

Além disso, facilita também a replicação, ou melhor, a expansão do negócio.

Você demora um pouco mais na primeira, mas ao se adaptar ao formato e elevar a produtividade, já inicia o seu próprio processo de crescimento, abrindo novas unidades.

Percebo o quanto muitas pessoas criam resistência a ir além das fronteiras locais, estaduais…acho importante sair da zona de conforto e desbravar novos lugares.

Eu saí de São Paulo para abrir a minha primeira escola em Belém do Pará.

Imagine quanta diferença entre esses locais, cada um com sua importância e sua cultura.

Mas foi esse detalhe que me tornou capaz de abrir uma unidade em qualquer outro lugar.

Ter um negócio representou muito para mim, porque foi por meio dele que eu pude me sentir mais seguro para me assumir e ser ainda mais feliz.

Olhando a situação, hoje, eu percebo que todos teriam me aceitado, eu sempre tive o apoio e o carinho da minha família.

Infelizmente, é uma exceção diante da situação de tantas outras pessoas.

Mas crescer como empresário, assumir cargo de Diretoria na empresa, tudo isso foi determinante para que as pessoas me enxergassem (ou me julgassem) pelas minhas habilidades e competências profissionais e não pelo fato de fazer parte da comunidade LGBTQIA+.

Tenho orgulho de ser quem sou. Isso é apenas um detalhe da minha vida pessoal, que deve ser respeitada, assim como respeito aos outros em todos os seus aspectos.

Senti, através do trabalho, maior respeito, perante à sociedade, em relação a mim. Fui ganhando espaço através da vida profissional, passei a ajudar mais a minha família como um todo.

Além disso, trabalho em uma empresa que respeita o ser humano e sua liberdade de escolha, o respeito está acima de tudo, seja gênero, raça, credo, ou qualquer uma dessas letras do LGBTQIA+.

A Minds Idiomas vem na vanguarda de tudo isso, e me sinto orgulhoso por nossos gestores terem tido essa conduta desde o início de tudo, há muitos anos!

No mais, tudo isso representou a minha segurança financeira, independência, poder de voz e satisfação de ser quem eu sou de verdade.

Em primeiro lugar, acredite em você. Já somos resilientes por natureza.

Faça aquilo que goste, isso vai ser fundamental para escolher qual segmento poderia empreender e investir na sua franquia.

Desenvolva sua autoconfiança e seja persistente, nem tudo acontece no nosso tempo.

Estude o modelo de negócio, converse com franqueados, investigue os detalhes.

Prepare-se, planeje e esteja disposto a trabalhar muito.

Tudo vai ser compensado.

Não somos 100% em tudo, portanto, acredite na liderança compartilhada e some esforços e competências com pessoas que você confia.

Empreender junto minimiza certos riscos, divide custos e ajuda na distribuição de tarefas. Quem poderia entrar nessa com você?

Por fim, respeite o seu próprio tempo e o do outro.

Aceite-se e busque o autoconhecimento, tudo isso te trará autoconfiança, mais amor próprio e capacidade de vencer desafios.

O trabalho vai se encaixando dentro de todas essas demandas. Qualifique-se, some forças, sonhe com um futuro melhor e siga em frente, vai dar tudo certo.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!

 

Nayane Toledo

35 anos, investiu na Mais1 café em Setembro de 2020

“A Decisão de investir em uma franquia inicialmente veio com a Marca que ela representa, acreditamos que essa marca atrai clientes e no cenário que vivenciamos ter o apoio de pessoas que realmente compreendem o negócio, auxiliam e prestam toda a assistência faz toda diferença.

Pois assim como nós, a franquia também tem o objetivo de crescer e fará com que cresçamos juntos.

Como membro da comunidade LGBTQIA+ ter um negócio representa na minha vida o empoderamento, igualdade e um negócio próprio traz sucesso para nossa vida mas, principalmente, contribui para representatividade LGBTQIA+ no mundo empresarial.

A dica para a comunidade LGBTQIA+ que queira investir em franchising é que busque o máximo de informação sobre a franquia e sobre o negócio antes de tomar a decisão.

Tente contato com pessoas que já estão no negócio. Se oriente quanto a solidez da franquia, suporte e acima de tudo ame seu negócio antes mesmo de inaugurar.”

 

QUERO MAIS INFORMAÇÕES DESTA FRANQUIA!