Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Rede de consertos de roupas é opção de franquia de baixo custo

26/03/2014

Em São Paulo, a rede Linha e Bainha de consertos e ajustes de roupas aposta no formato de microfranquias para crescer. A categoria das microfranquias consiste em unidades com investimento de até R$ 80 mil.
Hoje, mas de 20 unidades da rede fazem desde serviços sofisticados até os mais simples, como a barra de calça. “Tem algumas franquias que fazem roupas sob medida. Então tem ‘n’ serviços para ser feito. Tudo o que as pessoas não sabem mais fazer ou não gostam de fazer em casa”, diz José Ventura, gerente de expansão da rede.
Para dar certo, o segredo da franquia de costura é “barriga no balcão”. Quem investe na franquia precisa supervisionar a qualidade de cada serviço e entregar em dia. A demanda é grande. “A nossa meta é de mais 10 a 12 lojas até o final do ano”, comenta Ventura.
“O mercado de microfranquias no Brasil, hoje, é de R$ 4 bilhões, de um total de R$ 110 bilhões, que é o mercado de franchising brasileiro. (…) É um momento em que o pequeno investidor pode buscar uma oportunidade de negócio, de acordo com o seu anseio, seu desejo e o seu bolso”, orienta Cristina Franco, presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF).
A franqueada Bárbara D’Angelo é uma das mais antigas da rede de serviços de costura. Ela abriu o negócio em 2005, na zona sul de São Paulo, e, de imediato, percebeu que não faltam clientes. “Sempre teve movimento e cada vez aumenta mais. E a gente conseguiu fidelizar toda a clientela também. Então, fazendo um bom trabalho, com certeza, você cresce”, diz.
Mão de obra
Bárbara trabalha muito, mas não tem do que reclamar. Só nos últimos três anos, a franquia cresceu 75%. E cresceria mais, se não fosse um problema que toda a rede enfrenta: a falta de costureiras.
“É difícil encontrar uma mão de obra especializada. (…) Eu tenho o aumento de demanda, mas, infelizmente, eu não tenho tantos funcionários quanto eu gostaria de ter”, admite Bárbara.
Para atrair costureiras, a franquia procura pagar melhor que o mercado, e treina a mão de obra. Hoje, a loja de Bárbara tem cinco costureiras, e está procurando mais.
O investimento para montar uma franquia de consertos de roupas é de R$ 70 mil, valor que inclui taxa de franquia, máquinas de costura, móveis, reforma do local e capital de giro. Uma unidade fatura, em média, R$ 18 mil por mês, sendo que o lucro é de 30%.
O negócio de consertos de roupas é enxuto. Por ser serviço, o estoque é mínimo e cabe tudo numa estante – linhas, botões, elásticos. Em 40 metros quadrados é possível montar uma unidade, com espaço para as costureiras, balcão de atendimento e provador.
Outra característica importante é o ponto comercial. Embora seja importante estar numa região com comércio e residências, não é preciso ficar numa rua extremamente valorizada. O resultado é um aluguel baixo, em média, R$ 2 mil a R$ 3 mil por mês.
Parcerias
A franqueada Bárbara fez parcerias com várias lojas de roupas na região em que atua e os clientes dessas lojas viraram clientes dela também. Vanessa Fávero é uma dessas empresárias parceiras. “Não compensa ter uma costureira na loja para isso, o custo é alto, então, essa parceria fica bem bacana”, diz.
Em média, a loja de Bárbara faz 70 serviços por semana. Os mais comuns são a colocação de botão, por R$ 2,50; e barra da calça e troca de zíper, que custa a partir de R$ 15, cada.
“Coisas mais difíceis, como trocar um zíper, ou coisa mais complicada eu trago aqui por que confio mesmo”, comenta Lucin Nigorocian.
A franqueada Bárbara não tem dúvidas de que a demanda é grande e crescente. Ela agora se prepara para estruturar melhor o negócio e expandir. “A ideia seria ou outro ponto de franquia também, ou então abrir pontos de coletas em condomínios, centros comerciais. Aí é interessante, mas para isso, primeiro eu tenho que encontrar mais mão de obra”, afirma.
PEGN TV
23/03 – Redação 

São muitas opções que oferecemos aqui no portal, então fizemos uma seleção de outros artigos que podem te ajudar também, veja:

  • Elaboramos uma seleção de 10 franquias com investimento inicial de até 25 mil reais, para você realizar o sonho de abrir o próprio negócio.
  • Você acha que com pouco dinheiro não dá para comprar uma franquia? Dá sim, tem opções de franquias baratas de verdade, estamos falando de um valor inicial menor que mil reais, opções por dois mil e outras por um pouco mais de 3 mil, venha ver.
  • Investir em franquias em quiosque é uma alternativa para quem quer abrir um negócio mas não pode investir muito em uma loja, por exemplo. Atualmente, elas estão em praticamente todos os shoppings do País
  • Você sabia que há opções de franquias baratas por 5 mil reais? Confira essa lista de microfranquias que cabem no seu bolso e são ótimos negócios com pouco investimento
  • Franquias de baixo custo: veja 44 boas opções para investir

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS