Buscando Franquias? Encontre aqui sua franquia «
Escolha pelo menos um opção para sua busca

Escola de programação e robótica para crianças e jovens chega à Portugal

10/09/2019

A primeira cidade escolhida pela SuperGeeks foi Porto. A expectativa agora é finalizar o ano com mais 20 unidades, mais especificamente em Lisboa, Centro, Braga, Vila Real e Viseu

Um dos destinos mais procurados pelas franquias para expansão internacional é Portugal – que aparece em segundo lugar, com 34 marcas operando localmente, segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising). O movimento de internacionalização das franquias brasileiras continua à todo vapor e em 2018, foram contabilizadas 145 redes nacionais com operações em 114 outros países.

Devido ao grande potencial de mercado e por ser considerado um polo empreendedor, com 2.300 startups e 1.212 incubadoras, distribuídas por várias cidades, Portugal também é um destino almejado pela SuperGeeks – primeira e maior escola de programação e robótica para crianças e adolescentes do país, que acaba de inaugurar uma unidade no país, na cidade do Porto. A expectativa agora é finalizar o ano com mais 20 unidades em Portugal até o final de 2021.

Em um cenário pós-crise marcado pelo intenso crescimento econômico, Portugal tem sido o destino para viver de muitos brasileiros. “Começamos a internacionalização por Portugal por conta da língua, que requer apenas a adaptação de alguns materiais e, também, aproveitando a ida dos brasileiros pra lá”, explica Marco Giroto, fundador da SuperGeeks. 

A primeira unidade da rede em Portugal conta com salas de aula, laboratório de robótica, estúdio para youtubers e espaço para empreendedorismo jovem. A unidade irá oferecer cursos contínuos, de férias e workshops. A expectativa é conquistar cerca de 80 alunos até o final do ano.

“O modelo de negócios da SuperGeeks é escalável, como mostra o histórico no Brasil nestes cinco anos. Mesmo ao comparar os dois países, em termos de volume de mercado, entendemos que Portugal possui sítios interessantes e com ótimo potencial, especialmente se considerarmos nossa plataforma híbrida, recém lançada no Brasil e que foi desenvolvida com as melhores práticas curriculares do mundo para ser aplicada em escolas e colégios”, declara Eduardo Gonçalves, master franqueado da SuperGeeks em Portugal.

Além da cidade do Porto, a SuperGeeks pretende expandir sua atuação por outras regiões, bem como Lisboa, Centro, Braga, Vila Real e Viseu. 

Entenda como se deu a internacionalização da SuperGeeks

“Percebemos que nenhum player em lugar algum do mundo tinha um sistema de ensino tão completo e conciso como o da SuperGeeks e então começamos a desenvolver um Business Plan, contratamos uma consultoria no país, encontramos pessoas chave nesses países que ficaram interessados em ajudar na operação e até mesmo investir.  Estamos trabalhando para em breve, iniciar a expansão nesses países, sem perder o foco no Brasil que é o nosso território principal”, conta Marco.

Além de Portugal, a SuperGeeks também quer expandir para os Estados Unidos, regiões de língua espanhola e já tem demanda para o Japão. Para o exterior, o investimento inicial na marca é de 55.000 EUR. A SuperGeeks também oferece

uma plataforma, chamada CS Plus, para o ensino de ciência da computação na grade escolar, ou seja, para escolas regulares – do Ensino Infantil, Fundamental até o Ensino Médio) alinhada com os principais padrões nacionais, como a BNCC – Base Nacional Comum Curricular, e internacionais como o CSTA – Computer Science Teachers Association.

Caso de sucesso no Brasil

No Brasil, onde já é um caso de sucesso, a SuperGeeks conta com mais de 5 mil alunos e 62 unidades espalhadas por todo país. A rede atende crianças de 5 a 17 anos que fazem cursos para aprender Ciência da Computação, a partir do desenvolvimento de games, do conhecimento em Robótica, Realidade Virtual e Aumentada, Inteligência Artificial e também por meio da criação de aplicativos e sistemas web, incluindo questões de redes de computadores e servidores. Trata-se da única rede do mercado a englobar toda a área de Ciência da Computação e não somente “code” ou “maker”.

A rede oferece três tipos de cursos: Regulares (Ciência da Computação, Robótica, SuperMath ou SuperKids – semestrais/anuais), Extras (Desenvolvimento de Games 3D estilo Battle Royale, Youtuber, Programação em Roblox ou Programação no Minecraft – bimestrais) e QuickCodes (Criando Games 2D, Robótica com Arduíno, Programação no Minecraft ou MODs no Minecraft – mensais).

Como modelo de negócios para quem deseja se tornar franqueado, a SuperGeeks oferece opções de baixo investimento, desde R$ 22 mil até R$ 200 mil.

A SuperGeeks tem como objetivo democratizar o ensino de Ciência da Computação no Brasil. Para isso, oferece uma gama completa de cursos, seja fora ou dentro da escola – através de suas unidades, da CS Plus, e também da MasterGeeks, que oferece a mesma metodologia de ensino da SuperGeeks, mas destinada à crianças de menor poder aquisitivo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS