Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

Escolha pelo menos um opção para sua busca

ABF realiza encontro de Internacionalização em sua sede

31/05/2007

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) realizou ontem (30), em sua sede, o Encontro de Internacionalização Chile e França, no qual foram feitas apresentações sobre os mercados locais para os associados interessados em expandir suas marcas para estes países. 

O Diretor Executivo da ABF, Ricardo Camargo, abriu o encontro bastante otimista falando sobre o acordo firmado entre a ABF e APEX-Brasil para incentivar a internacionalização das franquias brasileiras associadas à entidade através de subsídio para que participem das principais feiras de franquias do mundo. E fez um convite aos presentes para que participem da rodada de negócios no Chile que deverá acontecer na primeira semana de agosto. `O sucesso das marcas brasileiras lá fora é uma realidade cada vez mais latente. Somos um mercado maduro e temos capacidade de expandir cada vez mais`, disse Camargo.

Além da caravana para o Chile, o executivo lembrou que a ABF Franchising Expo 2007, que acontece de 27 a 30 de junho , também será uma excelente oportunidade de negócios. `A feira é uma oportunidade impar, mesmo para quem não terá estande, não deixem de visitar, pois sairão com contatos valiosos e informações importantíssimas sobre o mercado internacional`, completou o executivo. 

Juarez Leão, diretor de franqueados da ABF iniciou a apresentação sobre o mercado chileno, tendo como base as informações levantadas durante a viagem de prospecção ao Chile,  da qual participou no início do ano, integrando a comissão da APEX-Brasil para incentivar os negócios entre os dois países. `Visitamos consultores, associações e shoppings. A idéia era trazer dados sobre o que está acontecendo no mercado, mapeando todo o setor`, concluiu Leão.

O diretor informou que embora, haja uma grande empatia dos chilenos em relação aos brasileiros e culturas muito parecidas, praticamente, não há negócios de franquia entre os dois países. E, que as redes brasileiras presentes no País são Via Uno, Localiza e O Boticário. Ainda segundo o executivo, o mercado de franquias do Chile é composto por redes americanas (50%), redes de países europeus (35%) e (15%) de redes locais.

A apresentação abordou o perfil do País, estatísticas, diagnóstico e a projeção do mercado. De acordo com as informações trazidas pelo diretor, os principais setores da economia são o comércio varejista, restaurantes e hotéis. O Chile possui uma relação comercial muito forte com os Estados Unidos (15,8%), Japão (11,5%), China (11,1%), Países Baixos (5,8%), Coréia do Sul (5,5%) e só então o Brasil com 4,4%.

Segundo Leão, apesar da semelhança entre Brasil e Chile, existem alguns entraves que dificultam a relação entre os dois países como, por exemplo, o idioma, transporte, e as leis tributárias. `Eles não conseguem entender a complexidade das leis brasileiras e isso gera uma certa insegurança`. Apesar disso Leão trouxe boas perspectivas do mercado. `Voltei muito feliz desta viagem, além de ter tido a certeza de que o nosso sistema de franquia está bem adiantado, pude perceber que temos ótimas oportunidades de expansão. Nossa intenção é realmente levar investidores interessados no mercado chileno`, completou o diretor.

O ponto prático do encontro ficou a cargo do case de sucesso da Via Uno, representado por Alexandre Pereira, gerente de franquias da marca. A rede possui oito lojas próprias e uma loja franqueada no Chile. `O povo chileno é mais intimista, conservador, não é tão aberto à moda, mais são muito consumistas, dão muito valor à marca`, apontou Pereira que além de mostrar como é a presença da Via Uno no Chile, deu uma dica. `Entrar no País é um desafio, sem dúvida, mas o investimento deve ser considerado, pois existe um mercado com grandes oportunidades de negócios`. Concluiu.

O mediador das discussões sobre o mercado francês José Schwartz, diretor da ABF seccional Rio de Janeiro, falou sobre a participação da ABF na 26º Franchise Expo Paris 2007 e o estudo realizado sobre o mercado de franquia local. Na avaliação do executivo existe espaço para operação de franquia brasileira na França, principalmente para os segmentos de Vestuário, com moda praia e feminina, Acessórios, Perfume e Cosmético especialmente com produtos típicos da Amazônia e do Norte do País, e Alimentação, com comida a quilo e delivery.

Conforme informações levantadas por Schwartz, a França disputa o 5º lugar mundial com o Brasil. Possui 1.037 franqueadores e 43,680 franqueados, sendo 90% de suas operações francesas. `A França é um mercado com grandes oportunidades, temos que participar do `grupo dos grandes`, somos  maduros o suficiente para isso`, afirmou o diretor. 

Durante o encontro foi abordado ainda a perspectiva brasileira de destaque na Franchise Expo Paris em 2008. `Nossa primeira visita à feira foi em caráter institucional, para o ano que vem já está sendo articulado a presença do Pavilhão Brasil como o País em evidencia no evento`, informou Schwartz.

O Encontro ABF faz parte da programação de eventos que a associação realiza ao longo do ano. O próximo encontro será dia 13 de junho, com o tema Shopping Centers.

Avaliação

NOTÍCIAS RELACIONADAS