Buscando Franquias?

Encontre aqui sua franquia

Escolha pelo menos um opção para sua busca

ABF firma convênio com a APEX

09/12/2004

Franquias nacionais serão exportadas com apoio do Governo Federal a partir de dezembro deste ano. Por meio de um convênio firmado no último dia 18 entre a APEX-Brasil (Agência de Promoção de Exportações do Brasil) e a ABF (Associação Brasileira de Franchising), 12 empresas associadas receberão incentivos da ordem de R$ 1,8 milhão para ações de divulgação, difusão e inserção de suas marcas no mercado externo. O foco do projeto são os mercados mexicano, americano, espanhol e português, tendo como meta fechar 2006 com mais de US$ 5,3 milhões exportados.

 
As franquias que fazem parte do projeto são China in Box, Spoleto, Vivenda do Camarão, Wizard, BIT Company, Golden Services, Livraria Nobel, Movimento, Oceanic Cosméticos, Mundo Verde, Carmen Steffens e Bon Grillê. Com o aumento da demanda, estima-se que 400 novos postos de trabalho diretos sejam criados no país.

 

O projeto prevê ações de divulgação junto à mídia nos mercados-alvo, fortalecimento do relacionamento com outras associações de franquias, um Projeto Comprador (no qual empresários internacionais vêm ao Brasil negociar com empresários nacionais), publicidade internacional e participação em 4 feiras internacionais de franquia que acontecem no México, nos Estados Unidos, em Portugal e na Espanha.

 

`O trabalho em parceria com a ABF será o de atrair a atenção dos investidores internacionais para as marcas brasileiras. O país é hoje o terceiro país do mundo em número de franquias. Precisamos divulgar nossa capacidade no mercado externo, mostrando que temos criatividade, qualidade e preço competitivo`, afirma Juan Quirós, presidente da APEX-Brasil. 

 

Para Gerson Keila, presidente da ABF, ao contrário do que se imagina, 90% das redes de franquia que operam no Brasil são genuinamente nacionais. `Além da geração de empregos no Brasil, o franchising nacional tem potencial para gerar divisas ao País e colaborar com a divulgação da marca Brasil no exterior`, afirma.

Avaliação

NOTÍCIAS RELACIONADAS